Site em português Site in English
HOME APRESENTAÇÃO CADASTRO COMPRAR VENDER CONTATO AJUDA LEILÕES LISTA RURAL BANNERS

LiveZilla Live Help

São José do Rio Preto - São Paulo

Veja mais detalhes de São José do Rio Preto

Município de São José do Rio Preto
Vista da cidade a partir da represa municipal.
"Rio Preto"
Brasão de São José do Rio Preto
Bandeira de São José do Rio Preto
Brasão Bandeira
Hino
Aniversário 19 de março
Fundação 1852
Gentílico riopretense
Lema
Prefeito(a) Valdomiro Lopes da Silva Jr. (PSB)
(2009 – 2012)
Localização
Localização de São José do Rio Preto
Localização de São José do Rio Preto em São Paulo
Localização de São José do Rio Preto em Brasil
São José do Rio Preto
Localização de São José do Rio Preto no Brasil
20° 49' 12" S 49° 22' 44" O20° 49' 12" S 49° 22' 44" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Região metropolitana
Municípios limítrofes Ipiguá, Onda Verde (N), Guapiaçu, Cedral (L), Bady Bassitt (S) e Mirassol (O)
Distância até a capital 450 km
Características geográficas
Área 431,30 km²
População 419 632 hab. (SP: 10º) – est. IBGE/2009[2]
Densidade 972.95 hab./km²
Altitude 489 m
Clima Tropical de altitude Aw
Fuso horário UTC-3
Indicadores
IDH 0,834 (SP: 27°) – elevado PNUD/2000[4]
PIB R$ 5 231 745 mil (BR: 59º) – IBGE/2005[5]
PIB per capita R$ 16 610,00[3] IBGE/2007

São José do Rio Preto é um município brasileiro do estado de São Paulo. Fundado em 19 de março de 1852, localiza-se a uma altitude de 489 metros. Sua população estimada em 2009 foi de 419.632 habitantes.[2] Com economia baseada no comércio, prestação de serviços, indústrias diversas e agricultura.

Índice

História

A partir de 1840, mineiros fixaram-se no Sertão Paulista e deram início à exploração agrícola e à criação de gado.

No ano de 1852, Luiz Antônio da Silveira[6] doou parte de suas terras ao seu santo protetor, São José (que se tornaria o padroeiro da cidade), para que o patrimônio desse origem a uma cidade. O município foi, então, fundado em 19 de março de 1852 por João Bernardino de Seixas Ribeiro (considerado o fundador da cidade), que liderou os moradores das vizinhanças na construção de uma capela.

Em 20 de março de 1855, o então território de Araraquara, é elevado a categoria de Distrito de Paz e Polícia. Em 19 de julho de 1894, com a lei n° 294,[6] o território foi desmembrado de Jaboticabal e elevado à condição de município. A essa época, a cidade possuía um enorme território, com mais de 26 mil km²,[6] sendo suas divisas o Rio Grande, Rio Turvo, Rio Tietê e Rio Paraná, área depois desmembrada em novos municípios. O nome da cidade foi baseado no seu santo padroeiro, São José, e no rio que corta o município, Rio Preto.

Em 1906,[6] a cidade tem seu nome reduzido para Rio Preto permanecendo assim durante 36 anos para somente em 1945 ter seu nome retornado a São José do Rio Preto.

Com a chegada da Estrada de Ferro Araraquarense (EFA), em 1912, o município assume o seu destino de pólo comercial de concentração de mercadorias produzidas no então conhecido Sertão de Avanhandava e de irradiação de materiais vindos da capital.

A frente, a estação da EFA, e, atrás, a biblioteca municipal.

Geografia

Possui uma área de 431,30 km² (Sendo 117,43 km² de área urbana) e faz divisa com os municípios de Ipiguá e Onda Verde ao norte, Bady Bassitt e Cedral ao sul, Guapiaçu a leste e Mirassol a oeste. Dista 450 km da capital do estado, São Paulo pela Rodovia Washington Luís (SP-310) e 700 km de Brasília, capital federal, pela Rodovia Transbrasiliana (BR-153).

A Região Administrativa de São José do Rio Preto possuía cerca de 96 municípios e 1.386.453 de habitantes em 2004.

Vegetação

Cerrado, cerradinho e capoeira, dependendo da fertilidade do solo e abastecimento hídrico.

Clima

Tropical de altitude, inverno seco e ameno (temperatura média do mês mais frio superior a 18°C), precipitação média do mês mais seco inferior a 60mm. Segundo Köppen Aw. A temperatura média anual é de 25,33°C.

Gráfico climático para São José do Rio Preto
J F M A M J J A S O N D
 
 
241
 
33
22
 
 
185
 
31
20
 
 
150
 
30
19
 
 
69
 
30
17
 
 
50
 
28
14
 
 
25
 
27
13
 
 
16
 
27
12
 
 
20
 
30
14
 
 
50
 
31
16
 
 
107
 
31
18
 
 
144
 
31
18
 
 
200
 
31
20
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: CEPAGRI

Hidrografia

  • Rio Preto

Transporte

Aéreo

  • Aeroporto de São José do Rio Preto

Denominado Aeroporto Estadual Prof. Eribelto Manoel Reino, é um dos principais do Estado de São Paulo. Em 2006, registrou o movimento de 324.377 passageiros e 842.068 kg de carga transportada, com 14.539 pousos e decolagens (dados do órgão administrador, DAESP).

Atualmente (julho de 2009), três companhias aéreas (TAM, Trip e Passaredo) servem o município, com voos regulares e diretos para sete destinos, sendo eles: Araçatuba, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro e São Paulo (Aeroporto de Congonhas e Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos).

Rodoviário

Terminal rodoviário

O terminal rodoviário de São José do Rio Preto está localizado no centro da cidade, funcionando no mesmo prédio do terminal de ônibus urbano. Fora instalado ainda, na parte de cima do prédio, o Shopping Azul (antigos camelôs, outrora instalados em uma praça do centro da cidade).

Um novo projeto de terminal Rodoviário estava sendo estudado no km 444 da Rodovia Washington Luis, onde não foi deferido.

Rodovias

O município é cortado por duas grandes rodovias (SP-310 e BR-153) e outras menores. As duas maiores cortam o município longitudinalmente e latitudinalmente (BR-153 e SP-310, respectivamente), cruzando-se em um trevo localizado na região sul da cidade. São, também, importantes meios de locomoção, sendo amplamente utilizadas como vias expressas para transporte dentro do município.

  • SP-310 – Rodovia Washington Luís – Principal ligação com a capital do estado e com o litoral. No sentido sul, liga Rio Preto à Araraquara, São Carlos e Região Metropolitana de Campinas, terminando na Rodovia Anhanguera e ainda cortando a Rodovia dos Bandeirantes, possibilitando o acesso a capital. No sentido norte, vai até Mirassol. No município de São José do Rio Preto, a rodovia corta alguns dos principais eixos viários da cidade, como as avenidas Alberto Andaló, Bady Bassitt, Murchid Homsi e avenida dos Estudantes, apresentando pesado tráfego de veículos, sendo rotineiros acidentes e lentidão nos acessos a alguns dos eixos citados.
  • BR-153 – Rodovia Transbrasiliana – Corta o município longitudinalmente. No sentido norte, segue no sentido do estado de Minas Gerais e da capital nacional. No sentido sul, segue para a fronteira com o estado do Paraná. Dentro da cidade, é usada como via expressa, apresentando tráfego intenso nos horários de pico, devido também ao deslocamento de trabalhadores e estudantes que residem em municípios vizinhos.
  • SP-425 – Rodovia Assis Chateaubriand – Funde-se com a BR-153 nas proximidades da cidade (adotando o sentido sul ? norte) e ambas seguem em uma só pista, sob a denominação de BR-153, por um trajeto de aproximadamente 15 km, até o desmembramento das duas, dentro do perímetro urbano da cidade de São José do Rio Preto. No sentido leste, liga Rio Preto à Olímpia, Barretos e Ribeirão Preto. No sentido sudoeste, segue para Presidente Prudente e a fronteira com o estado do Paraná.
  • SP-355 – Rodovia Maurício Goulart
  • SP-427 – Rodovia Délcio Custódio da Silva

Anel viário

O prefeito Valdomiro Lopes conseguiu a inclusão no plano de obras do DER – Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo – , da construção do anel viário na região norte de São José do Rio Preto. Deverão ser investidos R$ 150 milhões no projeto que vai interligar as principais rodovias que cruzam a cidade.

O projeto vai fazer a ligação entre as rodovias BR-153 e Washington Luís, seguindo até a BR-153 novamente na altura do limite com a cidade de Bady Bassitt.

Os governos estadual e municipal já fizeram o projeto básico da obra, que serviu de base para a inclusão da via no plano do DER. O anel viário compreende cerca de 31,5 km e faz parte do Plano Viário do município. O percurso a ser executado abrange três municípios: Rio Preto, Mirassol e Ipiguá.

Economia

Swift, antiga fábrica histórica da cidade.
  • Rio Preto é considerado um dos melhores municípios do país para se fazer negócios (Revista Sumula Econômica).[carece de fontes?]
  • Rio Preto também é considerado a 2ª cidade mais desenvolvida do Brasil.(Segundo o Índice FIRJAN/2009)
  • Em relação ao potencial de consumo, é a 11ª do estado e 40ª do país, com movimentação anual de R$ 3 bilhões, consumo per capita urbano de R$ 9.707,00 e área de atração regional de 2 milhões de consumidores.
  • Em 2007, o PIB verificado foi de R$ 6.528,792 e o PIB per capita, de R$ 16.610,00.[7]
  • 95.376 pessoas iniciaram o ano de 2008 com registro em carteira assinada. Um crescimento de 13,6 % em relação a 2006.[carece de fontes?]
  • A PEA (População Economicamente Ativa) desocupada é de cerca de 26 mil pessoas (dados de 2000).
  • 39ª cidade que mais gerou empregos no país em 2007.
  • Não há predominância de uma atividade econômica no município, onde diversos setores se destacam, principalmente o de serviços.
Arrecadação (2007)
  • ICMS: R$ 91.329.676,00
  • IPTU: R$ 51.708.856,00
  • FPM (Fundo de Participação dos Municípios): R$ 29.480.306,00
  • ISS: R$ 45.307.711,00
  • Total: R$ 458.102.938,00
Capacidade econômica instalada do município
  • 13 minidistritos
  • 3 distritos industriais
  • 1 parque tecnológico
  • 2.852 indústrias (todos os portes)
  • 13.708 empresas de comércio
  • 7.950 empresas de serviço
  • 110 empresas de agro negócios
  • 72 agências bancárias (jan/2009 - Fonte Banco Central)
  • 25 feiras livres
  • 1 recinto de exposições

Qualidade de vida

Praça no centro da cidade.
  • Possui IDH de 0,834, taxa de mortalidade infantil de 11,86/1000 e esperança de vida de 71,3 anos (Dados de 2002).
  • Em 2005, a taxa de mortalidade infantil (por mil nascidos vivos), foi de 10,2.
  • Possui 7 hospitais, 1482 leitos, 1162 médicos e 29 UBS (Unidades Básicas de Saúde).
  • Tem o 2° lugar em longevidade e 3° em escolaridade do estado e a taxa de alfabetização entre adultos é de 95%.[carece de fontes?]
  • A taxa de alfabetização se encontra na casa dos 95% de adultos.
  • Na área educacional, o município possui um dos mais baixos índices de evasão escolar do país, 0,87%.[carece de fontes?]
  • No ensino superior, representa 3,51% da população do estado, com nove unidades voltadas aos 263 cursos de graduação e 66 cursos de pós-graduação, com um total de 22.670 alunos.
  • Considerada a 2ª melhor cidade para se viver no Brasil (segundo a Federação das Industrias do rio de Janeiro)[8]

Esportes

  • O município já foi sede de Jogos Abertos.
  • Possui boa infra-estrutura de esportes amadores, destacando-se a pista de atletismo do Eldorado, uma das melhores do país.
  • Destaca-se, dentre outros esportes, no xadrez, judô, basquete, vôlei, corrida e tênis (Tiago Alves, que é o 127º no Ranking Mundial)[carece de fontes?]
  • Atualmente possui dois times de Futebol o América Futebol Clube, e o Rio Preto Esporte Clube, ambos da segunda divisão do campeonato paulista de futebol.
  • O estádio Benedito Teixeira, do América, tem capacidade para 36.426 espectadores, figurando entre os 8 maiores estádios privados do Brasil. Recebeu a final do campeonato Brasileiro de 2004, onde o Santos foi campeão e freqüentemente é palco de clássicos (mando dos times grandes da capital paulista).

Indicadores de infra-estrutura

A malha viária urbana de São José do Rio Preto apresenta um bom quadro em termos de pavimentação asfáltica, com praticamente 100% das vias asfaltadas.[carece de fontes?] Possui cerca de 238 mil veículos licenciados e registrados (Dados de 2005). A população atendida por abastecimento de água é de 99% e o esgotamento sanitário atende 95% da população total. A coleta e transporte de resíduos sólidos (lixo) domiciliar/comercial atende 100% da área urbana e dos 2 Distritos, Engenheiro Schmitt e Talhado, e de 99% da área rural estendida (condomínios de chácaras).

São José do Rio Preto possui 72 agências bancárias, 30 postos de atendimento bancário e 131 postos de atendimento eletrônico. (fonte: Banco Central do Brasil - fev/2009).

O município é servido por uma rede hoteleira diversificada, possuindo hotéis de alto padrão a mais simples, por vezes aportando público em grandes eventos, tais como Festa do Peão de Barretos e outros.

Atualmente está sendo construída a Estação de Tratamento de Esgoto que deve ficar pronta até meados de 2008, fazendo de São José do Rio Preto um dos poucos municípios do país a ter 100% do esgoto tratado. A estação de tratamento já foi projetada esperando um aumento da população para os próximos 20 anos, ou seja, ela pode ser ampliada de acordo com a demanda do município.

No setor de turismo regional, pode-se destacar os lagos de água doce da região, que compõe o denominado Aquífero Guarani. A região possui grande potencial turístico, principalmente onde as águas foram represadas pelas imensas Hidrelétricas. Diversas prefeituras e empreendimentos particulares adequaram a utilização deste manancial de águas (por vezes térmicas, quentes) para diversão e lazer, onde podemos viajar por grande parte do estado de São Paulo por hidrovias, vislumbrando paisagens belas e incentivando assim o ecoturismo, além de desfrutar muito próximo à município termas de águas quentes (tal como Fernandópolis, Olimpia dentre outras).

Além de possuir o FIT, Festival Internacional de Teatro, que é realizado no mês de julho, diversos espetáculos nacionais e internacionais são apresentados durante os quinze dias que se realiza o festival, uma das características principais do festival é levar a cultura a todas as pessoas e a lugares diferentes que não seja o Teatro. Durante o festival a cidade se torna o palco dos espetáculos.

Educação

São José do Rio Preto tem características de cidade universitária. No ensino público destaca-se o campus da Unesp, mais especificamente o Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE), a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP) e a Faculdade de Tecnologia (FATEC). A rede particular é maior,tendo a UNINTER - Pólo São José do Rio Preto , a Unip como universidade, Unirp e Unorp como centros universitários, além de três grandes faculdades: Unilago, Faculdade Ceres FACERES e Faculdades Dom Pedro II. Nos municípios próximas a São José do Rio Preto encontramos outras faculdades e centros universitários que oferecem cursos de graduação e pós-graduação, dentre as quais podemos destacar: Faculdade Dom Bosco (Monte Aprazível), Unifaimi (Mirassol), Centro Universitário de Votuporanga (Votuporanga), Fundação Padre Albino (Catanduva), Universidade Camilo Castelo Branco e Fundação Educacional de Fernandópolis (ambas em Fernandópolis). Essa estrutura universitária cria uma competição positiva entre as instituições, criando preços atrativos e oferecendo qualidade nos cursos oferecidos. É uma região onde se pode fazer um bom curso a preço justo.

Fachada do edifício da prefeitura.
Câmara dos vereadores.

Imprensa

  • No município circulam três jornais, Diário da Região, o mais antigo, com mais de 50 anos de circulação, o Bom Dia e o DHoje.
  • O município é servido por várias emissoras de televisão como: TV TEM, Record Rio Preto,SBT,Canal 16,Rede Vida e TV Câmara.
  • A cidade de São José do Rio Preto também é servida por diversas rádios como: Band FM, Líder FM, Tupi FM, Independência FM, FM Diário, Gospel FM, Metrópole AM entre outras.

Administração

  • Prefeito: Valdomiro Lopes da Silva Jr. (2009/2012)
  • Vice-prefeito: Gaber Lopes
  • Presidente da câmara: Jorge Menezes Silva (2009/2010)

A Câmara dos vereadores possui 17 cadeiras e seu prédio localiza-se junto ao paço municipal.

Símbolos municipais

Bandeira municipal

Bandeira municipal.

A bandeira da cidade foi criada em 1936[9] com as mesmas cores da bandeira do estado de São Paulo, vermelho, preto e branco. Ela é composta por um retângulo vermelho recortado horizontalmente e verticalmente por faixas brancas maiores e essas por faixas pretas menores. O centro da bandeira possui um losângulo branco e no centro deste o brasão da cidade. A cor vermelha representa o amor-pátrio, dedicação, audácia, intrepidez, coragem e a valentia.[9]

Brasão municipal

Brasão municipal.

O brasão da cidade foi originalmente criado em 1936 pelo artista Wast Rodrigues.[10] Porém, em razão do desaparecimento do trabalho original, o prefeito Dr. Philadelpho Gouveia Netto encomendou, ao artista rio-pretense Antonio Portela,[10] uma recomposição do trabalho no ano de 1952.[10]

O brasão do município, que também aparece em sua bandeira bandeira, tem as seguintes representações:[9]

  • As torres no topo: são oito torres ao todo, das quais apenas cinco são visíveis na perspectiva no desenho, indicam que a cidade é sede de sua Comarca;
  • O escudo prateado: representa a paz, a amizade, o trabalho, a prosperidade, a pureza e a religiosidade;
  • A águia negra: simboliza o poder, a vitória, o império, a prosperidade, a benignidade e a generosidade. Em suas garras, ela traz ramos floridos de lírio, que simbolizam o santo padroeiro da cidade, São José;
  • A faixa preta levemente ondulada representa o Rio Preto, que compõe o nome da cidade, e os casebres representam o município primitivo;
  • Os ramos ao lado do desenho central: são hastes de cana-de-açúcar, galhos de café, ramos de algodão, milho e arroz, que lembram a importância econômica e histórica dessas plantas para o município.

Hino da cidade

  • Letra: Ferdinando Giovinazzo[11]
  • Música: Deocleciano de Souza Vianna (Vianninha)[11]
  • Partitura: cedida pela família Ramos Vianna[11]

Letra

I
Das sementes da luta e trabalho
Brotam flores de puro ideal
E a cidade ao compasso do malho
Vai seguindo na marcha triunfal
CORO
São José do Rio Preto,
Tua marcha, tua fé,
Vão levando para a glória
O pendão de São José
II
Ó viajor que de longe vieste
Para ver esta gente viril,
Vem conosco que vamos p'ro Oeste
Desbravar os sertões do Brasil
III
Pela Pátria a marchar, que alegria
Todo um século vela por nós
É tão grande o fervor que nos guia
Que o Brasil há de ouvir nossa voz

Curiosidades

  • Existem no Brasil mais dois municípios com nomes semelhantes: Rio Preto, no estado de Minas Gerais e São José do Vale do Rio Preto, no estado do Rio de Janeiro.
  • Na década de 1940, o governo federal decidiu alterar o nome do município para "Iboruna", Rio Preto em Tupi Guarani, para evitar a confusão entre os municípios. Nesta época, não existia o "São José", que foi acrescido ao nome justamente para evitar equívocos.


Quem nasce em São José do Rio Preto é riopretense


Fonte: Wikipedia

Produtos em São José do Rio Preto





Alimentos em Geral Defensivos Agrícolas Implementos Mudas/Ramas Serviços
Alimentos para Nutrição Animal Diversos Instalações Rurais Peças/Aditivos/Acessórios Shopping MF Rural
Animais Embalagens Máquinas Pesadas Pneus Tratores Agrícolas
Caminhões Exportação/Importação Máquinas/Equipamentos Procuro/Compro/Troco Utensílios Agropecuários
Carrocerias/Furgões Fazendas/Imóveis Rurais Medicamentos Sementes Veículos
Colheitadeiras/Colhedoras Fertilizantes Agrícolas
Os anúncios que estão em nosso site são de vendedores cadastrados.br />
Efetue uma busca no site para verificar se existe algum produto ou serviço que deseja.

Para entrar em contato com eles basta clicar no anúncio e em seguida em "Fale com o Vendedor".

Caso tenha alguma dúvida sobre o funcionamento do site entre em contato conosco.

Continuar    Cancelar