Publicidade
 Produtos Agrícolas por estado
 Produtos Agrícolas por cidade
Produtos Agrícolas em Alvarães Produtos Agrícolas em Amaturá Produtos Agrícolas em Anamã Produtos Agrícolas em Anori Produtos Agrícolas em Apuí Produtos Agrícolas em Atalaia do Norte Produtos Agrícolas em Autazes Produtos Agrícolas em Barcelos Produtos Agrícolas em Barreirinha Produtos Agrícolas em Benjamin Constant Produtos Agrícolas em Beruri Produtos Agrícolas em Boa Vista do Ramos Produtos Agrícolas em Boca do Acre Produtos Agrícolas em Borba Produtos Agrícolas em Caapiranga Produtos Agrícolas em Canutama Produtos Agrícolas em Carauari Produtos Agrícolas em Careiro Produtos Agrícolas em Careiro da Várzea Produtos Agrícolas em Coari Produtos Agrícolas em Codajás Produtos Agrícolas em Eirunepé Produtos Agrícolas em Envira Produtos Agrícolas em Fonte Boa Produtos Agrícolas em Guajará Produtos Agrícolas em Humaitá Produtos Agrícolas em Ipixuna Produtos Agrícolas em Iranduba Produtos Agrícolas em Itacoatiara Produtos Agrícolas em Itamarati Produtos Agrícolas em Itapiranga Produtos Agrícolas em Japurá Produtos Agrícolas em Juruá Produtos Agrícolas em Jutaí Produtos Agrícolas em Lábrea Produtos Agrícolas em Manacapuru Produtos Agrícolas em Manaquiri Produtos Agrícolas em Manicoré Produtos Agrícolas em Maraã Produtos Agrícolas em Maués Produtos Agrícolas em Nhamundá Produtos Agrícolas em Nova Olinda do Norte Produtos Agrícolas em Novo Airão Produtos Agrícolas em Novo Aripuanã Produtos Agrícolas em Parintins Produtos Agrícolas em Pauini Produtos Agrícolas em Presidente Figueiredo Produtos Agrícolas em Rio Preto da Eva Produtos Agrícolas em Santa Isabel do Rio Negro Produtos Agrícolas em Santo Antônio do Içá Produtos Agrícolas em São Gabriel da Cachoeira Produtos Agrícolas em São Paulo de Olivença Produtos Agrícolas em São Sebastião do Uatumã Produtos Agrícolas em Silves Produtos Agrícolas em Tabatinga Produtos Agrícolas em Tapauá Produtos Agrícolas em Tefé Produtos Agrícolas em Tonantins Produtos Agrícolas em Uarini Produtos Agrícolas em Urucará Produtos Agrícolas em Urucurituba Produtos Agrícolas em Manaus

 
Você está vendo Produtos Agrícolas em codajas

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Facebook


Produtos Agrícolas na cidade de codajas no Amazonas.


Foram encontrados 1 anúncio‎s. Clique no menu ao lado para consultar Produtos Agrícolas em outra região.



 

Preço a vista:
R$ 250,00

Castanha e Açaí

Contrato De venda de produto regional
Temos uma propriedade no lago do Badajós, com 3 mil hectares, com plantio de Açaí e castanha, vamos começar um projeto de estrutura, organização e levantamento de quantidade em produção para exportação pra fora do estado e se possível fora...
<< Voltar Avançar >>
Página 1 de 1



Produtos Agrícolas em codajas-AM

Detalhes sobre a cidade de Codajás

Da aldeia dos índios Cudaiás, os habitantes primitivos da região, originou-se a cidade de Codajás, fundada por José da Rocha Turi, um dos mais famosos pioneiros do povoamento do Solimões. (“História do Amazonas” – A C. Ferreira Reis).

Codajás é um dos municípios mais antigos do Amazonas. Em 30 de junho de 1862, pela lei provincial nº 175, é criada a freguesia de Nossa Senhora das Graças de Codajás, mais tarde em 1 de maio de 1874, através da lei provincial nº 287, dá-se a elevação a vila, sendo o município instalado em 5 de agosto de 1975.

Somente em 10 de abril de 1891, pelo Decreto Estadual nº 95-A, é criado o termo judiciário de Codajás, subordinado à comarca de Coari. Mais tarde, o município foi dividido em quatro distritos: Codajás, Badajós, Anori e Anumã.

Em 27 de setembro de 1911, durante o governo de Antônio Clemente Bittencourt, aravés da lei estadual nº 682, é criada a comarca de Codajás, que se instala em 25 de janeiro de 1912. Mas, em 30 de outubro de 1913, pela lei estadual nº 141, é extinta a comarca, e o termo de Codajás passou a subordinar-se o termo de Coari.

O governador César do Rego Monteiro, em 7 de fevereiro de 1922, pela lei nº 1.133, foi restaurada a comarca de Manacapuru, a qual foi novamente anexado o termo de Codajás. Mas em 10 de março de 1924, pela lei nº 1.220, voltou a subordinar-se novamente à comarca de Coari, o que foi desfeito pela lei nº 1.223 em 4 de janeiro de 1926, voltou mais uma vez a integrar a comarca de Manacapuru.

Durante o governo de Álvaro Botelho Maia, em 28 de novembro de 1930, por força do ato estadual nº 45, foi suprimido o município de Codajás, cujo território foi anexado ao de Coari. Mas, em 14 de setembro de 1931, pelo ato estadual nº 33, foi restaurado, ficando o termo judiciário subordinado a comarca de Manacapuru, e o município constituído de um só distrito.

Na divisão judiciária de 1937, ocorrida no segundo governo de Álvaro Botelho Maia, foi criada Codajás como termo único de comarca do mesmo nome. Em 30 de março de 1938, pela lei estadual nº 68, a sede municipal recebe foros de cidade. Ainda no governo de Álvaro Botelho Maia houve a divisão administrativa, fixada pelo decreto-lei estadual nº 176, de 1 de dezembro de 1938, figura o município de Codajás com três distritos: Codajás, Anamã e Anori. Os dois últimos foram criados pelo mesmo decreto citado, com território desmembrado do distrito-sede, mantendo até 1956 a mesma composição distrital, e é sede da comarca do mesmo nome.



Mais detalhes sobre Codajás
Consulte abaixo as categorias divididas por estado

Atendimento Online MF Rural