Publicidade
 Produtos Agrícolas por estado
 Produtos Agrícolas por cidade
Produtos Agrícolas em Alvarães Produtos Agrícolas em Amaturá Produtos Agrícolas em Anamã Produtos Agrícolas em Anori Produtos Agrícolas em Apuí Produtos Agrícolas em Atalaia do Norte Produtos Agrícolas em Autazes Produtos Agrícolas em Barcelos Produtos Agrícolas em Barreirinha Produtos Agrícolas em Benjamin Constant Produtos Agrícolas em Beruri Produtos Agrícolas em Boa Vista do Ramos Produtos Agrícolas em Boca do Acre Produtos Agrícolas em Borba Produtos Agrícolas em Caapiranga Produtos Agrícolas em Canutama Produtos Agrícolas em Carauari Produtos Agrícolas em Careiro Produtos Agrícolas em Careiro da Várzea Produtos Agrícolas em Coari Produtos Agrícolas em Codajás Produtos Agrícolas em Eirunepé Produtos Agrícolas em Envira Produtos Agrícolas em Fonte Boa Produtos Agrícolas em Guajará Produtos Agrícolas em Humaitá Produtos Agrícolas em Ipixuna Produtos Agrícolas em Iranduba Produtos Agrícolas em Itacoatiara Produtos Agrícolas em Itamarati Produtos Agrícolas em Itapiranga Produtos Agrícolas em Japurá Produtos Agrícolas em Juruá Produtos Agrícolas em Jutaí Produtos Agrícolas em Lábrea Produtos Agrícolas em Manacapuru Produtos Agrícolas em Manaquiri Produtos Agrícolas em Manicoré Produtos Agrícolas em Maraã Produtos Agrícolas em Maués Produtos Agrícolas em Nhamundá Produtos Agrícolas em Nova Olinda do Norte Produtos Agrícolas em Novo Airão Produtos Agrícolas em Novo Aripuanã Produtos Agrícolas em Parintins Produtos Agrícolas em Pauini Produtos Agrícolas em Presidente Figueiredo Produtos Agrícolas em Rio Preto da Eva Produtos Agrícolas em Santa Isabel do Rio Negro Produtos Agrícolas em Santo Antônio do Içá Produtos Agrícolas em São Gabriel da Cachoeira Produtos Agrícolas em São Paulo de Olivença Produtos Agrícolas em São Sebastião do Uatumã Produtos Agrícolas em Silves Produtos Agrícolas em Tabatinga Produtos Agrícolas em Tapauá Produtos Agrícolas em Tefé Produtos Agrícolas em Tonantins Produtos Agrícolas em Uarini Produtos Agrícolas em Urucará Produtos Agrícolas em Urucurituba Produtos Agrícolas em Manaus

 
Você está vendo Produtos Agrícolas em eirunepe

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Facebook


Produtos Agrícolas na cidade de eirunepe no Amazonas.


Foram encontrados 2 anúncio‎s. Clique no menu ao lado para consultar Produtos Agrícolas em outra região.



 

Preço a vista:
R$ 600,00

Área à venda de 128.000 hectares, em Eirunepè no Amazonas

Área com 128.000 hectares terras tropicais no Amazonas
Área com 128 mil hectare em Eirunepè no Amazonas, mais informações: 

Preço a vista:
R$ 10.000.000,00

SERINGAL NO MUNICIPIODE EIRUNEPÉ - AMAZONAS

FLORESTA VIRGEM
VENDE-SE 3 SERINGAIS:1) SERINGAL JAPURÁ - situado no municipio de Eirunepé - AM à margem esquerda do Rio Juruá, areá de 83.321.200 metros quadrados, frente de 15.000 metros.2) SERINGAL LEALDADE - situado no municipio de Eirunepé - AM à m...
<< Voltar Avançar >>
Página 1 de 1



Produtos Agrícolas em eirunepe-AM

Detalhes sobre a cidade de Eirunepé

A cidade nasceu como São Felipe do Rio Juruá, no ano de 1894.No ano de 1930 a vila de São Felipe passou a demominar-se João Pessoa, dando em conseqüência o Ato nº 317, de 05 de março de 1931.Em 31 de dezembro de 1943 pelo Decreto-Lei Estadual nº 1.186, o município e o distrito sede passam a denominar-se Eirunepé.O nome Eiru ,vem do Tupi e significa Pai e Neppé significa Filho. Eiru-representa a cidade, e Nepé os moradores.



História

Nas primeiras décadas do século XIX, atraídos pela extração do látex, o auge da economia do Amazonas na época, e fugindo da seca do nordeste, cearenses, rio-grandenses do norte e paraibanos chegaram à região do Juruá e fixaram residência nos seringais, dando origem às primeiras vilas. Foi nesse contexto histórico que começou o povoamento do município hoje denominado Eirunepé.

Os primeiro habitantes foram homens nordestinos trazidos por Felipe Manoel da Cunha. Como existia uma carência muito grande de mulheres brancas, esses homens casavam-se com mulheres indígenas da tribo Kulinaã. Este fato gerou muitos conflitos com o homem branco que chegava, dividindo a opinião da tribo. Assim, aqueles que aceitavam o homem branco foram denominados Kulinas, enquanto aqueles que não aceitavam foram denominados Kanamari.

Nas primeiras décadas do século XX, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), muitos povos de vários países fugindo da guerra, procuravam outros lugares para começar uma nova vida. Ao chegarem ao Brasil, muitos eram atraídos pela borracha, principal riqueza da época, e procuravam o interior para se dedicarem ao cultivo agrícola e ao cultivo do látex.

Com o declínio da borracha, muitas famílias buscaram trabalhos em outras cidades, principalmente Manaus. Outros continuaram no campo vivendo da baixa valorização da borracha e da agricultura.

A população por ser composta de várias misturas, com fortes traços do branco nordestino com índios Kulinaã, teve também influência de povos vindos de outras regiões, como turcos, portugueses e outros. Daí, nasce uma cultura bastante diversificada, com hábitos e costumes próprios.

A cidade de Eirunepé, outrora São Felipe, está situada à margem esquerda do Rio Juruá, próximo a foz do Rio Tarauacá, que fica na margem oposta. O local em que foi erguida, foi anteriormente a sede do grande seringal Eiru, de propriedade de Felipe Manoel da Cunha, rico seringalista do Rio Juruá. A sede do Eiru desenvolveu-se consideravelmente na época em que o preço da borracha passou por uma grande valorização. Formação Administrativa Eiru assumiu aspecto de povoado, em uma bela terra firme, na margem envolvente de uma bela curva do rio.

O proprietário interessou-se por transformá-la em Vila, a fim de chamar autoridades para aquela região longínqua. Não tardou muito, Felipe Manuel da Cunha entrou em entendimento com o governo e conseguiu que fosse acrescentado no artigo nº 69, da Lei nº 33 de 04 de novembro de 1892, mais um município, que foi denominado de São Felipe do Rio Juruá. Esta lei, porém, não foi posta em execução.

A Lei nº 76, de 08 de setembro de 1894, criou no Rio Juruá um município com respectivo Termo Judiciário anexo à Comarca de Tefé, com sede em São Felipe. A Lei nº 114, de 17 de abril de 1895, transferiu a sede do Município, do lugar de São Felipe para Carauari. Feita a revisão dos limites dos Municípios do Estado, pelo Decreto nº 122, de 07 de agosto de 1896, a sede do Município de Carauari ficou incluída no território de Tefé, dando resultado ao Decreto nº 125, de 11 de agosto de 1896, transferindo a sede do Município de Carauari para o lugar de São Felipe.

Automaticamente, o Juiz de Direito, Dr. Jorge Augusto Studart julgou transferida a sede da Comarca e, se passando para a nova localidade, ali instalou a Comarca em 21 de setembro de 1896. É interessante notar que não existe nenhum Ato criando a Comarca de São Felipe.



Mais detalhes sobre Eirunepé
Consulte abaixo as categorias divididas por estado

Atendimento Online MF Rural