Publicidade
 Produtos Agrícolas por estado
 Produtos Agrícolas por cidade
Produtos Agrícolas em Água Clara Produtos Agrícolas em Alcinópolis Produtos Agrícolas em Amambaí Produtos Agrícolas em Anastácio Produtos Agrícolas em Anaurilândia Produtos Agrícolas em Angélica Produtos Agrícolas em Antônio João Produtos Agrícolas em Aparecida do Taboado Produtos Agrícolas em Aquidauana Produtos Agrícolas em Aral Moreira Produtos Agrícolas em Bandeirantes Produtos Agrícolas em Bataguassu Produtos Agrícolas em Bataiporã Produtos Agrícolas em Bela Vista Produtos Agrícolas em Bodoquena Produtos Agrícolas em Bonito Produtos Agrícolas em Brasilândia Produtos Agrícolas em Caarapó Produtos Agrícolas em Camapuã Produtos Agrícolas em Caracol Produtos Agrícolas em Cassilândia Produtos Agrícolas em Chapadão do Sul Produtos Agrícolas em Corguinho Produtos Agrícolas em Coronel Sapucaia Produtos Agrícolas em Corumbá Produtos Agrícolas em Costa Rica Produtos Agrícolas em Coxim Produtos Agrícolas em Deodápolis Produtos Agrícolas em Dois Irmãos do Buriti Produtos Agrícolas em Douradina Produtos Agrícolas em Dourados Produtos Agrícolas em Eldorado Produtos Agrícolas em Fátima do Sul Produtos Agrícolas em Figueirão Produtos Agrícolas em Glória de Dourados Produtos Agrícolas em Guia Lopes da Laguna Produtos Agrícolas em Iguatemi Produtos Agrícolas em Inocência Produtos Agrícolas em Itaporã Produtos Agrícolas em Itaquiraí Produtos Agrícolas em Ivinhema Produtos Agrícolas em Japorã Produtos Agrícolas em Jaraguari Produtos Agrícolas em Jardim Produtos Agrícolas em Jateí Produtos Agrícolas em Juti Produtos Agrícolas em Ladário Produtos Agrícolas em Laguna Carapã Produtos Agrícolas em Maracaju Produtos Agrícolas em Miranda Produtos Agrícolas em Mundo Novo Produtos Agrícolas em Naviraí Produtos Agrícolas em Nioaque Produtos Agrícolas em Nova Alvorada do Sul Produtos Agrícolas em Nova Andradina Produtos Agrícolas em Novo Horizonte do Sul Produtos Agrícolas em Paranaíba Produtos Agrícolas em Paranhos Produtos Agrícolas em Pedro Gomes Produtos Agrícolas em Ponta Porã Produtos Agrícolas em Porto Murtinho Produtos Agrícolas em Ribas do Rio Pardo Produtos Agrícolas em Rio Brilhante Produtos Agrícolas em Rio Negro Produtos Agrícolas em Rio Verde de Mato Grosso Produtos Agrícolas em Rochedo Produtos Agrícolas em Santa Rita do Pardo Produtos Agrícolas em São Gabriel do Oeste Produtos Agrícolas em Selvíria Produtos Agrícolas em Sete Quedas Produtos Agrícolas em Sidrolândia Produtos Agrícolas em Sonora Produtos Agrícolas em Tacuru Produtos Agrícolas em Taquarussu Produtos Agrícolas em Terenos Produtos Agrícolas em Três Lagoas Produtos Agrícolas em Vicentina Produtos Agrícolas em Campo Grande

 
Você está vendo Produtos Agrícolas em pedro gomes

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Facebook


Produtos Agrícolas na cidade de pedro gomes no Mato Grosso do Sul.


Foram encontrados 0 anúncio‎s. Clique no menu ao lado para consultar Produtos Agrícolas em outra região.



<< Voltar Avançar >>
Página 1 de 1



Produtos Agrícolas em pedro gomes-MS

Detalhes sobre a cidade de Pedro Gomes

Qual a origem do nome Pedro Gomes? Muitas são as versões contadas pelos antigos pioneiros mas nunca se chegou a uma conclusão definitiva, unânime. A mais popular, mais conhecida, é aquela em que o nosso Ícaro Cabloco, fazendo as suas asas de penas, colocadas com cera, quis fazer seu vôo do alto da nossa serra. Pulando lá de cima e voando como um pássaro por uns instantes, o nosso Ícaro infelizmente espatifou-se no chão, ou precisamente, no córrego que hoje leva o seu nome.

Outra versão, também muito conhecida, é que realmente o próprio Pedro Gomes aqui viveu por muito tempo.

Fala-se inclusive nos próprios parentes hoje existentes nos Estados da Bahia e Minas Gerais, que comprovam este fato ou esta origem.

Amarra Cabelo, é com orgulho e carinho que nos lembramos de você. O nosso antigo Patrimônio do Amarra Cabelo. Os nossos mais antigos moradores nos contam que as mulheres, quando havia festa na cidade, aí arrumavam ou amarravam os cabelos. Daí esta origem.

Os bravios índios Caiapós habitavam uma vasta região do Brasil, mais especificamente, aqui em Mato Grosso e Goiás. Foram os primeiros habitantes de Pedro Gomes, desde as margens do Alto Piquiri, do rio Correntes, e do Taquari, todos em território pedrogomense.

No livro Pai Pira, Marlei Cunha relata a presença dos Caiapós, noticiada por cronistas do século XVIII. Gervásio Rebelo Leite, em 1626, conta-nos que os Caiapós ocupavam a margem direita do rio Paraná e eram o pior gentio daqueles sertões.

Cabral Carmelo, em 1727, escreve: “No Itapura apareciam os Caiapós, o mais bravio de todos os gentios”.

Usavam os Caiapós incendiar a macega para tentar fazer perecer os brancos. O único meio de defesa consistia no fogo de encontro para se constituir um aceiro.

Os viajantes com destino a Cuiabá, no Pardo, começavam a dar o sinal de perigo dos Caiapós. Eram robustos e ágeis, armados de arco e flecha e de uma clara ou bilro, que enfeitavam. Sobremodo traiçoeiros, sabiam admiravelmente dissimular a presença na floresta, por pintarem de modo a ficarem com a cor do mato. Procuravam sobretudo, atacar os pousos e acampamentos onde não havia vigilância.

Cardoso de Abreu, em 1783, informa: “No vale do Rio Pardo aos caçadores perturbavam a presença dos Caiapós, que tendo perto o seu alojamento, andavam pelos campos diligenciando supreende-los. Eram os gentios os mais tiranos, cruéis e indômitos”.

Em Camapuã, Coxim (e Pedro Gomes, hoje território de Pedro Gomes, MS), tornava-se indispensável escoltar os escravos encarregados dos transportes no Varadouro. Sem tal precaução, seriam infalivelmente agredidos pelos Caiapós. Eram as monções, ou bandeiras, que vinham de São Paulo, passavam por Coxim (Pedro Gomes, rio Itiquira, conhecido como Ponte de Pedra) e iam a Cuiabá.

Os irmãos Leme, Brás Domingues e seu irmão Pedro Leme, conhecido como o Torto, em 1719, fugidos de São Paulo, chegaram à região de Cuiabá, via Camapuã-Coxim. A região de Coxim começou a se tornar mais conhecida, quando, em 1726, ali passou D. Rodrigo César de Meneses, então governador da Capitania de São Paulo, pois, ali chegando, assinou a concessão de uma sesmaria, nos sertões do Taquari, em 4 de março de 1727, a favor de João de Araújo Cabral. Outra, no rio Taquari, em 4 de abril, a favor do sargento-mor Manoel Lopes do Prado e uma outra, ainda no rio Taquari, a 31 de dezembro, a favor de Domingos Gomes Beliago. Esse último, unido a Antonio de Sousa Bastos, Manoel Caetano e padres Antonio de Morais e José de Farias, em 1729, fundaram o arraial do Beliago, à margem do rio Taquari, onde hoje, à margem oposta, se assenta Coxim, com a finalidade de socorrer as monções partidas de São Paulo para Cuiabá. O arraial fundado pouco se desenvolveu e o destacamento militar no Piquiri foi elevado à freguesia em 1850, sendo Beliago incluído dentro dos seus limites. Devido às condições técnicas, esse destacamento foi criado no hoje município de Pedro Gomes, no local conhecido como Ponte e Pedra, no Piquiri, antigo trajeto da Rodovia Campo Grande – Cuiabá. Mas, à margem de um rio navegável com a estrada que ligou ao interior de Goiás, o arraial foi-se desenvolvendo e em 1862 tomou o nome de Núcleo do Taquari, com a criação no lugar, de uma Colônia Militar, pelo governador da província, Herculano Ferreira Pena. Em abril de 1865 o núcleo é invadido por forças invasoras do Paraguai, tendo o seu comandante, capitão Antonio Pedro, se retirado do povoado, com o contingente de cento e vinte e cinco pessoas, rumo ao Norte do Estado. Aos 8 de maio do ano seguinte, a notícia da ocupação chegou a Cuiabá levada pelo cidadão Antonio Teodoro de Carvalho, morador em São Pedro, a oito léguas do núcleo. São Pedro, como veremos adiante, pertence ao município de Pedro Gomes. Ali, posteriormente, se instalou o pioneiro |João Serrou Camy.



Mais detalhes sobre Pedro Gomes
Consulte abaixo as categorias divididas por estado

Atendimento Online MF Rural