Publicidade

 Defensivos Agrícolas por estado

 Defensivos Agrícolas por cidade

Defensivos Agrícolas

Você está vendo Defensivos Agrícolas em Moema

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Foram encontrados 0 anúncios de Defensivos Agrícolas na cidade de Moema em Minas Gerais.

Clique no menu ao lado para consultar Defensivos Agrícolas em outra região.
Minas Gerais
X
Moema
X
Anterior
Página 1 de 0
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Defensivos Agrícolas em Moema/MG

Detalhes sobre a cidade de Moema

As primeiras povoações da região que hoje compõe o município de Moema foram provavelmente de "Negros Forros", fugindo do imposto da Capitação. A sesmaria do Ribeirão de Santo Antônio foi a primeira demarcação oficial de terras na região, feita em 16 de julho de 1767[5]. O povoado do "Doce", que posteriormente formaria o município de Moema, tem em suas origens dois personagens principais: Manoel da Costa Gontijo e Pedro Ferreira da Silva, que foram os dois primeiros brancos a fixar residência no povoado[6]. A Existência de negros vivendo no povoado anteriormente à chegada desses dois senhores brancos é provável, mas não existem registros históricos a respeito[7].

Pedro Ferreira da Silva Junior era neto de Manoel da Costa Gontijo e filho de Pedro Ferreira da Silva, e foi na sua parcela das terras herdadas do avô, com o falecimento de seu pai em 1875, que ele plantou a cruz-semente do povoado do Doce. Na sua fundação, o povoado era habitado pelos descendentes de Manoel da Costa Gontijo e suas famílias, sendo esta sua família a origem então do povoado do Doce, que depois viria a ser o município de Moema. É o cruzeiro plantado por Pedro Ferreira da Silva Junior na época da proclamação da república que marca, segundo a tradição, a fundação do povoado.

A Primeira capela do Doce foi uma doação de Pedro Ferreira da Silva Junior para o então padre de Bom Despacho, Pe. Nicolau Ângelo Del Duca, por volta do ano de 1900, com a condição de ter São Pedro como padroeiro. Finda a construção do altar da capela por Irineu Ferreira da Silva, vindo de Pitangui para tal construção, o povoado começou a crescer em volta dela, com lojas se instalando, e a construção de um grupo escolar, iniciada em 1918 pelo mesmo Irineu Ferreira da Silva, em terras doadas pela família de Pedro Ferreira da Silva Junior.

A Presença Negra no Doce

A presença de negros no início do povoado do Doce era marcante, como se pode ver ainda hoje nos traços físicos dos habitantes de Moema. A esposa de Pedro Ferreira da Silva Junior, Generosa Dionízio Pereira, era ela mesma negra, deixando o traço mulato nos fundadores do povoado, e até hoje, nos descendentes dos Ferreira da Silva que habitam a região.

Veja o Quilombo do Ribeirão de Santo AntônioElevação a Distrito

Seguindo um movimento popular, em 1923, o povoado do Doce foi elevado a Distrito de Bom Despacho, adotando então o nome de Moema

Mais detalhes sobre Moema

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado