Publicidade

 Defensivos Agrícolas por estado

 Defensivos Agrícolas por cidade

Defensivos Agrícolas

Você está vendo Defensivos Agrícolas em Piedade do Rio Grande

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Foram encontrados 0 anúncios de Defensivos Agrícolas na cidade de Piedade do Rio Grande em Minas Gerais.

Clique no menu ao lado para consultar Defensivos Agrícolas em outra região.
Minas Gerais
X
Piedade do Rio Grande
X
Anterior
Página 1 de 0
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Defensivos Agrícolas em Piedade do Rio Grande/MG

Detalhes sobre a cidade de Piedade do Rio Grande

Uma das importantes vias de penetração das Bandeiras nas Gerais era o Vale do Rio Aiuruoca. Através dele João de Siqueira Afonso descobre em 1705, as importantes jazidas de ouro de Aiuruoca. Atraída pela descoberta, outras expedições partem de várias cidades paulistas, como foi o caso de Simão da Cunha Gago e outros, ultrapassando Aiuruoca, subindo pelos Rios Turvo Grande e Pequeno, chegando ao Rio Grande. Foi assim que surgiu Andrelândia, já povoado em 1749, e também Piedade do Rio Grande, que nasce mais ou menos na mesma data e, em 1759, se transforma em distrito de Andrelândia, na época denominado Turvo.

A capela de Nossa Senhora da Piedade do Rio Grande foi construída por iniciativa de Salvador Lourenço de Oliveira e sua mulher, Inácia Lema de Godói, já em 1748 sendo elevada à categoria de curato a 10 de fevereiro de 1892. Antes contudo, foi o distrito criado em 1859, no município de Turvo, hoje Andrelândia.

Em 30 de agosto de 1911 muda de nome para Arantes, mas em 12 de dezembro de 1953 cria o município e restabelece a denominação de Piedade do Rio Grande.

O nome é formado por dois fatores que são a marca da cidade desde a fundação do primitivo povoado e, que ao longo de mais de dois séculos e meio, tem sido os atrativos que, ligados ao nome do município, expressam o “orgulho” do povo que tem podido ler e escrever sua história sob o manto da religião e de sua característica fisiográfica de maior importância: o Rio Grande.

Com relação ao fator religioso

Piedade, veio pela devoção dos bandeirantes que aqui chegaram e fundaram a vila e construíram uma primitiva capela (de terra batida), em 1748, dedicada à Virgem Maria com o título de Nossa Senhora da Piedade. De acordo com fatos históricos suficientemente documentados em arquivos que remontam ao ciclo do ouro, além de análise com comparação de dados, a devoção a Virgem da Piedade trazida ao campo dos Goitacazes (antigo nome de Minas Gerais) surge concomitantemente, em Piedade e na atual Barbacena cuja data de fundação é o ano de 1748.

Sabe-se, que muito tempo depois, os jesuítas, perseguidos pelo Marquês de Pombal, refugiaram-se na serra de Caeté (hoje serra da Piedade) e, pelo trabalho da evangelização, fizeram a devoção chegar a outras regiões do Estado.

Felizmente, foi possível recuperar a primeira imagem da padroeira, talhada em madeira por um daqueles grandes escultores do barroco mineiro. Sobressaem na escultura do século XVIII o Movimento e o Sentimento. Atribuí-se ao bandeirante Salvador Lourenço de Oliveira e a sua esposa Dona Inácia Lemos de Godói a construção da Capela que mais tarde tornar-se-ia a primeira Matriz Nossa Senhora da Piedade, encontrando-se, atualmente, em excelente estado de conservação.

Mais detalhes sobre Piedade do Rio Grande

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado