Publicidade

 Diversos por estado

 Diversos por cidade

Você está vendo Diversos em Pirapozinho

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Foram encontrados 0 anúncios de Diversos na cidade de Pirapozinho em São Paulo.

Clique no menu ao lado para consultar Diversos em outra região.
São Paulo
X
Pirapozinho
X
Anterior
Página 1 de 0
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Diversos em Pirapozinho/SP

Detalhes sobre a cidade de Pirapozinho

Pirapozinho era um lugarejo ligado a Presidente Prudente por uma picada aberta no meio de densa mata, sendo proprietários os srs. FRANCISCO BERTASSO e BENEDITO REIS BARREIRO.

No ano de 1933, o Dr. ALBINO GOMES TEIXEIRA, engenheiro da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente, traçou a planta de loteamento dos terrenos; lotes eram vendidos a trinta mil réis cada, tendo Francisco Nanci comprado, em longo prazo de pagamento, um quarteirão inteiro, por quatrocentos réis.

Os primeiros habitantes foram FRANCISCO NANCI, AUGUSTO NANCI, FRANCISCO MARQUES, SEBASTIÃO GIROTO, ARLINDO NOGUEIRA e os irmãos ARTUR, MANOEL, JOÃO e JOAQUIM GOUVEIA, que se instalaram em 15 de novembro de 1933.

Como o local oferecia boa passagem para os sitiantes da região, que demandavam a Presidente Prudente, acelerou-se a colonização com o desenvolvimento do comércio e a conseqüente formação de propriedades agrícolas nas imediações, propriedades estas que constituem a principal estrutura econômica do município. As famílias foram se agrupando em torno da atividade comercial e agrícola, atraindo para o local notáveis melhoramentos.

Pela Lei nº. 2.794, de 26 de dezembro de 1926, foi criado Distrito de Paz no Município e Comarca de Presidente Prudente. Pela Lei nº. 233, de 24 de dezembro de 1948, foi elevado a Município, constituído dos seguintes distritos: Pirapozinho e Narandiba.

Integrantes da comissão Pró-criação do Município, constituída em 9 de julho de 1948: • Pres.: Manoel Marques Silva • Secretário: Florisvaldo Ribeiro de Bessa • Tesoureiro: José Alves de Oliveira Filho • Membros: Manoel da Silva Santos, Francisco de Paula Barbosa Castro, Plauto Ramos Pereira Barreto, Avelino dos Santos, Américo Gori, Arthur de Toledo Freitas, Aquiles Vantini, João de Abreu, Milton Macedo Andrade, Benedito Pereira Ramos e Joaquim Divino Pantarotto.

Em 9 de abril de 1.949, foi realizada às 14,00 h. a Sessão de Instalação do Município de Pirapozinho, empossando como Prefeito o Sr. Manoel Marques Silva e os Vereadores eleitos.

Pela Lei nº. 2.456, de 30 de dezembro de 1953, foram incorporados os distritos de: Estrela do Norte, Itororó do Paranapanema e Tarabai.

Em 31 de dezembro de 1958, emancipa o distrito de Sandovalina e em 23 de março de 1964 com a Lei Estadual nº 8092, desembram-se os distritos de Narandiba, Tarabai e Estrela do Norte.

Atualmente, Pirapozinho é constituído apenas do distrito de Itororó do Paranapanema.


Fejupi

A cidade orgulha-se por ter a maior fogueira do Brasil, com mais de 50 metros de altura.

A FEJUPI (Festa Junina de Pirapozinho) é promovida pela Prefeitura Municipal em homenagem a São João Batista, o Santo padroeiro da cidade e acontece sempre entre os meses de Junho e Julho com duração inicial de uma semana, exceto em 2002 quando teve duração de 12 dias.

Nos últimos anos a duração diminuiu para 4 dias (quinta, sexta, sábado e domingo), em compensação, a qualidade da festa aumentou muito.

Shows, parque de diversões, barracas de comidas típicas (ou não) fazem parte das atrações.

A FEJUPI acontece desde 1987, deixando de ser realizada apenas em 2001, em virtude do Racionamento, mais conhecido como Escândalo do apagão e passam por lá cerca de 100.000 pessoas.

Mais detalhes sobre Pirapozinho

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado