Publicidade

 Fazendas por estado


Fazendas na cidade de Diamantina em Minas Gerais

Foram encontrados 3 anúncios de Fazendas na cidade de Diamantina em Minas Gerais.

Clique no menu ao lado para consultar Fazendas em outra região.
Minas Gerais
X
Diamantina
X

Excelente Fazenda

Vendo excelente Fazenda com 250 há , a 100 km do município de Diamantina MG, toda plana , as margens do rio Jequitinhonha,artoga de 200 há, a 22 km  do asfalto  (MG 367) , com ener...

Preço: R$ 3.750.000,00

Diamantina/MG

JAZIDA DE DIAMANTE E QUARTZO 300 HECT

FAZENDA COM JAZIDA DE DIAMANTE E QUARTIZO ENTRE OUTROS AREA PROPRIA DE 300 HECTARES COMPLETA E DOCUMENTADA...

Preço: R$ 10.000.000,00

Diamantina/MG

RESERVA LEGAL

Área de Reserva legal com (2850 mil hectares) dentro do parque estadual do biribiri, toda documentação Crea, Car e cartórios todas corretas sem ônus.Aceito proposta, amplamente neg...

Preço: R$ 14.250.000,00

Diamantina/MG
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Fazendas em Diamantina/MG

Detalhes sobre a cidade de Diamantina

O município localiza-se na Mesorregião do Jequitinhonha, estando a sede a 298 km de distância por rodovia da capital Belo Horizonte. A cidade está situada a uma altitude de 1.280 m, emoldurada pela Serra dos Cristais, na região do Alto Rio Jequitinhonha.


Distritos e Povoados
Conselheiro MataDesembargador OtoniExtração (Curralinho)InhaíGuindaMendanhaPlanalto de MinasPinheiroSão João da ChapadaSenador MourãoSopaBoa VistaBom SucessoBraúnaCovão (Bicas d'Água)MorrinhosMacacosQuartéisQuartéis do IndaiáVauDemografia

Dados do Censo - 2000

População Total: 44.259

Urbana: 37.774Rural: 6.485Homens: 21.677Mulheres: 22.582

(Fonte: AMM)

Densidade demográfica (hab./km²): 10,8

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 32,8

Expectativa de vida (anos): 68,7

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,6

Taxa de Alfabetização: 83,4%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,748

IDH-M Renda: 0,668IDH-M Longevidade: 0,728IDH-M Educação: 0,848

(Fonte: PNUD/2000)


História

Conhecida inicialmente como Arraial do Tijuco ou Tejuco, a cidade emancipou-se do município do Serro em 1831, passando a se chamar Diamantina por causa do grande volume de diamantes encontrados na região. Essas pedras eram extraídas em grandes quantidades pela Coroa de Portugal, durante o século XVII.

A vida em Diamantina no final do século XIX foi retratada por Alice Brant no seu livro Minha vida de menina, que se tornou um marco da literatura brasileira após ter sido redescoberto por Elizabeth Bishop.

Em 1938, Diamantina comemorou seus 100 anos de elevação à categoria de cidade, recebendo do IPHAN o título de Patrimônio Histórico Nacional. E, no ano de 1999, foi tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Mais detalhes sobre Diamantina

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado