Publicidade

 Fazendas/Imóveis Rurais por estado


Fazendas/Imóveis Rurais

Você está vendo Fazendas/Imóveis Rurais em Cajati

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Foram encontrados 7 anúncios de Fazendas/Imóveis Rurais na cidade de Cajati em São Paulo.

Clique no menu ao lado para consultar Fazendas/Imóveis Rurais em outra região.
São Paulo
X
Cajati
X

FAZENDA COM REFLORESTAMENTO

FAZENDA COM REFLORESTAMENTO

Localizada na divisa entre São Paulo e Paraná, próxima aos dois maiores PORTOS MARÍTIMOS  importadores e exportadores do Brasil,  estrada de chão, toda cascalhada onde passa até ca...

Preço: R$ 8.000.000,00

Cajati/SP

Vendo Sítio 16,16 alqueires em Cajati-SP

Vendo Sítio 16,16 alqueires em Cajati-SP

Sítio com 16,16 alqueires, contendo 22.000 pés de eucalipto, casa com 5 cômodos, lago, córrego, curral, chiqueiro, 10 alqueires de pasto, ótima estrada de acesso, sendo a distância...

Preço: R$ 790.000,00

Cajati/SP

Arrendamento urgente

Arrendamento urgente

Quero arrendar um sítio de + ou - 50 alqueire para criação de gado de leite, que de preferência tenha estrutura.No vale do ribeira, em registro ou cidades próximas.

Preço: R$ 0,01

Cajati/SP

Sítio a venda em Cajati Sp

Sítio a venda em Cajati Sp

Sítio situado a beira da  Regis Bitencourt ( br 116) com 10 mil pés de banana  plantados na várzea ao qual faz divisa com o rio Jacupiranguinha. Possui entrada própria e com mais e...

Preço: R$ 350.000,00

Cajati/SP

Ótimo sítio de 5 alqueires em Cajati - SP

Ótimo sítio de 5 alqueires em Cajati - SP

Propriedade rural: Sítio de 5 alqueires localizado na BR 116 - km 514. Possui acesso pela BR nos dois sentidos. Fácil acesso de carro. Faz divisa com um Rio. Atualmente tem plantaç...

Preço: R$ 195.000,00

Cajati/SP

FAZENDA ESPETACULAR EM CAJATI SP BARATA PARA PECUARIA OU REFLORESTAMENTO COM RENDA EXCELENTE

FAZENDA ESPETACULAR EM CAJATI SP BARATA PARA PECUARIA OU REFLORESTAMENTO COM RENDA EXCELENTE

FAZENDA EM CAJATI SAO PAULOAREA DE 1867 HECTARES GEORREFERENCIADACASACURRALMARGEM ASFALTOLOGISTICA ESPETACULARRELEVO PLANO , ONDULADO E SEMI ONDULADO. APTIDAO PECUARIA E REFLORESTA...

Preço: R$ 5.500.000,00

Cajati/SP

Sitio | Cajati SP | Vale do RIbeira | Pastagens | Pomar | Nascentes | Lagoas

Sitio | Cajati SP | Vale do RIbeira | Pastagens | Pomar | Nascentes | Lagoas

Sítio localizado próximo  4.5 km do Centro da cidade de Cajati, com acesso por estrada asfaltada. Localiado naRegião do Vale do Ribeiral,  estao de São Paulo,  rica em Reservas de ...

Preço: R$ 1.200.000,00

Cajati/SP
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Fazendas/Imóveis Rurais em Cajati/SP

Detalhes sobre a cidade de Cajati

Cajati, em idioma Tupi significa "árvore de folhas compridas". O município foi fundado em 1930, pelo índio Botujuru e o português Matias de Pontes, com o intuito de explorar a mata em busca de ouro.

A história de Cajati tem sua origem na segunda década do século XIX, com a chegada, no porto de Cananeia, de alguns jovens portugueses, dentre eles, Matias de Pontes. Na sua busca por ouro, Matias e um índio chamado Botujuru, foram desbravando e explorando a mata adentro, por onde ninguém jamais havia passado. Para poder caminhar, precisava abrir muitas picadas, pois a mata era muito densa e sua vegetação cruzava sobre o rio estreito e profundo, impedindo, assim, a sua penetração. Daí surgiu a ideia de construírem uma canoa para navegarem sobre o rio, que mais tarde se chamaria Canha. Logo descobriram que esse rio mais parecia um ribeirão, pois desembocava em outro rio bem maior e mais fundo. Ao subirem o rio, encontraram uma bela praia, onde surgiu a ideia de montar um acampamento. Durante uma noite turbulenta sob um temporal, tiveram que abandonar o acampamento às pressas, dirigindo-se para o alto (esse lugar é atualmente a Praça Matriz de Jacupiranga).

A aventura continuou e desta vez, pelo rio adentro. Matias queria conhecer a região, porém Botujuru, ao contrair maleita (malária), veio a falecer, sendo o primeiro ser humano a ser enterrado no lugar. Matias e outros apossaram-se de duas glebas de terras: o acampamento e outra localizada rio acima, onde havia uma pequena cachoeira, que por essa razão, passou a ser chamada Cachoeira (atualmente Cajati). Logo em frente, estava a Serra do Guaraú. Matias prosseguiu as investidas nas proximidades do rio, colocando nome nos lugares, sendo Cachoeira o seu favorito. Para a canoa se deslocar, tiveram que abrir um canal, hoje, o atual município de Cajati, local em que Matias residiu por mais de 50 anos. Outros lugares foram denominados, como: Pouso Alto, pelo fato de dormirem numa árvore por medo das feras, rio Azeite, por encontrarem uma enorme pedra, na qual um garrafão de azeite de mamona foi quebrado e ao se referirem ao rio, vinha a lembrança do azeite derramando, Lavras, pelo fato de encontrarem vestígios de pessoas que lá haviam passados e lavrados uma canoa (eram o termo atribuído, quando se fazia uma canoa trabalhando a madeira bruta).

Na década de 30 o Brasil tinha grande falta de cimento e fertilizantes e suas necessidades eram atendidas por importação. A comprovação da existência de magnetita e apatita nas rochas de um vulcão extinto, feita por Theodoro Knechit, levou o grupo Moinho Santista, que naquela época fabricava apenas tecidos, a pedir autorização do governo brasileiro para explorar o calcário das jazidas locais. Em 1938, foi lhe concedido o direito de lavra (exploração) de calcário e apatita no Morro da Mina, iniciando no ano seguinte as suas atividades.

A Serrana S/A de Mineração começou, construindo uma vila de operários onde apenas existiam casas feitas de barro dos trabalhadores dos bananais. Foi necessário construir uma estrada de ferro, que levasse a apatita da mina, pela margem esquerda do rio Jacupiranga, a sede do município. Numa segunda etapa, era transportada até o porto de Cubatão, em Cananeia e, em seguida levada em barco de Santos para novamente por ferrovias, chegar a São Paulo.

Mais detalhes sobre Cajati

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado