Publicidade

 Máquinas/ Equipamentos Agrícolas por estado


Máquinas/ Equipamentos Agrícolas na cidade de Esmeraldas em Minas Gerais

Foram encontrados 4 anúncios de Máquinas/ Equipamentos Agrícolas na cidade de Esmeraldas em Minas Gerais.

Clique no menu ao lado para consultar Máquinas/ Equipamentos Agrícolas em outra região.
Minas Gerais
X
Esmeraldas
X

Tanque 8mil lt, muito conservado

Tanque 8mil lt em otimo estado, nao pintei para que o comprador veja como se encontra!estava armazenando agua. Aceito cartão. 

Preço: R$ 5.800,00

Esmeraldas/MG

Jau andaime suspenso

Bomdia,desculpe icomodar! E porque estou pesquisando empresas que mexe no ramo civil, e fazem aluguel desses equipamentos,ou vendem,vim oferecer este equipamento que talvez possa i...

Preço: R$ 16.000,00

Esmeraldas/MG

Andaime Eletrico

Andaime elétrico 2,00 largura por, 1,30 de comprimento.Obs: o andaime esta desmontado para facil locomocao  do produto.Andaime semi-novo.Interessados,aceito proposta pode ser carr...

Preço: R$ 18.000,00

Esmeraldas/MG

tanque de leite e ordenha

vendo um tanque de 1000litros da marca purinox e uma ordenha para 4 vacas de tanbor tudo por 18000.00 e troco por bezerros machos meu telefone 

Preço: R$ 18.000,00

Esmeraldas/MG
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Máquinas/ Equipamentos Agrícolas em Esmeraldas/MG

Detalhes sobre a cidade de Esmeraldas

Em 1918 o Anuário de Minas Gerais, dirigido pelo Dr. Nelson de Senna, reproduziu um estudo publicado no periódico O Quiteirense, no qual atribui-se a fundação de Esmeraldas à bandeira de Fernão Dias Paes Leme, que em junho de 1674, penetrou no vale do rio Paraopeba. Os irmãos Coelho, que faziam parte dessa expedição, encontraram um bom lugar para a prática da agricultura e se instalaram. Ao contrário dos irmãos Coelho, Fernão Dias folgou por aproximadamente um ano e deixou a região à procura das riquezas minerais, que tanto sonhava.

Depois do estabelecimento dos irmãos Coelho, se instalaram ali outros moradores. Uma das primeiras construções foi a Fazenda da Dona Izabel. Dentro dela surgiu uma capela sob a invocação de Santa Quitéria, sendo a imagem da santa e o altar trazidos direto de Portugal pelos irmãos Coelho. Com o passar do tempo, foi surgindo no entorno da capela um povoado de mesmo nome. Em meados do século XVIII, na década de 1750, o capitão Antônio Barbosa Leão, proprietário da fazenda, doou os terrenos, que passaram a fazer parte dessa capela.

Em 14 de julho de 1832, em Decreto Imperial assinado por Diogo Antônio Feijó, foi criada a freguesia de Santa Quitéria. Em 16 de setembro de 1901 a Lei Estadual nº 319 cria o município de Santa Quitéria, desmembrado de Sabará. No início, a cidade era composta por quatro distritos: Sede da Vila de Santa Quitéria, Contagem, Capela Nova de Betim, e Vargem do Pântano (atual Ibirité). A Lei Estadual nº 893, de 10 de Setembro de 1925, elevou a Vila de Santa Quitéria à categoria de cidade. O Decreto Lei nº 1058, de 31 de dezembro de 1943, Alterou o nome da cidade de Santa Quitéria para Esmeraldas, em homenagem ao bandeirante Fernão Dias, que era conhecido como o caçador das esmeraldas. [5]


Histórico

Emancipada em setembro de 1901, Esmeraldas é parte da intrigante história bandeirante do Brasil. Integrada ao circuito Verde Trilha dos Bandeirantes - cidades marcadas pela passagem das bandeiras – sua história inicia-se no século XVII, quando o desbravador Fernão Dias Paes Leme acalentava seu grande sonho: descobrir pedras preciosas. Surgida às margens do caminho que ligava Pitangui à Sabará - o primeiro nome da cidade foi em homenagem à Santa Quitéria - em razão do terreno cedido pelo fazendeiro Antônio Barbosa Leão, no ano de 1735, para a construção da capela. Com um clima ameno e uma bela paisagem panorâmica, em seu entorno surgiram as primeiras casas, iniciando-se as sementes de uma comunidade. Aos poucos, o povoado transformaria em centro de vida civil, religiosa, social e econômica. Mais de um século depois de sua fundação, em decreto imperial assinado pelo regente Feijó, criou-se a freguesia de Santa Quitéria, no dia 14 de julho de 1832. Em 1901, criou-se o município de Santa Quitéria, desmembrando-se de Sabará, composto àquela época por quatro distritos: o da Vila Santa Quitéria (sede do município) e os de Capela Nova do Betim, Contagem das Abóboras e Vargem da Pantana (Ibirité). Pouco tempo depois, no dia 30 de agosto de 1911, os distritos de Contagem e Vargem de Pantana desmembraram-se do município de Santa Quitéria e passaram a compor o novo município de Contagem. Por conseguinte, Santa Quitéria ficou composta por dois distritos: o da sede de Santa Quitéria e o de Capela Nova Betim. Em razão das mudanças territoriais, em 1943, o município de Santa Quitéria passou a se chamar Esmeraldas, por força do Decreto Lei nº 1.058 daquele ano, quando o território municipal ficou composto dos distritos da sede (Esmeraldas, ex-Santa Quitéria), Andiroba (ex-Buriti) e Melo Viana (ex-Palmital). Promulgada pela Lei Orgânica em 18 de março de 1990, institui-se 16 de setembro o dia do Município.

Mais detalhes sobre Esmeraldas

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado