Outros Vermífugos na cidade de Guaiçara em São Paulo

Foram encontrados 0 anúncios de Outros Vermífugos na cidade de Guaiçara em São Paulo.

Clique no menu ao lado para consultar Outros Vermífugos em outra região.
São Paulo
X
Guaiçara
X
Anterior
Página 1 de 0
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Outros Vermífugos em Guaiçara/SP

Detalhes sobre a cidade de Guaiçara

Localiza-se a uma latitude 21º37'19" sul e a uma longitude 49º47'55" oeste, estando a uma altitude de 461 metros. Sua população estimada em 2006 é de aproximadamente 10.357 habitantes. Guaiçara está em pleno desenvolvimento sendo uma das que mais cresceram na região centro-oeste paulista. Um dos destaques da cidade é a Estação Criatividade - Geraldino da Silva, onde uma antiga estação ferroviária da Noroeste do Brasil (NOB) foi restaurada, dando início a um espaço cultural.

Possui uma área de 269,3 km².

Demografia

Dados do Censo - 2000

População total: 9.211

Urbana: 8.070Rural: 1.141Homens: 4.584Mulheres: 4.627

Densidade demográfica (hab./km²): 34,20

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,38

Expectativa de vida (anos): 72,03

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,54

Taxa de alfabetização: 90,76%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,778

IDH-M Renda: 0,681IDH-M Longevidade: 0,784IDH-M Educação: 0,868

(Fonte: IPEADATA)


História

13 de Dezembro é comemorado o aniversário de Guaiçara. Hoje, a cidade abriga cerca de 11.357 moradores e é muito conhecida na região pelo seu verde e pela sua tradicional Festa de São joão Batista. Entretanto, para que Guaiçara chegasse a ser um município foi necessário muito esforço de seus antigos moradores, cujas Histórias nunca devem ser esquecidas.

Por volta do ano de 1919, Guaiçara dava seus primeiros passos dentro do Brasil, movida pela Estrada de Ferro Noroeste. Foi nesse ano que Elias Gonçalves Salvador comprou um sítio, situado a margem direita dos trilhos da ferrovia (sentido Bauru -Araçatuba). Em suas terras, começaram a chegar trabalhadores para cortar lenha para estrada de ferro, e para extrair madeira para construção de casas. No início de 1920, Elias Gonçalves Salvador resolveu lotear seu sítio e o local foi tomando aspecto de povoado. Assim, foi fundado um núcleo com características urbanas, conhecido como Patrimônio Salvador.

Antiga estação da cidade

Já era final de 1920, quando chegou em Guaiçara Antonio Francisco do Santos Jr. O descendente de portugueses comprou 100 alqueires de terra localizados ao lado esquerdo da ferrovia. Depois, adquiriu mais terras ao lado direito e resolveu lotear parte de suas propriedades. Devido as facilidades de compra oferecidas, rapidamente os lotes foram vendidos.O novo loteamento também foi ganhando características urbanas e foi chamado de Guaiçara, devido a grande quantidade de árvores com esse nome existente no local. A primeira construção do novo loteamento foi feita por Guerino. Construiu também uma casa comercial hoje o bar Roberto Pavoni. Ao seu lado, instalou-se a primeira Farmácia, em 1922. Nessa época, ocorreu ainda a introdução da colônia japonesa no povoado. O crescente desenvolvimento do povoado propiciou que, no dia 13 de dezembro de 1922, fosse criado um distrito de paz de Guaiçara, incorporado ao município de Lins. Foi o resultado de um movimento encabeçado por Antonio Francisco e mais um grupo de cidadãos. A região vivia uma época de intensa movimentação. Muitas famílias em busca de melhores condições de vida, estabeleciam-se em Guaiçara.

Mais detalhes sobre Guaiçara

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado