Publicidade

 Gramíneas por estado

 Gramíneas por cidade
Gramíneas em Adamantina Gramíneas em Adolfo Gramíneas em Aguaí Gramíneas em Águas da Prata Gramíneas em Águas de Lindóia Gramíneas em Águas de Santa Bárbara Gramíneas em Águas de São Pedro Gramíneas em Agudos Gramíneas em Alambari Gramíneas em Alfredo Marcondes Gramíneas em Altair Gramíneas em Altinópolis Gramíneas em Alto Alegre Gramíneas em Alumínio Gramíneas em Álvares Florence Gramíneas em Álvares Machado Gramíneas em Álvaro de Carvalho Gramíneas em Alvinlândia Gramíneas em Americana Gramíneas em Américo Brasiliense Gramíneas em Américo de Campos Gramíneas em Amparo Gramíneas em Analândia Gramíneas em Andradina Gramíneas em Angatuba Gramíneas em Anhembi Gramíneas em Anhumas Gramíneas em Aparecida Gramíneas em Aparecida d`Oeste Gramíneas em Apiaí Gramíneas em Araçariguama Gramíneas em Araçatuba Gramíneas em Araçoiaba da Serra Gramíneas em Aramina Gramíneas em Arandu Gramíneas em Arapeí Gramíneas em Araraquara Gramíneas em Araras Gramíneas em Arco-Íris Gramíneas em Arealva Gramíneas em Areias Gramíneas em Areiópolis Gramíneas em Ariranha Gramíneas em Artur Nogueira Gramíneas em Arujá Gramíneas em Aspásia Gramíneas em Assis Gramíneas em Atibaia Gramíneas em Auriflama Gramíneas em Avaí Gramíneas em Avanhandava Gramíneas em Avaré Gramíneas em Bady Bassitt Gramíneas em Balbinos Gramíneas em Bálsamo Gramíneas em Bananal Gramíneas em Barão de Antonina Gramíneas em Barbosa Gramíneas em Bariri Gramíneas em Barra Bonita Gramíneas em Barra do Chapéu Gramíneas em Barra do Turvo Gramíneas em Barretos Gramíneas em Barrinha Gramíneas em Barueri Gramíneas em Bastos Gramíneas em Batatais Gramíneas em Bauru Gramíneas em Bebedouro Gramíneas em Bento de Abreu Gramíneas em Bernardino de Campos Gramíneas em Bertioga Gramíneas em Bilac Gramíneas em Birigui Gramíneas em Biritiba-Mirim Gramíneas em Boa Esperança do Sul Gramíneas em Bocaina Gramíneas em Bofete Gramíneas em Boituva Gramíneas em Bom Jesus dos Perdões Gramíneas em Bom Sucesso de Itararé Gramíneas em Borá Gramíneas em Boracéia Gramíneas em Borborema Gramíneas em Borebi Gramíneas em Botucatu Gramíneas em Bragança Paulista Gramíneas em Braúna Gramíneas em Brejo Alegre Gramíneas em Brodowski Gramíneas em Brotas Gramíneas em Buri Gramíneas em Buritama Gramíneas em Buritizal Gramíneas em Cabrália Paulista Gramíneas em Cabreúva Gramíneas em Caçapava Gramíneas em Cachoeira Paulista Gramíneas em Caconde Gramíneas em Cafelândia Gramíneas em Caiabu Gramíneas em Caieiras Gramíneas em Caiuá Gramíneas em Cajamar Gramíneas em Cajati Gramíneas em Cajobi Gramíneas em Cajuru Gramíneas em Campina do Monte Alegre Gramíneas em Campinas Gramíneas em Campo Limpo Paulista Gramíneas em Campos do Jordão Gramíneas em Campos Novos Paulista Gramíneas em Cananéia Gramíneas em Canas Gramíneas em Cândido Mota Gramíneas em Cândido Rodrigues Gramíneas em Canitar Gramíneas em Capão Bonito Gramíneas em Capela do Alto Gramíneas em Capivari Gramíneas em Caraguatatuba Gramíneas em Carapicuíba Gramíneas em Cardoso Gramíneas em Casa Branca Gramíneas em Cássia dos Coqueiros Gramíneas em Castilho Gramíneas em Catanduva Gramíneas em Catiguá Gramíneas em Cedral Gramíneas em Cerqueira César Gramíneas em Cerquilho Gramíneas em Cesário Lange Gramíneas em Charqueada Gramíneas em Chavantes Gramíneas em Clementina Gramíneas em Colina Gramíneas em Colômbia Gramíneas em Conchal Gramíneas em Conchas Gramíneas em Cordeirópolis Gramíneas em Coroados Gramíneas em Coronel Macedo Gramíneas em Corumbataí Gramíneas em Cosmópolis Gramíneas em Cosmorama Gramíneas em Cotia Gramíneas em Cravinhos Gramíneas em Cristais Paulista Gramíneas em Cruzália Gramíneas em Cruzeiro Gramíneas em Cubatão Gramíneas em Cunha Gramíneas em Descalvado Gramíneas em Diadema Gramíneas em Dirce Reis Gramíneas em Divinolândia Gramíneas em Dobrada Gramíneas em Dois Córregos Gramíneas em Dolcinópolis Gramíneas em Dourado Gramíneas em Dracena Gramíneas em Duartina Gramíneas em Dumont Gramíneas em Echaporã Gramíneas em Eldorado Gramíneas em Elias Fausto Gramíneas em Elisiário Gramíneas em Embaúba Gramíneas em Embu Gramíneas em Embu-Guaçu Gramíneas em Emilianópolis Gramíneas em Engenheiro Coelho Gramíneas em Espírito Santo do Pinhal Gramíneas em Espírito Santo do Turvo Gramíneas em Estiva Gerbi Gramíneas em Estrela d`Oeste Gramíneas em Estrela do Norte Gramíneas em Euclides da Cunha Paulista Gramíneas em Fartura Gramíneas em Fernando Prestes Gramíneas em Fernandópolis Gramíneas em Fernão Gramíneas em Ferraz de Vasconcelos Gramíneas em Flora Rica Gramíneas em Floreal Gramíneas em Florínia Gramíneas em Flórida Paulista Gramíneas em Franca Gramíneas em Francisco Morato Gramíneas em Franco da Rocha Gramíneas em Gabriel Monteiro Gramíneas em Gália Gramíneas em Garça Gramíneas em Gastão Vidigal Gramíneas em Gavião Peixoto Gramíneas em General Salgado Gramíneas em Getulina Gramíneas em Glicério Gramíneas em Guaiçara Gramíneas em Guaimbê Gramíneas em Guaíra Gramíneas em Guapiaçu Gramíneas em Guapiara Gramíneas em Guará Gramíneas em Guaraçaí Gramíneas em Guaraci Gramíneas em Guarani d`Oeste Gramíneas em Guarantã Gramíneas em Guararapes Gramíneas em Guararema Gramíneas em Guaratinguetá Gramíneas em Guareí Gramíneas em Guariba Gramíneas em Guarujá Gramíneas em Guarulhos Gramíneas em Guatapará Gramíneas em Guzolândia Gramíneas em Herculândia Gramíneas em Holambra Gramíneas em Hortolândia Gramíneas em Iacanga Gramíneas em Iacri Gramíneas em Iaras Gramíneas em Ibaté Gramíneas em Ibirá Gramíneas em Ibirarema Gramíneas em Ibitinga Gramíneas em Ibiúna Gramíneas em Icém Gramíneas em Iepê Gramíneas em Igaraçu do Tietê Gramíneas em Igarapava Gramíneas em Igaratá Gramíneas em Iguape Gramíneas em Ilha Comprida Gramíneas em Ilha Solteira Gramíneas em Ilhabela Gramíneas em Indaiatuba Gramíneas em Indiana Gramíneas em Indiaporã Gramíneas em Inúbia Paulista Gramíneas em Ipaussu Gramíneas em Iperó Gramíneas em Ipeúna Gramíneas em Ipiguá Gramíneas em Iporanga Gramíneas em Ipuã Gramíneas em Iracemápolis Gramíneas em Irapuã Gramíneas em Irapuru Gramíneas em Itaberá Gramíneas em Itaí Gramíneas em Itajobi Gramíneas em Itaju Gramíneas em Itanhaém Gramíneas em Itaóca Gramíneas em Itapecerica da Serra Gramíneas em Itapetininga Gramíneas em Itapeva Gramíneas em Itapevi Gramíneas em Itapira Gramíneas em Itapirapuã Paulista Gramíneas em Itápolis Gramíneas em Itaporanga Gramíneas em Itapuí Gramíneas em Itapura Gramíneas em Itaquaquecetuba Gramíneas em Itararé Gramíneas em Itariri Gramíneas em Itatiba Gramíneas em Itatinga Gramíneas em Itirapina Gramíneas em Itirapuã Gramíneas em Itobi Gramíneas em Itu Gramíneas em Itupeva Gramíneas em Ituverava Gramíneas em Jaborandi Gramíneas em Jaboticabal Gramíneas em Jacareí Gramíneas em Jaci Gramíneas em Jacupiranga Gramíneas em Jaguariúna Gramíneas em Jales Gramíneas em Jambeiro Gramíneas em Jandira Gramíneas em Jardinópolis Gramíneas em Jarinu Gramíneas em Jaú Gramíneas em Jeriquara Gramíneas em Joanópolis Gramíneas em João Ramalho Gramíneas em José Bonifácio Gramíneas em Júlio Mesquita Gramíneas em Jumirim Gramíneas em Jundiaí Gramíneas em Junqueirópolis Gramíneas em Juquiá Gramíneas em Juquitiba Gramíneas em Lagoinha Gramíneas em Laranjal Paulista Gramíneas em Lavínia Gramíneas em Lavrinhas Gramíneas em Leme Gramíneas em Lençóis Paulista Gramíneas em Limeira Gramíneas em Lindóia Gramíneas em Lins Gramíneas em Lorena Gramíneas em Lourdes Gramíneas em Louveira Gramíneas em Lucélia Gramíneas em Lucianópolis Gramíneas em Luís Antônio Gramíneas em Luiziânia Gramíneas em Lupércio Gramíneas em Lutécia Gramíneas em Macatuba Gramíneas em Macaubal Gramíneas em Macedônia Gramíneas em Magda Gramíneas em Mairinque Gramíneas em Mairiporã Gramíneas em Manduri Gramíneas em Marabá Paulista Gramíneas em Maracaí Gramíneas em Marapoama Gramíneas em Mariápolis Gramíneas em Marília Gramíneas em Marinópolis Gramíneas em Martinópolis Gramíneas em Matão Gramíneas em Mauá Gramíneas em Mendonça Gramíneas em Meridiano Gramíneas em Mesópolis Gramíneas em Miguelópolis Gramíneas em Mineiros do Tietê Gramíneas em Mira Estrela Gramíneas em Miracatu Gramíneas em Mirandópolis Gramíneas em Mirante do Paranapanema Gramíneas em Mirassol Gramíneas em Mirassolândia Gramíneas em Mococa Gramíneas em Mogi das Cruzes Gramíneas em Mogi Guaçu Gramíneas em Moji Mirim Gramíneas em Mombuca Gramíneas em Monções Gramíneas em Mongaguá Gramíneas em Monte Alegre do Sul Gramíneas em Monte Alto Gramíneas em Monte Aprazível Gramíneas em Monte Azul Paulista Gramíneas em Monte Castelo Gramíneas em Monte Mor Gramíneas em Monteiro Lobato Gramíneas em Morro Agudo Gramíneas em Morungaba Gramíneas em Motuca Gramíneas em Murutinga do Sul Gramíneas em Nantes Gramíneas em Narandiba Gramíneas em Natividade da Serra Gramíneas em Nazaré Paulista Gramíneas em Neves Paulista Gramíneas em Nhandeara Gramíneas em Nipoã Gramíneas em Nova Aliança Gramíneas em Nova Campina Gramíneas em Nova Canaã Paulista Gramíneas em Nova Castilho Gramíneas em Nova Europa Gramíneas em Nova Granada Gramíneas em Nova Guataporanga Gramíneas em Nova Independência Gramíneas em Nova Luzitânia Gramíneas em Nova Odessa Gramíneas em Novais Gramíneas em Novo Horizonte Gramíneas em Nuporanga Gramíneas em Ocauçu Gramíneas em Óleo Gramíneas em Olímpia Gramíneas em Onda Verde Gramíneas em Oriente Gramíneas em Orindiúva Gramíneas em Orlândia Gramíneas em Osasco Gramíneas em Oscar Bressane Gramíneas em Osvaldo Cruz Gramíneas em Ourinhos Gramíneas em Ouro Verde Gramíneas em Ouroeste Gramíneas em Pacaembu Gramíneas em Palestina Gramíneas em Palmares Paulista Gramíneas em Palmeira d`Oeste Gramíneas em Palmital Gramíneas em Panorama Gramíneas em Paraguaçu Paulista Gramíneas em Paraibuna Gramíneas em Paraíso Gramíneas em Paranapanema Gramíneas em Paranapuã Gramíneas em Parapuã Gramíneas em Pardinho Gramíneas em Pariquera-Açu Gramíneas em Parisi Gramíneas em Patrocínio Paulista Gramíneas em Paulicéia Gramíneas em Paulínia Gramíneas em Paulistânia Gramíneas em Paulo de Faria Gramíneas em Pederneiras Gramíneas em Pedra Bela Gramíneas em Pedranópolis Gramíneas em Pedregulho Gramíneas em Pedreira Gramíneas em Pedrinhas Paulista Gramíneas em Pedro de Toledo Gramíneas em Penápolis Gramíneas em Pereira Barreto Gramíneas em Pereiras Gramíneas em Peruíbe Gramíneas em Piacatu Gramíneas em Piedade Gramíneas em Pilar do Sul Gramíneas em Pindamonhangaba Gramíneas em Pindorama Gramíneas em Pinhalzinho Gramíneas em Piquerobi Gramíneas em Piquete Gramíneas em Piracaia Gramíneas em Piracicaba Gramíneas em Piraju Gramíneas em Pirajuí Gramíneas em Pirangi Gramíneas em Pirapora do Bom Jesus Gramíneas em Pirapozinho Gramíneas em Pirassununga Gramíneas em Piratininga Gramíneas em Pitangueiras Gramíneas em Planalto Gramíneas em Platina Gramíneas em Poá Gramíneas em Poloni Gramíneas em Pompéia Gramíneas em Pongaí Gramíneas em Pontal Gramíneas em Pontalinda Gramíneas em Pontes Gestal Gramíneas em Populina Gramíneas em Porangaba Gramíneas em Porto Feliz Gramíneas em Porto Ferreira Gramíneas em Potim Gramíneas em Potirendaba Gramíneas em Pracinha Gramíneas em Pradópolis Gramíneas em Praia Grande Gramíneas em Pratânia Gramíneas em Presidente Alves Gramíneas em Presidente Bernardes Gramíneas em Presidente Epitácio Gramíneas em Presidente Prudente Gramíneas em Presidente Venceslau Gramíneas em Promissão Gramíneas em Quadra Gramíneas em Quatá Gramíneas em Queiroz Gramíneas em Queluz Gramíneas em Quintana Gramíneas em Rafard Gramíneas em Rancharia Gramíneas em Redenção da Serra Gramíneas em Regente Feijó Gramíneas em Reginópolis Gramíneas em Registro Gramíneas em Restinga Gramíneas em Ribeira Gramíneas em Ribeirão Bonito Gramíneas em Ribeirão Branco Gramíneas em Ribeirão Corrente Gramíneas em Ribeirão do Sul Gramíneas em Ribeirão dos Índios Gramíneas em Ribeirão Grande Gramíneas em Ribeirão Pires Gramíneas em Ribeirão Preto Gramíneas em Rifaina Gramíneas em Rincão Gramíneas em Rinópolis Gramíneas em Rio Claro Gramíneas em Rio das Pedras Gramíneas em Rio Grande da Serra Gramíneas em Riolândia Gramíneas em Riversul Gramíneas em Rosana Gramíneas em Roseira Gramíneas em Rubiácea Gramíneas em Rubinéia Gramíneas em Sabino Gramíneas em Sagres Gramíneas em Sales Gramíneas em Sales Oliveira Gramíneas em Salesópolis Gramíneas em Salmourão Gramíneas em Saltinho Gramíneas em Salto Gramíneas em Salto de Pirapora Gramíneas em Salto Grande Gramíneas em Sandovalina Gramíneas em Santa Adélia Gramíneas em Santa Albertina Gramíneas em Santa Bárbara d`Oeste Gramíneas em Santa Branca Gramíneas em Santa Clara d`Oeste Gramíneas em Santa Cruz da Conceição Gramíneas em Santa Cruz da Esperança Gramíneas em Santa Cruz das Palmeiras Gramíneas em Santa Cruz do Rio Pardo Gramíneas em Santa Ernestina Gramíneas em Santa Fé do Sul Gramíneas em Santa Gertrudes Gramíneas em Santa Isabel Gramíneas em Santa Lúcia Gramíneas em Santa Maria da Serra Gramíneas em Santa Mercedes Gramíneas em Santa Rita d`Oeste Gramíneas em Santa Rita do Passa Quatro Gramíneas em Santa Rosa de Viterbo Gramíneas em Santa Salete Gramíneas em Santana da Ponte Pensa Gramíneas em Santana de Parnaíba Gramíneas em Santo Anastácio Gramíneas em Santo André Gramíneas em Santo Antônio da Alegria Gramíneas em Santo Antônio de Posse Gramíneas em Santo Antônio do Aracanguá Gramíneas em Santo Antônio do Jardim Gramíneas em Santo Antônio do Pinhal Gramíneas em Santo Expedito Gramíneas em Santópolis do Aguapeí Gramíneas em Santos Gramíneas em São Bento do Sapucaí Gramíneas em São Bernardo do Campo Gramíneas em São Caetano do Sul Gramíneas em São Carlos Gramíneas em São Francisco Gramíneas em São João da Boa Vista Gramíneas em São João das Duas Pontes Gramíneas em São João de Iracema Gramíneas em São João do Pau d`Alho Gramíneas em São Joaquim da Barra Gramíneas em São José da Bela Vista Gramíneas em São José do Barreiro Gramíneas em São José do Rio Pardo Gramíneas em São José do Rio Preto Gramíneas em São José dos Campos Gramíneas em São Lourenço da Serra Gramíneas em São Luís do Paraitinga Gramíneas em São Manuel Gramíneas em São Miguel Arcanjo Gramíneas em São Pedro Gramíneas em São Pedro do Turvo Gramíneas em São Roque Gramíneas em São Sebastião Gramíneas em São Sebastião da Grama Gramíneas em São Simão Gramíneas em São Vicente Gramíneas em Sarapuí Gramíneas em Sarutaiá Gramíneas em Sebastianópolis do Sul Gramíneas em Serra Azul Gramíneas em Serra Negra Gramíneas em Serrana Gramíneas em Sertãozinho Gramíneas em Sete Barras Gramíneas em Severínia Gramíneas em Silveiras Gramíneas em Socorro Gramíneas em Sorocaba Gramíneas em Sud Mennucci Gramíneas em Sumaré Gramíneas em Suzanápolis Gramíneas em Suzano Gramíneas em Tabapuã Gramíneas em Tabatinga Gramíneas em Taboão da Serra Gramíneas em Taciba Gramíneas em Taguaí Gramíneas em Taiaçu Gramíneas em Taiúva Gramíneas em Tambaú Gramíneas em Tanabi Gramíneas em Tapiraí Gramíneas em Tapiratiba Gramíneas em Taquaral Gramíneas em Taquaritinga Gramíneas em Taquarituba Gramíneas em Taquarivaí Gramíneas em Tarabai Gramíneas em Tarumã Gramíneas em Tatuí Gramíneas em Taubaté Gramíneas em Tejupá Gramíneas em Teodoro Sampaio Gramíneas em Terra Roxa Gramíneas em Tietê Gramíneas em Timburi Gramíneas em Torre de Pedra Gramíneas em Torrinha Gramíneas em Trabiju Gramíneas em Tremembé Gramíneas em Três Fronteiras Gramíneas em Tuiuti Gramíneas em Tupã Gramíneas em Tupi Paulista Gramíneas em Turiúba Gramíneas em Turmalina Gramíneas em Ubarana Gramíneas em Ubatuba Gramíneas em Ubirajara Gramíneas em Uchoa Gramíneas em União Paulista Gramíneas em Urânia Gramíneas em Uru Gramíneas em Urupês Gramíneas em Valentim Gentil Gramíneas em Valinhos Gramíneas em Valparaíso Gramíneas em Vargem Gramíneas em Vargem Grande do Sul Gramíneas em Vargem Grande Paulista Gramíneas em Várzea Paulista Gramíneas em Vera Cruz Gramíneas em Vinhedo Gramíneas em Viradouro Gramíneas em Vista Alegre do Alto Gramíneas em Vitória Brasil Gramíneas em Votorantim Gramíneas em Votuporanga Gramíneas em Zacarias Gramíneas em São Paulo

 

Você está vendo Gramíneas em São Paulo



Veja Também:
Notícias Agrícolas

Facebook



Na categoria sementes. Foram encontrados 55 anúncio‎s. Clique no menu ao lado para consultar Sementes Gramíneas em outra região.

Preço: R$ 0,10

Marília/SP

Semente de Pastagem

...

Preço: R$ 99,99

Auriflama/SP

Sementes para Pastagem

BRACHIARIA BRIZANTHA, CV MARANDÚ, VC 36Fertilidade do solo: média a alta Forma de crescimento: cespitoso, touceira Altura: 1,0 a 1,5 m Utilização: pastoreio direto, fenação Digestibilidade: excelente Palatabilidade: excelente Precipitação pluviométrica: acima de 800 mm anuais Tolerância à seca: média Tolerância ao frio: média Teor de proteína da matéria seca: 11 a 13% Consorciação: Estilosantes Campo Grande Profundidade da semeadura: 2 a 4 cm Ciclo vegetativo: perene Produção de forragem: 10 a 18 t. ms/ha/ano Cigarrinhas das pastagens: resistente Pontos de vc/ha: 400 - 600- Principais características da planta: Apresenta densa pilosidade nos colmos, o que provavelmente explica sua resistência ao ataque de “cigarrinha-das-pastagens”.- Principais características agronômicas:  É uma espécie adaptada a solo de média a alta fertilidade. Apresenta alguma restrição no crescimento em solos muito argilosos. Tolera fogo e geadas fracas.É pouco tolerante a solos encharcados.- Forma de utilização: pastejo direto; silagemTemos diversas espécies de sementes para sua propriedade, entre em contato que será um prazer  em atende-lo.Frete: a combinarSobre a EmpresaA VALE VERDE é uma empresa familiar que está no mercado há 35 anos,localizada às margens de Rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, próximo a cidade de Auriflama, no interior de São Paulo, levando produtos de alta qualidade para o Brasilwww.sementesvaleverde.com.br
...

Preço: R$ 110,00

Cajuru/SP

Sementes capim Mombaça pacote 20kg - recomendado 15 p/ hectares

Temos várias variedades em sementes, estaremos a sua disposição. 
...

Preço: R$ 14,50

Fernandópolis/SP

SEMENTES CAPIM MOMABÇA REVESTIDO

A Semente de Capim Mombaça(Panicum maximum) Incrustada desenvolvida para melhor atende o consumidor,  recebe um tratamento com um material especial que eleva sua pureza e acelera o processo de germinação. Tratada com fungicida e inseticida (opcional), esta semente possui alta resistência à pragas, doenças e nematóides trazendo maior segurança ao meio ambiente. O Capim Mombaça tem seu crescimento de forma mais intensa durante o período chuvoso. Também nessa época, a qualidade nutricional do Capim Mombaça apresenta índices maiores. Pode chegar a até 1,60 metros de altura e é recomendado para bovinos na fase de engorda e produção leiteira, entretanto, também é consumido por eqüinos e ovinos.MombaçaPanicum maximum cv. Mombaça(MOMBAÇA)Nome científico: Panicum maximum Jacq.Cultivar: Mombaça (ORSTOM K190A; BRA 006645)Fertilidade do solo: AltaForma de crescimento: Touceira cespitosaAltura: Até 1,6mUtilização: Pastejo direto, silagem e fenaçãoDigestibilidade: ExcelentePalatabilidade: ExcelentePrecipitação pluviométrica: Acima de 800 mm anuaisTolerância à seca: MédiaTolerância ao frio: MédiaTeor de proteína: 12 a 16% na MSProfundidade de plantio: 0,5 a 1,0cmCiclo vegetativo: PereneProdução de forragens: 20 a 28 t/ha/ano de matéria seca (MS)Solos úmidos: Baixa tolerânciaConsorciação: Todas as leguminosas, principalmente as trepadeirasCaracterísticas:Valor Cultural (% germinação x % pureza /100): 80;Boa tolerância ao sombreamento;Tolerância moderada à seca e às solos encharcados;Fácil dessecação;Adequado para silagem;Tolera cigarrinhas;Recomendado para Sistemas Agrossilvipastoris;Inadequado para consórcios, silagem e diferimento;Recomendações:Volume da semeadura: 10 Kg/ha;2,5 a 5cm de profundidade para semeadura;Altura de entrada no sistema rotacionado: 50 a 60cm;Altura de saída no sistema rotacionado: 20 a 25cm;
...

Preço: R$ 34,00

Cosmorama/SP

HUMIDÍCOLA - VC 36 - SACARIA 15KG - Quicuio da Amazônia

CARACTERÍSTICASOrigem: Leste e Sul do Continente Africano. Nome comum: Humidicola ou Quicuio da Amazônia. Nome ciêntífico: brachiaria humidicola.Cultivares: único.Forma de crescimento: prostrado emitindo estolões.Altura média: 1,00 m.Utilização: pastejo.Digestibilidade: boa.Palatabilidade: boa.Tolerância a seca: muito boa.Tolerância a frio: boa.Teor proteíco médio na matéria seca: 7%. Produção média de forragem: 15 a 20 ton. ms/há/ano.Consorciação: desmodium, calopogônio, estilosantes  e outros.Pragas: tolerante ao ataque das cigarrinhas de pastagens.Solos encharcados: excelente adaptação a solos mal drenados e banhadosAdubação de manutenção: de acordo com o sistema de produção a ser adotado e com a análise de solo da gleba. Valor Culturalkg/háProfundidade de PlantioPopulação Esperada35152 a 3 cm150 a 200  mil pl/há
...

Preço: R$ 5,25

Cosmorama/SP

RUZIZIENSIS - VC 50 - SACARIA 20KG - Brachiaria ruziziensis

CARACTERÍSTICASOrigem: Zaire e Quênia inicialmente cultivada no Congo Nome científico: Brachiaria ruziziensisNome comum: ruziziensisForma de crescimento: touceiraAltura : 1,00 a 1,50 mUtilização: pastejo e formação de palhada para plantio direto de culturas anuaisDigestibilidade: muito boaPalatabilidade: muito boaTolerância a seca: boaTolerância a frio: boaTeor protéico médio na matéria seca: 11 a 13 %Produção média de forragem: 10 a 14 ton. ms/ha/anoPragas: Sensível a infestações normais de cigarrinhas das pastagem Valor Culturalkg/háProfundidade de PlantioPopulação Esperada50122 a 4 cm150 a 200  mil pl/há
...

Preço: R$ 8,70

Cosmorama/SP

BRIZANTHA MG5 XARAÉS - VC 50 - SACARIA 20KG - Brachiaria brizantha

CARACTERÍSTICASOrigem: Leste e Sul do Continente africano, adaptada pelo Centro Interamericano de Agricultura Tropical - CIAT - Colômbia. Nome científico: brachiaria brizantha Nome comum: Toledo, Xaraés, MG5Cultivares: toledo = mg-5- vitória = xaraés e santana conforme snpc - cultivares registradas junto aoministério da agricultura.Forma de crescimento: semi-ereto e estolonífero.Altura média: 1,00 a 2,00 m.Utilização: pastejo e fenação.Digestibilidade: muito boa.Palatabilidade: muito boaTeor protéico médio na matéria seca: 10 a 12%.Tolerância a seca: média.Tolerância a frio: média.Produção média de forragem: 15 a 25 ton. ms/há/ano, conforme nível de adubação.Consorciação: calopogônio, siratro, puerária estilosantes e outras.Pragas: tolerante a infestações normais de cigarrinhas das pastagens.Época de semeadura: após o início da estação chuvosa até o mês de março para as regiões centro-oeste e sudeste.Adubação de formação: gramínea do grupo III, sendo recomendado aplicar calcário para elevar a saturação por bases para 60%, não excedendo 5 ton/há e adubação de acordo com a análise de solo e com o sistema de produção a ser adotado.Adubação de manutenção: de acordo com o sistema de produção a ser adotado e com a análise de solo da gleba. Valor Culturalkg/háProfundidade de PlantioPopulação Esperada50122 a 3 cm200 a 300  mil pl/há
...

Preço: R$ 7,60

Cosmorama/SP

BRIZANTHA PIATÃ - VC 50 - SACARIA 20KG - Brachiaria brizantha

1. CaracterísticasFamília: GramíneasEspécie: Brachiaria brizanthaCultivar: BRS PiatãCiclo vegetativo: PereneConsorciação: Todas as leguminosasHábito de crescimento: touceiraTempo de formação: 80 diasAltura do corte (pastejo): 25 cmMatéria Seca: 12 t/ha/anoProteína bruta na MS: 10 % da MSAceitabilidade: boaExigência em fertilidade do solo: média2. História sobre BRS PiatãBRS Piatã é uma Brachiaria brizantha que foi lançada pela Embrapa e por seus parceiros em 2006.Foi desenvolvida a partir de uma planta que faz parte da coleção de forrageiras da Embrapa e que, originalmente, foi coletada pelo Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), entre 1984 e 1985 na África. 3. Qual é o Origem do nome Piatã?O nome Piatã é de origem tupi-guarani e significa fortaleza e a cultivar recebeu esse nome devido às características de robustez e produtividade. 4.Qual solo que é adaptado?É adaptada a solos de média e boa fertilidade das zonas tropicais brasileiras onde, tradicionalmente, outras cultivares de Brachiaria brizantha, como os capins marandu e xaraés, são largamente usadas. 5.Qual é a Características do BRS PiatãAs qualidades forrageiras da cultivar foram comprovadas por avaliações realizadas em diversas regiões pecuárias do Brasil Central, mostrando que apresenta comportamento e produtividade semelhantes às duas cultivares mencionadas, porém com características diferenciadas em diversos aspectos, o que a torna uma importante alternativa para a diversificação de pastagens.Sua floração é mais precoce, nos meses de janeiro e fevereiro, permitido a recuperação das plantas e a produção de forragem de boa qualidade no final do período das chuvas.Seus colmos são mais finos e facilmente aproveitados pelo animal, o que favorece o consumo da forragem disponível ou reservada (diferimento) para a seca.Tem mais resistência às cigarrinhas típicas de pastagens que o capim-xaraés, ainda que, como as demais brizantas, sofra danos com a cigarrinha-da-cana, cujo gênero é muito comum na região Norte do Brasil.Não é tão sensível a solos com má drenagem quanto o capim-marandu.Consorcia-se muito bem com o estilosantes Campo Grande.É uma boa alternativa para integração lavoura-pecuária por ter seu crescimento inicial mais lento que os capins xaraés e marandu e por suas características favoráveis de manejo, arquitetura de planta e acúmulo de forragem no período seco. 6. Resistencia a pragas e doenças É moderadamente resistente às cigarrinhas típicas de pastagens (Notozulia entreriana e Deois flavopicta), desfavorecendo a infestação e a sobrevivência das ninfas.?Quanto aos níveis populacionais em condições de campo, constataram-se, nessa cultivar, baixa infestação e danos moderados ao ataque da forma adulta.Assim como acontece com outras brizantas, não é resistente à cigarrinha-da-cana (Mahanarva fimbriolata), muito comum na região Norte do Brasil.O capim-piatã mostrou-se tolerante a fungos foliares e de raiz, sendo menos sensível ao encharcamento do solo que o capim-marandu. Por outro lado, é moderadamente resistente à ferrugem causada por Puccinia levis var. panici-sanguinalis e apresenta suscetibilidade ao carvão das sementes, uma doença fúngica causada por Ustilago operta.?A ocorrência dessa última doença está diretamente relacionada às condições de alta umidade relativa e muita chuva durante o florescimento. Como se trata de doença das sementes,não interfere com o uso da cultivar em pastejo.7. Florescimento e produção de sementes Floresce cedo, nos meses de janeiro e fevereiro, e sua inflorescência apresenta até doze ramificações, o que diferencia essa cultivar das demais.?Produz de 150 a 450 kg de sementes puras por hectare ao ano, e cada grama contém aproximadamente 120 sementes. São, portanto, equivalentes em tamanho às do capim-marandu e menores que as do capim-xaraés. Quando colhidas do chão, por varredura, praticamente não apresentam dormência.8.Calagem e adubação A cultivar BRS Piatã é de mediana exigência quanto à fertilidade do solo, sendo equivalente à cultivar Marandu quanto a esse aspecto e menos exigente que a cultivar Xaraés. Não é, portanto, indicada para solos de baixa fertilidade, mas adapta-se bem a solos arenosos de boa fertilidade.A quantidade de corretivos e de fertilizantes deve sempre basear-se na análise química do solo.?Sugere-se a aplicação de calcário suficiente para elevar a saturação por bases do solo ao mínimo de 40%. A cultivar Piatã responde melhor ao fósforo que as outras cultivares de B. brizantha. Sugere-se que sejam incluídos, na fórmula de adubação de plantio ou em aplicação isolada, 30 kg de enxofre por hectare.?Aplicar, também, de 50 a 75 kg/ha de nitrogênio, 30 a 45 dias após o nascimento das plantas ou, preferencialmente, após um leve pastejo de uniformização.?É recomendável a aplicação de 40 a 50 kg por hectare de uma fórmula de  FTE que contenha zinco, cobre e molibdênio, no plantio e repeti-la a cada três a quatro anos.Assim como ocorre com todas as pastagens cultivadas, é indispensável que se faça a reposição de nutrientes retirados pelo pastejo e exportados para fora do sistema na forma de produção animal.?A adubação de manutenção deve ser observada no sentido de se evitar a degradação da pastagem e queda da produtividade. O primeiro cuidado deve ser para que os teores de nutrientes no solo, principalmente de P e K, não caiam abaixo de 80% dos valores recomendados para o estabelecimento, na camada de 0 a 20 cm de profundidade. Quando isso acontecer, devem-se utilizar fórmulas que elevem os teores para esse patamar.Independente desse critério, também devem-se observar os níveis de produção animal obtidos na área e repor os nutrientes de forma a manter a sustentabilidade da produção.9.Produção de forragem e qualidade O capim-piatã, assim como o capim-marandu, promove ganhos de peso diário, por animal, superiores aos do capim-xaraés, nas águas. Já as taxas de lotação nos capins piatã e marandu são menores que no capim-xaraés nos dois períodos (seco e águas), por causa da maior produção de forragem desse último. Como consequência, os ganhos de peso por hectare são maiores no capim-xaraés. Essas diferenças podem e devem ser aproveitadas para atender diferentes categorias animais em um sistema vantajoso de diversificação de pastagens.
...

Preço: R$ 7,00

Cosmorama/SP

BRIZANTHA MARANDU VC 50 - SACO 20KG - Brachiaria / Brachiarão.

CARACTERÍSTICASOrigem: Leste e Sul do Continente AfricanoNome Científico: Brachiaria brizantha, Brachiarão, Marandu Nome Comum: BrachiarãoCultivares: Marandú, Brizantão e SantanaForma de crescimento: semi-ereto, sespitoso oustolonifero, conforme a cultivarAltura Média: 1,00 a 1,50 mUtilização: Pastejo e fenaçãoDigestibilidade: Muito boaPalatabilidade: Muito BoaTolerância a Seca: MédiaTolerancia a Frio: MédiaTeor proteíco médio na matéria seca: 10 a 12% Produção média de forragem: 12 a 20 ton. ms/ha/ano, conforme tipo de solo e adubaçãoConsorciação: calopogônio, siratro, puerária, estilosantes e outros Pragas: tolerante a infestações normais de cigarrinhas das pastagens Época de Semeadura: após o início da estação chuvosa até o mês de março para as regiões centro-oeste e sudeste Adubação de formação: Graminea do grupo III, sendo recomendado aplicar calcário para elevar a saturação por bases para 60%, não excedendo 5 ton/ha e adubação de acordo com a análise de solo e com o sistema de produção a ser adotado. Valor Culturalkg/háProfundidade de PlantioPopulação Esperada50122 a 3 cm200 a 300  mil pl/há
...

Preço: R$ 3,14

Cosmorama/SP

Sementes de Brachiaria brizantha / B. decumbens / B. ruzizienseis / B. humididicola

Fundada em 2006, tem um propósito definido, fornecer ao produtor rural as melhores soluções em sementes para pastagem. Produzimos sementes de gramíneas e leguminosas.Anualmente comercializamos mais de 2 mil toneladas de sementes.Nossa estrutura de beneficiamento possui maquinário moderno de última geração com capacidade de empacotamento de 60 toneladas por diaPara o mercado nacional, produzimos embalagens de 5, 10, 20 e 30 kg com a marca.ENTREGAMOS PARA TODO O BRASIL
...

Preço: R$ 0,01

Mirassol/SP

FJ Sementes

As vendas da FJ sementes acompanham Nota Fiscal, Boletim de Análise e Termo de conformidade.Enviamos as mercadorias para todo o território nacional,possuímos caminhão próprio, via sedex ou transportadora,combinar no ato da venda.Os pagamentos podem ser em boletos, depósito bancário e transferência bancária.Para pagamentos a vista, concedemos 8% de desconto.Sementes para pastagem - Brachiaria e PanicumBrachiaria brizantha - Marandu (VC 51%) - sacaria 20kg.                                     MG-4 (VC 52) - 20kg.                                     MG-5 (VC 52%) - 20kg.                                     Piatã (VC 51%) - 20kgBrachiaria decumbens - Basilisk (VC 51%) - 20kgBrachiaria Ruziziensis - Ruziziensis (VC 51%) - 20kgBrachiaria humidícola -  Humidícola (VC 35%) - 15kg.                                         Llanero (VC 35%) - 20kgPanicum Maximum - Tanzânia-1 (VC 35%) - 20kg.                                   Mombaça (VC 35%) - 20 kg.                                   Massai (VC 35%) - 20kg.                                   Zuri (VC 35%) - 20kg.                                   Tamani (VC 35%) - 20kgSolicite seu orçamento, aqui você encontra os melhores preços!                    
...

Preço: R$ 260,00

Fernandópolis/SP

Sementes pastagem

Sementes DE MOMBAÇA,BRIZHANTA MARANDU ETC.MEDIA DE 10 A 12.5 POR HECTARES
...

Preço: R$ 59,90

Itapetininga/SP

SEMENTES DE GRAMA BATATAIS DIRETO DO PRODUTOR

GRAMA BATATAIS (Paspalun Notatun) Também conhecida como: Gramão, Grama Cuiabana, Grama Mato Grosso Etc.Grama de folhas largas de crescimento estolonífero muito resistente a climas secos e solos pobres. Ideal para o plantio de áreas como campos esportivos Condomínios Chácaras Rodovias Pista de Pouso Encostas para contenção de erosões etc.Rendimento com 1 kg para plantio a lanço se faz de 50 a 70 metros quadrado. (Pode ser plantado em qualquer época do ano).ENVIAMOS ACIMA DE 1 KG. P/ TODO TERRITÓRIO NACIONAL. Enviamos manual de plantio explicativo de como plantar a semente de grama batatais. Trabalhamos também:- Sementes de Pastagem em Geral. - - Sementes p/ Adubação Verde. Sementes de Capim Vaqueiro.Entre em contato:Faça seu orçamento sem compromisso.
...

Preço: R$ 150,00

Turmalina/SP

Sementes Campo Bom

Há mais de 20 anos no Mercado a "Sementes Campo Bom" é uma empresa séria que visa a qualidade de seu produto e oferece o que há de melhor no mercado.Temos o acompanhamento e supervisão de Engenheiros Agrônomos especializados desde a produção até o embalamento do produto, sendo tudo documentado e aprovado em exames laboratoriais.Dentre os diversos tipos de sementes para pastagem temos: Brachiária, Mombaça, Tanzânia, Massai, Mg5 entre outros..Ligue e faça já seu orçamento, ou entre em contato pelo Watsapp e garanto que depois que conhecer nosso produto será um cliente fiel!!
...

Preço: R$ 0,01

Álvares Machado/SP

Aveia Preta - MATSUDA

Avena strigosa ( AVEIA PRETA )Fertilidade do solo: Média e alta (bem drenado)Forma de crescimento: Ereto, cespitosaAltura: 1,0 a 1,2 m.Utilização: Pastejo, produção de grãos, fenação e adubação verdeDigestibilidade: Muito boaPalatabilidade: Muito boa Teor de proteína: 13 a 15% na MSPrecipitação pluviométrica: Acima de 700 mm anuaisTolerância a seca: BoaTolerância ao frio: MédiaConsorciação: Trevo, ervilhacaProfundidade de plantio: 2 a 4 cmCiclo vegetativo: Anual (140 a 160 dias)Produção de forragem: 5 a 8 t MS/ha/ano ORIGEM Europa.CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS Gramínea cespitosa, com colmos cilíndricos, eretos e glabra ou pouco pilosa, e raiz fasciculada ou em cabeleira. Inflorescência em panícula com glumas aristadas, e o grão é uma cariopse indeiscente encoberto pela lema e páleas. CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS Apesar de ser conhecida como planta de clima frio, trabalhos de melhoramento têm criado cultivares adaptados a regiões mais quentes, como o Centro-Oeste do Brasil com suprimento adequado de água. Temperaturas baixas na fase inicial de desenvolvimento favorecem o perfilhamento.Vegeta bem em solo com pH de 5,0 a 7,0.A aveia não é muito exigente em relação a solos; entretanto, responde bem à adubação nitrogenada, fosfatada e potássica. Não tolera solos encharcados ou água estagnada. A aveia pode ser utilizada com a finalidade de cobertura do solo (viva ou morta), forragem ou produção de grãos. Os três principais tipos cultivados são a preta ( Avena strigosa ), a branca ( Avena sativa ) e a amarela ( Avena byzantina ).A aveia-preta, além de sua precocidade, rusticidade e resistência às principais enfermidades, produz uma elevada quantidade de massa verde. A sua produção de grãos é menor do que nas demais, servindo para sementes e/ou preparo de concentrados para animais. Quando manejada sob cortes, apresenta excelente produção de forragem no primeiro corte, baixando a produção nos seguintes. As aveias branca e amarela comportam-se inversamente, com bom rendimento no segundo e terceiro cortes.A aveia-preta é mais rústica, possui maior capacidade de perfilhamento, panícula mais aberta e semente menor, quando comparada à branca e à amarela. É bastante resistente à incidência de ferrugem e ao ataque de pulgões. Além disso, é mais resistente à seca e menos exigente em fertilidade sendo, portanto, mais indicada do que as outras duas para adubação verde.A aveia-preta pode ser cultivada solteira ou consorciada com azevém, ervilhaca, centeio, trevo, tremoço, etc. Além de melhoradora de solos, é empregada como regeneradora da sanidade diminuindo a população de patógenos, além de aumentar os rendimentos das culturas de verão. Por isso, é recomendada para rotação dentro do sistema de produção. É altamente eficiente na reciclagem de nutrientes.A época do plantio desta gramínea de inverno é a partir de março, podendo estender-se até maio em regiões mais quentes e em regiões mais frias pode ser semeada até junho. "A semeadura poderá ser realizada a lanço ou em linhas. Quando em linhas, recomenda-se utilizar um espaçamento de 20 cm, empregando-se em torno de 60 a 70 kg de sementes/ha. Quando for a lanço, será necessário 30 a 50% a mais de sementes. A profundidade é de 3 a 4 cm. O peso de 1.000 sementes é de 14 a 15 g" (Derpsch, 1.985).Quando o objetivo é a cobertura do solo ou a adubação verde, o manejo da fitomassa deve ser realizado na fase do grão leitoso. Isso ocorre entre 120 a 140 dias após a semeadura. Nessa fase normalmente não há grãos viáveis e ocorre o menor índice de rebrota após o manejo. Conforme o caso, a aveia pode ser incorporada (aração), cortada sobre o solo (rolo-faca) ou dessecada com herbicida com manejo posterior (aração, rolo-faca, roçadeira). Na produção de sementes é recomendável um espaçamento de 30 a 50 cm entre linhas, utilizando-se em torno de 40 a 50 kg de sementes/ha.Geralmente a colheita é efetuada mecanicamente, obtendo-se 500 a 1.000 kg/ha (aveia-preta) e 1.500 a 2.500 kg/ha (aveia-branca). O ciclo da cultura normalmente varia de 140 a 180 dias.            VANTAGENS         - Forrageira para os animais;- Melhoria das características físicas e biológicas do solo;- Diminuição da população de nematóides (gênero Meloidogyne);- Efeito supressor e/ou alelopático a diversas invasoras;- Efeito residual favorável aos rendimentos da soja e do feijão.- A principal limitação relacionada com a adubação verde está na época de manejo que se não for seguida rigorosamente, poderá ocorrer rebrota. 
...
<< Voltar Avançar >>
Página 1 de 4