Consórcio Rural na cidade de Bauru em São Paulo

Foram encontrados 4 anúncios de Consórcio Rural na cidade de Bauru em São Paulo.

Clique no menu ao lado para consultar Consórcio Rural em outra região.
São Paulo
X
Bauru
X

Crédito Rural

Seu Crédito sem Burocracia;Início imediato com Entrada no valor de 1% do Valor Solicitado + 1a Parcela;Maior Empresa do País, Líder no Segmento, Supervisionada pelo Banco Central d...

Preço: R$ 0,00

Bauru/SP

CREDITO RURAL

Créditos de R$ 50.000,00 á R$ 20.000.000,00Fácil liberação do creditoLiberação do Credito para todo Território NacionalCredito de R$ 50.000,00 a R$ 15.000.000,00 para compra de imó...

Preço: R$ 0,00

Bauru/SP

CRÉDITO RURAL CAPITAL DE GIRO

CRÉDITO DE R$ 50.000,00 Á R$ 20.000.000,00FÁCIL LIBERAÇÃO DE CRÉDITOLIBERAÇÃO DE CRÉDITO PARA TODO TERRITÓRIO NACIONALCRÉDITO DE R$50.000,00 A R$ 15.000.000,00 PARA COMPRA DE IMÓVE...

Preço: R$ 0,00

Bauru/SP

Carta de Crédito

Empresa no ramo de carta de crédito a mais de 50 anos.Carta de Crédito para Veículos Pesados e Leves.Carta de Crédito para Ímoveis.Faça uma simulação pelo telefone ou email.

Preço: R$ 0,00

Bauru/SP
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Consórcio Rural em Bauru/SP

Detalhes sobre a cidade de Bauru Fundação/aniversário: 1 de agosto de 1896

Após 1850, na procura de novas terras para ocupação e colonização, pioneiros paulistas e mineiros começam a explorar a vasta região situada entre a Serra de Botucatu, o Rio Tietê, o Rio Paranapanema e Rio Paraná, até então habitado por grupos de indígenas Kaingang.

Em 1856 Felicíssimo Antônio Pereira, provindo de Minas Gerais, adquire terras e estabelece próximo ao atual centro de Bauru a Fazenda das Flores. Anos depois, em 1884, essa fazenda (também chamada de Campos Novos de Bauru) teria parte de sua área desmembrada para a formação do arraial de São Sebastião do Bauru.

O distrito progride, mesmo sujeito a ataques dos nativos Kaingang e relativamente isolado do resto do Estado, e torna-se distrito de Agudos em 1888. A chegada de migrantes oriundos do leste paulista e de Minas Gerais leva à emancipação do município em 1 de agosto de 1896.

O novo município sobrevive do cultivo do café, mesmo tendo terras mais fracas e inférteis que o restante do estado. Em 1906 é escolhido como ponto de partida da ferrovia Noroeste do Brasil, ligando o município a Corumbá e à Bolívia.

Durante a primeira metade do século XX Bauru torna-se o principal polo econômico da vasta região compreendida pelo Oeste Paulista, Norte do Paraná e Mato Grosso do Sul.

Bauru recebeu nas primeiras décadas do século XX levas de imigrantes de várias partes do mundo, com destaque para os italianos, espanhóis, portugueses e japoneses. O entroncamento rodo-ferroviário no qual se situa, fez atrair ainda imigrantes sírios, libaneses, alemães, franceses, chineses e judeus de diversas nacionalidades. Mais recentemente, passou a receber bolivianos, argentinos, chilenos, palestinos e norte-americanos, tornando-se uma dos municípioss mais cosmopolitas do Interior Paulista.

Mais detalhes sobre Bauru

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado