Publicidade

 Serviços por estado


Serviços na cidade de Balneário Camboriú em Santa Catarina

Foram encontrados 3 anúncios de Serviços na cidade de Balneário Camboriú em Santa Catarina.

Clique no menu ao lado para consultar Serviços em outra região.
Santa Catarina
X
Balneário Camboriú
X

Madeira compensada e serrada

Exportação de madeira compensada e serrada Empresa situada no ParanáEstá entre os maiores produtores de compensados ??brasileiros, atuando na produção e exportação de compensados ?...

Preço: R$ 0,00

Balneário Camboriú/SC

ANDAIME TUBULAR REFORÇADO P CONSTRUÇÃO CIVIL DIR FABRICA 48X BNDES

Andaimes tubulares 2,0 x 1,0 1,5 x1,0 e 1,0 x1,0 Andaimes fachadeiros Barras de Ancoragem porcas de travamento ,Barras flangeadas ou lisasCanecas roscas Componentes p fabricação de...

Preço: R$ 0,00

Balneário Camboriú/SC

Madeiras demolição casa germânica

Materiais de demolição de casa germânica:Caibros, sarrafos, escadas de madeira, móveis,portas e janelas.

Preço: R$ 0,00

Balneário Camboriú/SC
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Serviços em Balneário Camboriú/SC

Detalhes sobre a cidade de Balneário Camboriú Vista da orla marítima da cidade.

A criação do município de Balneário Camboriú ocorreu apenas em 1964, quando se emancipou de Camboriú passando a ter o mesmo nome, mas com o adjetivo "Balneário" incorporado no nome. Os primeiros habitantes da região eram indígenas. A ocupação começou a ocorrer com a chegada do açoriano Baltasar Pinto Corrêa. Em 1848 passou a ser distrito da cidade de Itajaí, chamado de Baírro da Barra com a construção da Igreja de Nossa Senhora do Bom Sucesso. Em 1884 foi desmembrado de Itajaí originando a cidade de Camboriú.

O povoamento da região teve início em 1758, quando algumas famílias procedentes de Porto Belo se estabeleceram no local denominado Nossa Senhora do Bonsucesso, mais tarde, denominado Barra. Atraídas pela fertilidade do solo e pelo clima, vieram outras famílias de origem alemã, procedentes do vale do Itajaí e Blumenau. Em 1836, chegou ao local Tomás Francisco Garcia com sua família e alguns escravos. Daí a antiga denominação de Garcia, pela qual o lugarejo era conhecido.

Em 1930, pela situação geográfica privilegiada, iniciou-se fase de ocupação da região preferida pelos banhistas, e, dois anos depois, foi construído o primeiro hotel, na confluência das avenidas central e atlântica.

Em 1964, o distrito obteve autonomia, passando a município com o topônimo de Balneário de Camboriú, alterado, em 1979, para Balneário Camboriú.

Há duas versões quanto à origem do topônimo Camboriú. Uma de origem popular, devido a uma acentuada curva no rio perto da foz, diz que, quando indagados por alguém à procura de uma pessoa, os moradores dali diziam: "camba o rio", vocábulo muito usado pelos pescadores da região. A segunda versão (e mais aceitável) é a do padre Raulino Reitz: mapas bem antigos assinalam o nome Rio Camboriú antes da haver povoamento de origem europeia na área; o topônimo Camboriú vem do tupi, formado pela aglutinação das palavras: Cambori-u.

Cultura

O município de Balneário Camboriú tem sua origem cultural na base luso-açoriana. Entre as manifestações locais, estão: Folguedo do Boi-de-Mamão, Cantorias de Terno-de-Reis, tecelagem em tear de pente-liço, cerâmica artesanal ou louçaria de barro, fabricação de farinha de mandioca em engenho, pesca artesanal de tainha, brincadeira do boi. Na Gastronomia, estão as derivações de pratos a base de frutos do mar e farinha de mandioca, como a sopa de siri, pirão com peixe, tainha escalada (tainha cortada pelo dorso, salgada e seca ao sol, assada na grelha), sopa e bolinho de peixe, sardinha frita, em conserva ou à jato. Essas manifestações ainda são percebidas no Bairro da Barra e nas praias do sul.

Mais detalhes sobre Balneário Camboriú

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado