Publicidade
Classificados
21

Últimos Anúncios

Óleo de Neem
Óleo de Neem

Ibirá - SP

Preço: R$ 42,00 / Litro

Pote 70g FORMIFUU
Pote 70g FORMIFUU

Veranópolis - RS

Preço: R$ 15,00 / Unidade

Avatar
Avatar

Campo Grande - MS

Preço: R$ 210,00 / Litro

Standak Top
Standak Top

Campo Grande - MS

Preço: R$ 280,00 / Litro

Score Flexi
Score Flexi

Campo Grande - MS

Preço: R$ 135,00 / Litro

Ver Defensivos Agrícolas por estado.
Sessão patrocinada por

Preço: R$ 46.000,00

São Paulo/SP

Pulverizador / Vaporizador Drone

DRONE PULVERIZADOR / VAPORIZADOR:TANQUE de 06L a 20L = R$ 46.000,00 (média)BICOS ELETROSTÁTICOS;DEMONSTRAÇÃO;ASSISTÊNCIA TÉCNICA;MANUTENÇÃO;TREINAMENTO;SERVIÇOS DE PULVERIZAÇÃO TERCEIRIZADO (mensal contínuo e avulso). TETECÇÃO DE ÁREA CONTAMINADA (com drone de imagem e Telemetria) e "CATAÇÃO" (aplicação somente na área infestada).
...

Preço: R$ 75,00

Maués/AM

Oleo Andiroba

Dispoemos de oleo esencial de Andiroba, para pronta entrega, tamben entregamos documentaçao completa para exportaçao y amostras. Preço FOB Manaus (Para cantidades malhores, consultar preço)Entregamos cualquer cantidade a partir de 1kg. e tambe tambores de 180kg 
...

Preço: R$ 65,00

Manaus/AM

Oleo Balsamo Copaiba

Nos somos coletores e processadores de óleo / bálsamo de copaíba, tipo mari-mari, decantado e filtrado, sem misturas o aditivos, em nossa factoria de Maués-Manaus-AM (Se facilitan amostras e informaçao)Nós fornecemos todos os documentos necessários também para exportação. Podemos atender programas ao longo do ano e os montantes de tambores de 180n kg Inox.
...

Preço: R$ 50,00

Araçariguama/SP

ADJUVANTE ESPALHANTE ADESIVO DE ALTO RENDIMENTO AGRINOR MULTFIX EMULSION

O Agrinor Multfix Emulsion é um adjuvante multifuncional com propriedades de espalhante adesivo aniônico de ultima geração, produzido com matérias prima de alta qualidade que atua na formação de clorofila e no melhor desenvolvimento das plantas. Reduz o pH das misturas e evita a formação de espuma nós tanques de pulverização.Benefícios:Melhora a distribuição dos defensivos agrícolas e fertilizantes foliares através da quebra da tensão superficial da gota e formação de uma película uniforme na superfície foliar permitindo:- Maior adesão e absorção foliar dos princípios ativos dos produtos aplicados reduzindo perdas por lavagem pelas chuvas;- Maior penetração dos fungicidas e inseticidas sistêmicos;- Aumenta a performance agronômica dos defensivos agrícolas e dos fertilizantes foliares contribuindo para a preservação do meio ambiente.- Redução de custo com desperdício de insumos principalmente em aplicações sobre pressão ou com condições ambientes adversas.  - Anti-espumante;Informações sobre o produto:Recomendação de uso: Utilizado para diversas culturasAplicação Terrestre: Dose Ideal: 40 a 40 ml / 100 Litros de águaAplicação Aéreas: Dose Ideal: 80 a 100 ml / 100 Litros de águaNatureza Física: LíquidoComposição: Lauril éter sulfato de sódio, tensoativos aniônicos, sulfato de zinco, sulfato de manganês, polímeros e água.Embalagem: Frasco de 1 Litros e Bombonas de 5, 20 e 50 LitrosPARA MAIS INFORMAÇÕES ENTRE EM CONTATO CONOSCO.CANAL DE COMPRAS DIRETO COM O FABRICANTE !DISTRIBUIÇÃO PARA TODO BRASIL !
...

Preço: R$ 24,00

Goiânia/GO

TORDON SUPERPROMOÇAO OPORTUNIDADE LIMPE SUA PASTAGEM COM O MENOR CUSTO DO BRASIL

Valor do balde de 20 litros Total R$ 480.00 .Valor promocional.A vista.GeralNome Técnico: PicloranRegistro no Ministério: 358709Empresa Registrante: Dow AgroSciencesComposiçãoIngrediente AtivoGrupo Químico2,4-D 402 g/LÁcido ariloxialcanóicoPicloram-trietanolamina 103.6 g/LÁcido piridinocarboxílicoClassificaçãoClasse Agronômica: HerbicidaToxicológica: I - Extremamente tóxicaAmbiental: III - Produto perigosoInflamabilidade: Não inflamávelCorrosividade: Não corrosivoFormulação: Concentrado Solúvel (SL)Modo de Ação: Seletivo, SistêmicoIndicações de UsoEucaliptoDosagemCaldaIntervaloÉpocaAplicTerrestreAéreaAplicSegNão classificado (Não classificado)3 a 7 %200 a 250 mL de calda/toco-Única.Não determinado.ErradicaçãoPastagensDosagemCaldaIntervaloÉpocaAplicTerrestreAéreaAplicSegAmor de cunhã (Solanum rugosum)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoAngélica (Randia armata)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoAroeirinha (Schinus terebinthifolius)4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoArranha gato (Acacia plumosa)4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoAssa peixe (Vernonia polyanthes)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoAssa peixe (Vernonia polyanthes)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoAssa peixe roxo (Vernonia westiniana)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoAssa peixe roxo (Vernonia westiniana)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoAssa peixe roxo (Vernonia westiniana)5 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoBeldroega (Portulaca oleracea)1 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoCaruru comum (Amaranthus viridis)1 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoCheirosa (Hyptis suaveolens)1 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoEspinheiro, angiquinho (Acacia paniculata)4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoEspinho agulha (Barnadesia rosea)4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoFedegoso (Senna occidentalis)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoGervão branco (Croton glandulosus)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoGuanxuma (Sida rhombifolia)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoGuanxuma (Sida rhombifolia)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoGuanxuma (Sidastrum micranthum)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoGuanxuma (Sidastrum paniculatum)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoJacarandá de espinho (Machaerium aculeatum)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoJoá bravo (Solanum aculeatissimum)4 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoLeiteiro (Peschiera fuchsiaefolia)4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoLobeira (Solanum lycocarpum)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoLobeira (Solanum lycocarpum)4 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoLobeira (Solanum lycocarpum)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoLosna branca (Parthenium hysterophorus)1 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoMalva branca (Sida cordifolia)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoMalva branca (Waltheria indica)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoMaria Mole (Senecio brasiliensis)3 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoPata de vaca (Bauhinia divaricata)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoPoaia (Spermacoce verticillata)6 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoPoaia do campo (Spermacoce alata)2 L p.c./ha100 a 400 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Época quente, plantas infestantes em pleno desenvolvimento vegetativoUnha de vaca (Bauhinia variegata)3 a 4 %200 a 400 L de calda/ha-Única.Não determinado.Qualquer época do anoEmbalagemBag in box (Jerry box) plástica 1, 4, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, 50 L Balde metálico/plástico 1, 4, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, 50 L Bombona plástica 4, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, 50, 250 L Frasco metálico/plástico 0,5, 1, 4 L IBC (intermediate Bulk Container) plástico com revestimento metálico 1000 L Isocontainer metálico/plástico 10000, 15000, 16000, 17000, 18000, 19000, 20000, 21000, 22000, 23000, 24000, 25000, 26000, 30000, 32000, 35000, 36000, 40000, 50000, 60000, 70000, 80000, 90000, 100000, 23 toneladas e a granel Isotanque metálico/plástico 18000, 20000, 23000, 24000, 25000, 26000, 30000, 32000, 35000, 36000 L Lata metálica 5 L Mini bulk metálico/plástico 420, 1000 L Tambor aço 50, 200 L Tambor metálico/plástico 50, 100, 200, 250 L Tamborete aço 5 L Tamborete metálico/plástico 200 LTecnologia de Aplicação1. INSTRUÇÕES DE USO: 1.1. Culturas Indicadas: Tordon* é um herbicida recomendado para o controle de dicotiledôneas indesejáveis de porte arbóreo, arbustivo e subarbustivo em pastagens e para a erradicação de touças de eucalipto na reforma de áreas florestais. 1.2.Plantas Daninhas Controladas e Doses Recomendadas: a. Pastagens: 1.2.1.Aplicação Foliar Tratorizada: (Vide Indicação de uso/Dose) Obs.: Utilizar as doses mais altas para plantas com roçadas anteriores, que são mais resistentes ao produto. Obs.: Volumes totais inferiores a 50 L/ha exigem calibração e equipamentos do avião que possam produzir gotas de grande diâmetro. b. Erradicação de Eucalipto: Aplicar de 3,0 a 7,0% (misturar de 3,0 a 7,0 L do produto em 97,0 a 93,0 L de água), aplicando-se 200 a 250 mL por touça. 1.3. Início, Número e Épocas ou Intervalos das Aplicações: a. Pastagem: Para pulverização foliar de qualquer tipo: Uma só aplicação, em época quente, com boa pluviosidade, onde as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. Para tratamento de tocos e anéis: Uma só aplicação, em qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse respeitar a época indicada anteriormente. Obs.: Para repasse por via foliar, esperar que a rebrota atinja uma superfície foliar equilibrada o suficiente, para absorver uma quantidade de produto que atinja todo o seu sistema radicular.Para rebrota de tocos é preferível refazer o corte e reaplicar o produto, em lugar de aplicar nas poucas folhas de rebrota. Isso porque essa área foliar de rebrota é insuficiente para absorver a quantidade de herbicida necessário. b. Erradicação de Eucalipto: Uma só aplicação em qualquer época do ano. 1.4. Modo de Aplicação e Informações Sobre os Equipamentos da Aplicação: a. Pastagens: Aplicação aérea: -Aplicação foliar em área total: Esse tratamento deve ser feito por avião quando as áreas forem extensas e as pastagens infestadas densamente por plantas daninhas de pequeno, médio e grande porte. Aplicar o produto molhando bem e uniformemente toda a folhagem da planta. -Tipo de equipamento: Aéreo, usando-se barras com bicos com uma angulação de 45º para trás com referência à corda da asa. -Volume de aplicação: 30 a 50 L/ha. -Altura do vôo:Para áreas sem obstáculos: "paliteiros" (remanescente da derrubada, árvores secas, etc.) cerca de 15 m sobre a vegetação a controlar;Para áreas com obstáculos: "paliteiros" impedindo o vôo uniforme a baixa altura, cerca de 40 m sobre a vegetação a controlar. -Largura da faixa de deposição:Para aviões: 18 a 20 m dependendo da altura de vôo. No caso de 40 m de altura de vôo, a faixa total poderá atingir 20 m, porém consideram-se 18 m de faixa útil;Para helicópteros: seguir as recomendações anteriores, porém com as larguras de faixa de 15 a 18 metros. -Tamanho e densidade de gotas na deposição sobre a vegetação: 200 a 400 micrometros com 6 a 18 gotas/cm2 variando com o tamanho da gota.-Condições Climáticas: Aplicar de outubro a março (no período chuvoso) de acordo com os seguintes limites meteorológicos: -Vento: 0 a 6 km/h - controlado por anemômetro. -Umidade relativa > 50% controlados por termohigrômetro -Temperatura < 30ºC -Tipos de bicos: bicos cônicos com orifícios de D8 a D12 sem core, variando com o tamanho desejado de gota e altura de vôo. -Pressão: 20 psi na barra. -Agitação do produto: na preparação da calda é realizada com moto bomba e no avião através do retorno. Prevenção de Deriva: -Para evitar efeitos indesejáveis, observar os limites meteorológicos definidos acima, e mais: -efetuar levantamento prévio de espécies sensíveis ao produto nas áreas próximas; -nunca fazer a aplicação aérea a menos de 2000 metros de plantas ou culturas sensíveis. -controlar permanentemente o sentido do vento: deverá soprar da cultura sensível para a área da aplicação. Interromper o serviço se houver mudança nessa direção. -Nas aplicações aéreas, a Dow AgroSciences Industrial Ltda. está à disposição para oferecer orientação e assistência técnica. Aplicação Terrestre - Trator com Barra •Barra de 18 bicos - separação de 50 cm entre bicos. •Bicos em leque, pontas 80.05, 80.06 e 80.08, malha 50. •Pressão: 20 a 45 lb/pol2. •Vazão: 200 - 400 L/ha. •Velocidade do trator: 6 a 8 km/h. •Tamanho da gota (grande): 500 a 600 ?m •Densidade da gota: 100 - 150/cm2. Aplicação Terrestre - Trator com Turbina de Fluxo de Ar •Largura de faixa: 12 a 15 m. •Vazão: 150 - 200 L/ha. •Velocidade do trator: 3ª marcha reduzida ou 1ª simples. •Tamanho da gota: 100 - 200 ?m. •Densidade de gota: 50 a 100/cm2. b. Erradicação de Eucalipto: Aplicar o produto no toco, logo após o corte das árvores ou no máximo até 24 horas após essa operação. Utilizar pulverizador tratorizado. Aplicar na superfície do corte até o ponto de escorrimento. Nota: Sobre outros equipamentos, providenciar uma boa cobertura de pulverização nas plantas. 1.5. Intervalo de segurança: Não determinado devido à modalidade de emprego. 1.6. Intervalo de reentrada de pessoas nas culturas e áreas tratadas: Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite de entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para o uso durante a aplicação. 1.7. Limitações de Uso: Fitotoxicidade para as Culturas Indicadas: •Não é fitotóxico às culturas indicadas dentro das doses e usos recomendados. Outras Restrições a Serem Observadas: •Culturas sensíveis: são sensíveis a esse herbicida as culturas dicotiledôneas como algodão, tomate, batata, feijão, soja, café, eucalipto, hortaliças, flores e outras espécies úteis sensíveis tal como a cultura de arroz. •Caso o Tordon* seja usado controle de invasoras em área total, o plantio de espécies susceptíveis ao produto nessas áreas só deverá ser feito 2 a 3 anos após a última aplicação do produto. •No caso de pastagens tratadas em área total, deve-se permitir que o capim se recupere, antes do pasto ser aberto ao gado. Dessa forma, a partir do início da aplicação, o pasto deve ser vedado ao gado pelo tempo necessário até a sua recuperação. Essa medida evita que os animais comam plantas tóxicas que possivelmente existam na pastagem e se tornam mais atrativas após aplicação do produto. •Evitar que o produto atinja, diretamente ou por deriva, as espécies úteis susceptíves ao herbicida. As aplicações por pulverização, tanto aéreas quanto por pulverizações costais ou manuais, só deverão ser feitas quando não houver perigo de atingir as espécies acima mencionadas. •Não utilizar para aplicação de outros produtos em culturas sensíveis, o equipamento que foi usado para a aplicação do Tordon*. •Não utilizar esterco de curral de animais que tenham pastado em área tratada com o produto, imediatamente após o tratamento em área total para adubar plantas ou culturas úteis sensíveis ao produto.Precauções quanto à Saúde Humana(De acordo com as recomendações aprovadas pelo Órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA / MS).Precauções quanto ao Meio Ambiente(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA / MMA).Manejo IntegradoSempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes sejam implementados.Manejo de ResistênciaO uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento de população de plantas daninhas resistentes a esse mecanismo de ação. Como prática de manejo de resistência de plantas daninhas, deverão ser aplicados, alternadamente, herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Os herbicidas deverão estar registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos, recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos, consulte um Engenheiro Agrônomo. 
...

Preço: R$ 21,50

Goiânia/GO

PAMPA HERBICIDA PARA PASTAGEM. PAMPA MESMA FORMULAÇAO DO TORDON ESPETACULAR CONTROLE PARA PASTAGEM

herbicida para pastagem semelhante ao tordon mesma formula.valor do balde 430.00 de 20 litros.Indicações de UsoPastagensDosagemCaldaIntervaloÉpocaAplicTerrestreAéreaAplicSegAguapé (Eichornia crassipes)3 a 5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteAmendoim bravo (Euphorbia heterophylla)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteAmor de cunhã (Solanum rugosum)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteArranha gato (Acacia plumosa)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteAssa peixe (Vernonia polyanthes)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteCambarazinho (Eupatorium laevigatum)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteCapixingui (Croton floribundus)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteCarqueja (Baccharis trimera)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteErva de bicho (Polygonum punctatum)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteGuanxuma (Sida rhombifolia)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteJoá bravo (Solanum sisymbriifolium)3 a 5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteJurubeba (Solanum paniculatum)3 a 5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteLeiteiro (Peschiera fuchsiaefolia)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteLobeira (Solanum lycocarpum)3 a 5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteMaria Mole (Senecio brasiliensis)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteMio mio (Baccharis coridifolia)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormentePicão preto (Bidens pilosa)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteSamambaia (Pteridium aquilinum)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteTôjo (Ulex europaeus)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteTranchagem (Plantago major)3,5 L p.c./ha100 a 700 L de calda/ha30 a 50 L de calda/ha (aéreo)Única.Não determinado.Para pulverização foliar de qualquer tipo: Época quente, com boa pluviosidade, em que as plantas a serem combatidas estejam em intenso processo vegetativo. Isto ocorre normalmente de outubro a março. No norte do Pará e no Amazonas a ocorrência de chuvas é menor entre maio e agosto, o que torna essa época mais favorável às aplicações aéreas. | • Para tratamento de tocos e anéis: qualquer época do ano. Deve-se fazer um tratamento e fazer um repasse em caso de rebrota. Para o repasse, respeitar a época indicada anteriormenteEmbalagem
...

Preço: R$ 1,50

Piedade/SP

EXTRATO PIROLENHOSO BRUTO DE EUCALIPTO

VENDO EXTRATO PIROLENHOSO BRUTO EXTRAÍDO DURANTE O PROCESSO DA QUEIMA DE CARVÃO DE EUCALIPTO.TENHO UMA MÉDIA DE 5.000 LITROS POR MÊS. ELES ESTÁ NO ESTADO BRUTO , COMO SAI DO PROCESSO DA QUEIMA DE CARVÃO Acima de 1.000 litros preço negociável.
...

Preço: R$ 74,98

Ribeirão Preto/SP

Óleo de Laranja - Defensivo Agrícola de Mosca Branca, Ácaro, Pulgão, Cochonilhas e outras;

SprayWell e PowerNeem é um produto que possui uma formulação inovadora a base de óleo essencial de laranja e óleo de Neem.PRINCIPAIS BENEFÍCIOS: Não necessita de RECEITUÁRIO AGRONÔMICO e Armazenamento especial;FORMULAÇÃO inovadora livre de nonilfenol; Ausência de Fitotoxicidade; Melhor HOMOGENIZAÇÃO/COMPATIBILIDADE de calda;RAPIDEZ na absorção;Maior PENETRAÇÃO dos defensivos aplicados;MAIOR espalhamento e aderência na planta;Ação TRANSLAMINAR;Excelente para o MANEJO de Mosca Branca, Ácaros, Pulgão, Cochonilhas e outras;Não promove espuma;
...

Preço: R$ 54,99

Salvador/BA

Inseticida para Formigas, Cupins e Baratas Não tóxico - Insetyl

InsetylProduto sistêmico que combate com eficiência insetos rasteiros e invertebrados.Eficaz contra todo tipo e tamanho de formiga, cupim de morro, cupim de móveis, cupim cortador de grama e baratas. MODO DE USARBorrife INSETYL utilizando a válvula spray, sobre alguns insetos e nas trilhas das formigas e cupins, e também nos locais onde se observe maior atividade dos mesmos. Quando a infestação for maior, aumente o número de pontos de aplicação.  O produto já vem pronto parauso e não há necessidade de diluir em água, basta AGITAR BEM todas as vezes antes do uso. Após o uso de todo o conteúdo do frasco, não reutilizar a embalagem para outros fins. FORMIGAS Apenas  algumas borrifadas sobre um grupo de formigas e as mesmas se encarregarão de contaminar as demais. Em menos de 36 horas, ficará livre das formigas (a colônia inteira). CUPINS  DE   MADEIRA  SECA, SUBTERRÂNEO, DE ÁRVORES, MÓVEIS OU QUALQUER OUTRO.  Aplicar o INSETYL sobre os cupins ou injetar através de uma seringa em alguns dos buracos dos móveis. Atingindo alguns cupins os outros também serão contaminados pelo produto.  BARATA Pulverize sobre uma barata. Esta retornará à colônia, contaminando as outras. As baratas são canibais e se alimentarão da primeira que morrer, acelerando o processo de extermínio da colônia. ISCAS  Colocar açúcar em recipientes  na cozinha, sala e quarto. Aplicar o INSETYL sobre os insetos atraídos. Outra opção é colocar açúcar num pratinho e molhar com INSETYL que irá atrair moscas, formigas e baratas, contaminando-as e exterminando-as. Produto sem cheiro e de baixíssima toxicidade, portanto, inofensivo para o ser humano.O Insetyl é diferente porque exterminaa colônia inteira!!Observação:Em área urbana a aplicação do produto tem um efeito mais eficiente  e pode deixar a área (casa, apartamento, indústria e comércio) livre de cupins e formigas por muitos meses, mas em áreas rurais, quintais  e terrenos (ou próximo a eles), há uma proliferação rápida e natural de insetos, principalmente de cupins e formigas, nestes caso, é possível surgir novos focos (cupinzeiros, formigueiros, etc) em pouco tempo,  o que se faz necessário novas aplicações do produto, principalmente se em volta da área tratada existem terrenos baldios, imóveis abandonados ou desleixo por parte da vizinhança.OBS.: ESTE PRODUTO NÃO MATA NA HORA, POIS É SISTÊMICO. É PRECISO UM TEMPO PARA  OS INSETOS CONTAMINADOS, CONTAMINAREM O RESTANTE, ELIMINANDO A COLÔNIA INTEIRA. ESTE PRODUTO NÃO TEM CHEIRO INCOMODATIVO E NÃO É TÓXICO PARA SERES HUMANOS E ANIMAIS DOMÉSTICOS. OS PRODUTOS QUE MATAM NA HORA SÃO DE IMPACTO, E SÓ ELIMINAM OS INSETOS QUE ESTÃO VISÍVEIS (QUE RECEBERAM O PRODUTO). QUANDO CESSA O EFEITO RESIDUAL, OS INSETOS RETORNAM DA COLÔNIA, INFESTANDO A ÁREA NOVAMENTE. PRODUTOS DE IMPACTO SÃO TÓXICOS À ANIMAIS DOMÉSTICOS E  SERES HUMANOS.TEMPO PARA ELIMINARA COLÔNIA DE INSETOS (FORMIGUEIRO, CUPINZEIRO, ETC):FORMIGAS- DE 24 A 36 HORASCUPINS- DE 5 A 16 DIAS (DEPENDENDO DO TIPO DE CUPIM)BARATAS- 3 A 4 DIAS
...

Preço: R$ 1,80

São Paulo/SP

Compro Óleo vegetal

Compro Óleo vegetal de empresas, coletores e estabelecimentos. 
...

Preço: R$ 5,90

Severínia/SP

Cotesia Flavipes

A broca-da-cana é uma das principais pragas que atacam os canaviais, ela é responsável pela perda de produtividade na industria reduzindo o teor de sacarose, diminuindo o peso da cana e consequentemente os ganhos do produtor. A Cotesia flavipes ataca as brocas dentro e fora da cana, sem agredir o meio ambiente e com baixo custo em relação ao controle químico.
...

Preço: R$ 75,00

São José do Rio Preto/SP

Óleo de Neem

DescriçãoÓleo de Neem é um inseticida orgânico composto de óleo puro obtido a partir da prensagem à frio das amêndoas de sementes de Neem indiano (Azadirachta indica). São encontrados mais de 150 compostos bioativos presentes no Neem, sendo que nove deles apresentam ação inseticida cientificamente comprovada. O principal deles é um tetranortriterpenóide ou limonóide chamado Azadiractina Apresenta quatro formas de ação sobre os insetos, sendo o efeito anti-alimentar, o efeito regular do crescimento, o efeito inibidor da reprodução e o efeito repelência de postura. O óleo de neem apresenta ainda ação por contato e por ingestão, sendo essa última mais pronunciada. Atua sobre todas as fases dos insetos (ovos, larvas, ninfas e adultos) é indicado no controle de mais de 500 espécies de insetos e ácaros nas mais variadas culturas comerciais e ornamentais. O oleo de neem ao ser aplicado os princípios ativos ficam aderidos à superfície das plantas e frutos, e parte é absorvido e passa a circular na seiva.Os insetos ao ingerirem os tecidos vegetais contendo os princípios ativos do Óleo de Neem, passam a sofrer a ação deletéria do Neem, morrendo em poucos dias. O óleo de neem é totalmente biodegradável e não é bioacumulável, sendo inofensivo ao meio ambiente e a animais de sangue quente. O Óleo de Neem apresenta baixo custo, é de fácil manuseio e aplicação, apresentando grande eficácia no controle de insetos indesejáveis. Apresenta pouca ação sobre os inimigos naturais. É mundialmente aceito e recomendado pela IFOAM (Internacional Federation Organic Agriculture Moviment) para a agricultura e pecuária orgânica.Modo de Usar- Diluir o produto em água limpa e preferentemente com ph neutro ( 0,7).- Em hortaliças e flores usar solução 0,3% ( 100 ml em 30 litros de água ).- Em plantas de lavoura usar solução de 0,5 a 0,7% (0,5 a 0,7 litros em 100 litros de água ).- Não misturar a outros produtos.- Aplicar no final da tarde.VantagensControle as populações de insetos indesejáveis na agricultura, na pecuária e em residências, sendo inofensivo ao homem e a animais de sangue quente. É totalmente biodegradável e não é bioacumulável, ainda, é mundialmente aprovado para o uso na agricultura e pecuária orgânica. Pode ser associado ao controle biológico, não afetando inimigos naturais e polinizadores.- Inofensivo aos animais de sangue quente.- Melhor relação custo x benefício.- Não afeta inimigos naturais e polinizadores.- Apresenta diversas formas de ação sobre os insetos, não gerando resistência.- Totalmente biodegradável.- Não bioacumulável.- Pode ser associados ao controle biológico.- Recomendado pela IFOAM (Internacional Federation Organic Agriculture Moviment) para a agricultura e pecuária orgânica.- Único produto 100% orgânico do mercado mundial.Fertilizantes Agrícola Temos vários tipo de fertilizantes Liquido, entregamos em todo o Brasil!Alguns Produtos;Óleo de NeemN-P-K LÍQUIDOPLASTERTECCALCITECSUPER-FISHCÁLCIO 25%FLOWER PLUSUtilize o formulário abaixo para entrar em contato conosco.
...

Preço: R$ 59,00

Bariri/SP

Gamit 360 FMC

TODOS PRODUTOS COM NOTA FISCALDOSES: As doses menores são recomendadas para a utilização do produto em solos leves e as doses maiores para solos mais pesados. A recomendação da dose em faixa também ocorre em função do nível de infestação de plantas daninhas. daninhas indicadas. MODO DE APLICAÇÃO: • Pós-plantio, pré-emergente em relação às plantas daninhas e à cultura, podendo ainda na cultura do arroz irrigado ser aplicado logo após o início da emergência do arroz. O solo deve estar livre de torrões, previamente eliminados por um bom preparo do solo pela gradagem. • No fumo, a aplicação de Gamit 360 CS pode ser feita em faixa sobre o camalhão ou em área total, antes ou logo após o transplante das mudas. Nas entrelinhas a aplicação pode ser realizada, após o último cultivo mecânico das plantas daninhas (capina). • No algodão, antes do plantio, as sementes devem ser previamente tratadas com o inseticida fosforado disulfoton ou com a aplicação do mesmo no solo (sulco de plantio) nas doses indicadas na bula do produto, que funciona como "safener" (protetor), conferindo seletividade ao Gamit 360 CS para a cultura do algodão. • Na cultura do Eucalipto, aplicar o produto somente em solos leves e médios na pré-emergência das plantas daninhas, respeitando as doses indicadas no quadro de acordo com a infestação na área. Efetuar o controle das plantas daninhas Grama-seda (Cynodon dactylon) e Capim-colchão (Digitaria horizontalis) somente em solos leves. Aplicar o produto GAMIT 360 CS aos 3 (três) dias antes do plantio ou transplante das mudas da cultura Gamit 360 CS para sua ativação precisa de uma quantidade mínima de umidade no solo. Na ausência desta, deve-se aguardar uma chuva leve (maior que 10 mm) para sua ativação. Neste caso, se houver mato já germinado, o mesmo deve ser eliminado através de um cultivo superficial (tratonzado ou manual) nas entrelinhas, evitando-se o movimento intenso do solo para manter Gamit 360 CS na camada superficial. PREPARO DA CALDA: Colocar água limpa no tanque do pulverizador até a metade de sua capacidade, após estar regulado com a correta vazão. Adicionar Gamit 360 CS na dose previamente calculada. Acionar o agitador e completar com água o tanque de pulverização. Ao aplicar o produto não se faz necessário usar o agitador. 
...

Preço: R$ 27,00

Goiânia/GO

CONTROLE TOTAL CIGARRINHA E LAGARTA DE PASTAGEM , OVOS NINFAS LARVAS ADULTO

INSETICIDA ESPETACULAR COM CONTROLE COMPLETO EM TODAS AS FASES DA PRAGAOVOS NINFAS LARVAS ADULTOSNAO PERCA DINHEIRO NAO ENFRAQUEÇA SEUS ANIMAISNAO DEIXE SEUS ANIMAIS PERDER PESO E CAIR A PRODUÇAO DE LEITE. PERCA SUA PASTAGEM.OPORTUNIDADE UNICA COM O MELHOR CUSTO BENEFICIO.ENVIAMOS PARA TODO O BRASILEFICIENCIA ESPETACULARNAO DEIXE O PROBLEMA AUMENTAR NO FUTURO , EXTERMINE AGORA A POPULAÇAO DE PRAGAS DA SUA PASTAGEM E LAVOURA.A MELHOR EFICIENCIA DO MUNDO PARA O CONTROLE DESTE TIPO DE PRAGA.VALOR POR HECTARE APENAS 27;00 
...

Preço: R$ 4,50

Novo Horizonte/SP

Agente de controle Cotésia

Laboratório de criação de vespas cotésia flavipes Valor varia conforme a localidade. Peça seu orçamente e consulte seu frete.
...

Preço: R$ 300,00

Uberaba/MG

Regent WG 800

Inseticida Regent wg 800 BASF FIPRONIL!TEMOS UMA GRANDE VARIEDADES DE DEFENSIVOS AGRICOLASAPROACH PRIMAFOX STANDAK TOPELATUSBELTPREMIO E OUTROS PRODUTO COM NOTA FISCAL  E LAUDO DE ANALISEPAGAMENTO CONTRA ENTREGAENVIAMOS SOMENTE POR TRANSPORTADORA AUTORIZADA!
...

Preço: R$ 1,00

Guarulhos/SP

Compro Oleo Vegetal Usado

Compramos óleo vegetal usado Pagamos 0,90 Retiramos no local pagamos á vistaRetiramos em Qualquer Lugar da Grande São Paulo,Interior, Litoral e Sul de MinasHotéis, Condomínios, Bares, Restaurantes, Lanchonetes, Churrascarias, Padarias, Cozinhas Industriais, Igrejas e Outros.Coletas realizadas a partir de 50 litrosPagamos R$1,00 por litro ou revertemos em produtos de limpeza a cada 50 litros de óleo trocamos por 20 litros de produtos de limpeza.**Acima de 1.000 Litros Preço a Combinar**
...

Preço: R$ 35,00

Dom Pedrito/RS

SCORPIO - PÓ BIOGÊNICO PARA O CONTROLE AMBIENTAL DE INFESTANTES DOMÉSTICOS E RURAIS

SCORPIO é um defensivo natural, não tóxico, orgânico, destinado ao controle de infestantes em área doméstica e rural. Uso: Aplique uma fina camada de SCORPIO nos locais infestados, tais como: pisos, rachaduras, buracos, frestas, muros, rodapés, etc, onde transitam os agentes infestantes. Agentes infestantes: escorpiões, aranhas,pulgas, piolhos,formigas, carrapatos, baratas. Aplique somente em lugares secos.Apresentação:  saco de 500 g R$ 28,00
...

Preço: R$ 30,00

São Paulo/SP

Argila Expandida

È um material muito utilizado na construção civil,  devido à sua inércia química e alta durabilidade, também pode ser exposta a ambientes extremamente agressivos, como plataformas marítimas.Por apresentar elevada permeabilidade, a argila expandida também é bastante utilizada na forração de plantas em projetos de jardinagem e paisagismo.Muito mais vantagens – Incombustível, aumenta a resistência contra incêndios– Proporciona isolamento térmico e acústico– Alivia a sobrecarga sobre estruturas– Fácil e rápida de aplicar, economiza custos na obra– Apresenta estabilidade dimensional, reduzindo deformaçõesValor de R$30,00 50L
...

Preço: R$ 40,00

Mogi das Cruzes/SP

ROCKS SILICIO E TORTA DE MAMONA PREMIUM PARA TODO BRASIL

ROCKS É A MISTURA DE 7 ROCHAS SILICÁTICAS E BASÁLTICAS USADO NA PULVERIZAÇÃOIRRIGAÇÃO E TRATAMENTO DE SEMENTES.IMPEDE POR BARREIRA MECÂNICA NA FOLHA E NO FRUTO , QUE QUALQUER TIPO DE FUNGO, RASGUE A FOLHA COM SEU ESPORO, EVITANDO ASSIM A ENTRADA DO MESMO.DEIXE DE USAR DIVERSOS FUNGICIDAS, E USE ROCKS, ALEM DE NATURAL AINDA CONTEM 21 MACRO E MICRONUTRIENTES.PEÇA NOSSO CONTATO E RECEBE IMAGENS DE ANTES E DEPOIS , DE MAIS DE 250 CULTURAS DIFERENTES.PRODUTO QUE VOCÊ VÊ A DIFERENÇA A OLHO NÚ, APÓS 10 DIAS DE APLICADO.PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDAS AGRÍCOLAS, REPRESENTANTES E GRANDES PRODUTORESTORTA DE MAMONA PREMIUMUNICA QUE NÃO É MISTURADA COM CASCA (A casca tem apenas 1% de Calcio que demora 2 anos pra ser liberado no solo ) OU SEJA NÃO PAGUE POR CASCA.NOSSA TORTA TEM ALTO CONTROLE DE NEMATÓIDE PORQUE RESIDUAL DE ÓLEO, POR SER EXTRAÍDA SEM SOLVENTE.MANDAMOS PARA TODO BRASIL A PARTIR DE 2T, ESTAMOS PROXIMOS AO TERMINAL DE CARGAS FERNÃO DIAS EM SP, POR ISSO CONSEGUIMOS FRETE RAPIDO E COM BOM CUSTO.SOMOS FABRICANTES, SEM INTERMEDIARIOS ACEITAMOS VEÍCULOS LEVES, COMERCIAIS, CAMINHÕES E TRATORES PARA COMPRA DE LOTES GRANDES , PAGAMOS FIPE ,E A TONELADA SAI POR R$ 800,00 PREÇO A PRAZO NORMAL.
...

Preço: R$ 130,00

Águas de Lindóia/SP

ÓLEO DE NEEM PURO DALNEEM

FITONEEM É UM EXCELENTE INSETICIDA ORGÂNICO PARA O CONTROLE DE INSETOS SUGADORES : PULGÃO, ÁCARO, TRIPS, LAGARTA, COCHONILHA, MOSCA-BRANCA, BICHO MINEIRO, TRAÇAS, ETC...É TAMBÉM EXCELENTE FUNGICIDA E EXCELENTE REPELENTE.O ÚNICO REGISTRADO NO MAPA, CARÊNCIA ZERO, E 3000 PPM DE AZADIRACTINA.DOSAGEM 700 ML P HECTARE OU 200ML P 100 LT DE ÁGUA PARA PEQUENAS CULTURAS.PODE SER MISTURADO COM OUTRO TIPO DE DEFENSIVO, POTENCIALIZANDO POR SER SELANTE E ESPALHANTE.AGORA EXISTE UM ÓLEO DE NEEM REGISTRADO PRA USO AGRÍCOLA E ORGÂNICO.
...

Preço: R$ 250,00

Tangará da Serra/MT

DEFENSIVO ECOLÓGICO

- EMBALAGEM COM 1.500ML.- VALOR INCLUI O DESPACHO PELO PAC DOS CORREIOS PARA TODO O BRASIL.- INSETICIDA DE CONTATO, REPELENTE, FAGOINIBIDOR E QUIMIOESTIRILIZANTE.- COMBATE A MOSCA-BRANCA, ÁCAROS, PULGÕES, COCHONILHA, LAGARTA E VAQUINHAS.- MATA, REPELE, CAUSA INIBIÇÃO ALIMENTAR DOS INSETOS E  PROVOCA DISTÚRBIO      HORMONAL NO SISTEMA  DE REPRODUÇÃO DOS MESMOS,- RENDIMENTO: 100ML DESTA SOLUÇÃO PARA 20 LITROS DE ÁGUA.(CALDA)                             200LTS DE CALDA/HA.
...

Preço: R$ 2,80

Dom Pedrito/RS

CAPTUR : INDUTOR PARA CAPTURA DE ENXAMES DE ABELHAS

O CAPTUR, destiná-se à captura de enxames de abelhas. Cujo constituinte, é isômero do feromônio secretado pela abelha, para a indicação de trilha até a fonte de alimento e retorno a colmeia - EFEITO FEROMÔNICO. Apresentado em microtubo de 1 ml . Uso: Basta colocar um tubo dentro da caixa de captura para atrair as abelhas. 
...

Preço: R$ 7,50

Cedral/SP

ÓLEO DE NIM - CONTROLE DE PRAGAS

Folhas Completo: É um fertilizante foliar mineral concentrado, solúvel em água e facilmente absorvido pelas plantas, através da folhas, caules e ramos. Ativa o metabolismo, melhorando a fotossíntese e outros processos fisiológicos vitais. Ajuda na formação de quelatos entre nutrientes, melhorando seu desenvolvimento e proporcionando uma nutrição bem equilibrada. Aumenta a reserva de carboidratos, dando maior vigor as brotações e frutos, elevando os teores nutricionais e contribuindo no pegamento das flores, diminuindo o abortamento e ajudando a planta a resistir aos intempéries hídricosComposição: Nitrogênio(N) 20,0% Registro no Ministério da Agricultura: Nº EPSP-80825 10046-0                      Fósforo(P2O5) 10,0%                      Potássio(K20) 10.0%                      Magnésio(Mg) 0.5%                      Enxofre(S) 1.0%                      Zinco(Zn) 1.0%                      Ferro(Fe) 0.5%                      Boro(B) 0.3% Modo de aplicação: Deve-se pulverizar desde do início da parte vegetativa até o final do clico da cultura, sempre fazendo com que atinja toda a planta, incluindo ramos jovens e parte do caule, nutrindo e prevenindo contra pragas e possíveis doençasDosagem do Folhas Completo: 100 litros de água - 300-600 mlFolhas 04-14-08 - Registro no Ministério da Agriculutura - N°80825 10036-2Composição: Nitrogênio(N) 4,0%                     Fósforo(P2O5) 14,0%                     Potássio(8,0) 8,0%                     Magnésio(Mg) 1,0%                     Enxofre(S) 1,2%                     Zinco(Zn) 0,1%                     Cobre(Cu) 0,07%                     Boro(B) 0,02%Folhas 06-06-08 - Registro no Ministério da Agricultura - N° 80825 10043-5Composição: Nitrogênio(N) 6,0%                     Fósforo(P2O5) 6,0%                     Potássio(8,0) 8,0%                     Magnésio(Mg) 0,9%                     Enxofre(S) 1,1%                     Zinco(Zn) 0,1%                     Manganês(Mn) 0,1%                     Ferro(Fe) 0,1%                     Boro(B) 0,02%Folhas 10-10-10 - Registro no Ministério da Agricultura - N° 81360 10008-9Composição: Nitrogênio(N) 10,0%                      Fósforo(P2O5) 10,0%                     Potássio(8,0) 10,0%                     Magnésio(Mg) 1,0%                     Enxofre(S) 1,9%                     Zinco(Zn) 1,0%                     Ferro(Cu) 0,5%                     Boro(B) 0,05%Folhas 20-05-08 - Registro no Ministério da Agricultura - N° 81360 10006-2Composição: Nitrogênio(N) 20,0%                      Fósforo(P2O5) 5,0%                     Potássio(8,0) 8,0                     Enxofre(S) 1,4%                     Zinco(Zn) 3,0%                     Boro(B) 1,0%Micromax Fluído - Registro no Ministério da Agricultura - N° 81360 10007-1Composição: Magnésio(Mg) 2,0%                     Exofre(S) 7,0%                     Zinco(Zn) 5,0%                     Manganês(Mn) 4,0%                     Ferro(Fe) 0,5%                     Boro(B) 0,5%                     Molibdênio(Mo) 0,05%CaB 24 - É fertilizante que contém 20% cálcio a base de cloreto juntamente com 4% boro, contém quelatos orgânicos que aumenta a eficiência na absorção dos nutrientes. É recomendado nos programas de nutrição visando melhor pegamento da florada, reduzindo o aborto prematuro dos frutos, compor a estrutura da parte lenhosa da planta e melhorar o transporte de açucares dentro da planta e reduzir a mortalidade das gemas apicais.O cálcio é necessário para garantir um bom desenvolvimento de raízes e crescimento da parte aérea, fortalecendo a estrutura das plantas e aumentando a produtividade. É altamente exigido na fase de enchimento das bagasO boro esta associado com o metabolismo de carboidratos e a síntese de ácidos nucléicos. Onde o boro é deficiente ocorrem prejuízos no florescimento e pegamento dos frutos. Ensaios sugerem que os maiores aumentos na produtividade de café ocorrem quando as aplicações de boro foliar são feitas antes e após o florescimento, de preferência combinados com zinco A aplicação do produto deve ser na pré e pós florada, e depois de 45 dias da pós floradaComposição: - Cálcio(Ca) 20%                      Boro(B) 4%BDosagem para aplicação: 200 gramas para 100 litros de água Registro no Ministério da Agricultura: N° EPSP 81360 10001-1PRODUTOS LÍQUIDOS (REGISTRADOS)FOLHAS - N 20%, P 5%, K 8%, S 1,4%, Zn3%, B 1%1,25CODIPA81360 10006-24-14-8 + MICROS - N 4%, P 14%, K 8%, Mg 1%, S 1,2%,Zn 0,1%, Cu 0,07%, B 0,02%1.35FENIX80825 10036-2CODACOBRE - Cu 20%FENIX80825 10037-110-10-10 + MICROS - S 1,9%, Mg 1%, Zn 1%, Fe 0,5%, B 0,05%1.30CODIPA81360 10008-96-6-8 + MICROS - S 1,1%, Mg 0,9%, Zn 0,1%,Mn 0,1%,Fe 0,1%, B 0,02%1.25FENIX80825 10043-500-30-20 (FOSFITO) MULT PEKFENIX80825 10041-9FOLHAS - (PRONTO USO) FRASCO 500ML1.15FENIX80825 10045-1N 3%, P 2%, K 2%, Ca 1%,,Mg 0,9%, S 1,10 %, Zn 0,1%, Mn 0,05%, Fe 0,1%,B 0,02%, Mo 0,01%MICROMAX FLUÍDO- S 7%, Mg 2%, Zn 5%, Mn 4%,Fe 0,5%, B 0,5%, Mo 0,05%1.30CODIPA81360 10007-1FOLHAS COMPLETO- N 20%, P 10%, K 10%, Mg 0,5%, S 1,0%,Zn 1,0%, Fe 0,5%, B 0,3%1.35FENIX80825 10046-0FOLHAS SOJA e FEIJÃO- N 05%, P 20%, K 10%, Mg 0,6%, S 2,0%,Zn 1,0%, Mn 4,0%Fe 0,30%, B 0,03%1.4FENIX80825 10048-6SILINTEC- K 4,0%, Ca 8,0%, S 28%1.2FENIX80825 10049-4CODIPA SAIS (REGISTRADOS)05-25-30 + 0,3% Mo + 1% BCODIPA81360 10000-3CAB 24 - Ca 20%, B 4%CODIPA81360 10001-1CÁLCIO 27%FENIX80825 10051-6BOROMAG - 11%B, 3%MgFENIX80825 10050-820-20-20 - R$FENIX80825 10026-530-00-10 + 3% Zn, 1,3% B, 1,4% S -CODIPA81360 10004-620-05-20FENIX80825 10024-905-30-30FENIX80825 10002-830-10-10FENIX80825 10003-6N 15%, Ca 19%FENIX80825 10005-210-40-10FENIX80825 10006-110-10-40FENIX80825 10007-905-00-40FENIX80825 10020-612-14-32FENIX80825 10021-419-10-19FENIX80825 10023-110-30-20FENIX80825 10025-730-15-10FENIX80825 10027-3Cu 24%, S 11%FENIX80825 10033-8Cu 20%, Ca 4,8%, S 10% - pó molhávelFENIX80825 10031-115-15-20 + MICROS - S 1%, Mg 0,6%, Ca 1%, Zn 0,1%, Mn 0,4%, B 0,05%, Mo 0,02%FENIX80825 10039-726-10-10 + MICROS - S 1%, Mg 0,5%, Zn 1%, Mn 0,1%, B 0,14%, Mo 0,02%FENIX80825 10040-1ENXOFRE 95% - VIA SOLO (PECUÁRIO)FENIX80825 10017-6SULFAMN (ENXOFRE PÓ MOLHÁVEL) - 80% S + 1% Mn (VIA SOLO)FENIX80825 10030-3MICROMAX- S 15%, Mg 5%, Zn 11%, Mn 5%, Fe 2%, B 2%, Mo 0,3%CODIPA81360 10005-4MICRO N - N 10%, Mg 2,7%, S 7%, Zn 3%,Mn 4%,Fe 0,4%,Cu 0,1%,B 2%,Mo 0,02%NPK em Sais - Valor+ frete e Imposto NFE.BOROMAG PC 2KG BOROZIN PC 2KG CAB 24 PC 2KG CALCIO 27% PC 2KG CODACOBRE (Cu20%+C 4,8%+S 10%) PC 2KG CODACOBRE (Cu24%, S11%) PC 2KG CODIPA KS PC 2KG FERTISILICA PC 1KG HIDROLEX PC 1KG K-60 PC 2KG MICRO-N PC 2KG MS5 PC 2KG MICRO MS8 PC 2KG MICROMAX SAIS PC 2KG NITRATO DE CÁLCIO PC 2KG 05|00|40 PC 2KG 05-25-30+0,3Mo PC 2KG 05|30|30 PC 2KG 10|10|40PC 2KG R$ 10|40|10 PC 2KG 10|30|20 PC 2KG 12-14-32 PC 2KG 15|15|20 + MICROS PC 2KG 19|10|19 PC 2KG 20|05|20PC 2KG 20-20-20 PC 2KG 20|30|05 PC 2KG 26|10|10 + MICROS PC 2KG 30-00-10 + 3%Zn + 1,3% B + 1,4%S PC 2KG 30|10|10PC 2KG 30-15-10 PC 2KG ATTAFLORA 1 KILO ISCA EM PÓ 1 KILOGALOES DE 0,100ML,01LITRO,05LITROS,20LITROS....A nossa empresa tem como objetivo a agricultura orgânica, a sustentabilidade e a preservação ambiental, e para isso nosso compromisso é sempre fornecer aos nossos clientes produtos de qualidade e eficácia comprovada. A agricultura orgânica é o sistema de produção que exclui o uso de fertilizantes sintéticos, agrotóxicos e reguladores de crescimento compostos sinteticamente. Esse método busca manter a estrutura e produtividade do solo trabalhando em harmonia com a natureza. A lucratividade e produtividade giram em torno de 30% a 40% acima dos valores obtidos na agricultura convencional, e além disso a produção é mais sadia, saborosa e natural. Inseticida e Acarecida Natural Extrato vegetal de Nim repelente de pragas Ingredientes Azadirachta Indica - Nim Allamanda Nobilis - Alamanda Chrysantemum Inerariae-Folium - Piretro Deris SSP - Timbó Tegetes Minuta - Cravo-de-Defunto Melia Azedarach - Cinamomo Piper Nigrum - Pimenta-do-Reino Extrato PirolenhosoVeículo com função potencializadora repelente, ativador fisiológico e redutor de pH. BoroElemento essencial no alongamento celular, transporte de açúcares e aumenta a resistência sistêmica das plantas. SilícioPromove o enrigecimento das folhas e cascas de frutos, dificultando o ataque de fungos e insetos. Controle dos principais insetos e pragasSOJA: Ele controla percevejo verde, mosca branca, lagarta, grilo, besouro, gafanhotos e outras espécies e também a ferrugem asiática, mancha angular, mancha altenária, fungos, oidio. CAFÉ: Bicho mineiro, broca, cigarrilha, lagartos, ferrugem e outros. TOMATE: Muchadeira, lagarta de solo, lagarta rosca, vaquinha, pulgão, traça dos crucioferox, percevejo de tomate, percevejo verde – branca, mosca branca, mosca minadora, teça da barata, lagarta dos frutos, ácaros, tripse, fungos, fusário, bichomineiro. BATATA: Pulgão, vaquinha, lagartas, mosca branca, muchadeira, burrinho, traça, cochonilha, besouros, trips e requeima. UVA: Antracnose, míldio, mosca branca, cochinilha, pérola. MORANGO: Mosca branca, bactérias. Doenças: Ácaros, ferrugem (micosfarila), pinta, mancha folha, oidio, míldio, antracnose. AMENDOIM: Lagarto elasmo, lagarta rosca, percevejo castanho, cupim, larva do besouro, trips, cigarrinha. Doenças: Manca preta, pinta preta, macho castanho, verrugoso. BANANA: Mozaico, moleque de bananeira, pragas em gerais. FUMO: Vira a cabeça, oidio, míldio, antracnose, mofo azul, bacteriana (1 l para 100). FLORES: Ácaros, trips, pinta preta, fungos (1 l para 300) MANDIOCA: Cochonilhas, mosca branca, ferrugem, atraquinose, bactérias (erinúcleos ou mandruvá). ORQUÍDEA: Antracnose, ácaros, oidio, míldio, mozaico, bactérias. CITROS: Trips, ácaros, conchonilha, pulgões, fungos, antracnose, lagartas, ferrugem, citros, minadoras de citros, fusarium. PIMENTA: Fuzário, pulgões. MILHO: Lagarta do cartucho, lagarta dos capinzais, lagarta dos espigais, percevejo castanho. MAMÃO: Trips, ácaros, pulgões. HORTALIÇAS: Pulgões, lagartas em geral, mosca branca, ácaros, oidio, fungos. FEIJÃO: Ferrugem do feijoeiro, lagartas, cigarrinhas, mosca branca, ácaros, pulgões, trips, percevejos, lagartas do cartucho, vaquinha. Doenças: Míldio, oidio, antracnose, podridão bacteriana. ALGODÃO: Broca, lagartas-rosada, bicudo, pulgão, ácaro.Doenças: Ramulose e amucha do fusarium, mematóide. TRIGO: Lagarta dos milharais ou cartucho, curuquerêdos, capinzais (lagarta de 4 cm), lagartas do trigo, broca das hastes (moléstias). Doenças: Ferrugem do colmo, ferrugem das folhas, leptoriose causados por dois fungos, oidio ou mofo-branco. ARROZ: Solo, culpim, percevejo castanho, elasmopolpus, bicho-bolo, pulgão, gorgulho, traça dos cereais, lagarta do solo. CEREAIS: Percevejo do arroz, lagarta dos capinzais, lagarta do cartucho, lagarta rosca, besouro, maripozinha, lagarta da folha, lagarta do cacho. Modo de AçãoInibe a alimentação de insetos, repelente natural de insetos, interrompe o crescimento do inseto por provocar distúrbios na ecdise, troca de fase, impede comunicação sexual dos insetos, diminuindo a postura e matando ovos, larvas e insetos adultos, não contamina insetos benéficos à lavoura e predadores naturais. Modo de Utilização para Tratamento de Semente 2,5 a 3ml para cada kg de semente. Modo Curativo0,75 a 1,5% para 100 litros de água. CombatePercevejo Castanho, Lagarta Elasmo, Poró, Vaquinha etc.. ApresentaçãoGalões de 5 e 20 litros.Folhas FertilizanteFolhas é um fertilizante organo mineral líquido concentrado, que passa por processo de fermentação enzimática, formando nutrientes e aminoácidos, solúvel em água e facilmente absorvidos pelas plantas através das folhas, caule e ramos. Ativa o metabolismo geral das plantas melhorando a fotossíntese e outros processos fisiológicos vitais. Ajuda na formação de quelatos entre nutrientes, melhorando seu desenvolvimento e proporcionando uma nutrição mais equilibrada a planta. Aumenta a reserva de carboidratos, dando mais vigor as brotações e frutos, eleva os teores nutricionais, contribui no pegamento de flores e diminui o abortamento de frutos. Ajuda a planta a resistir ao ataque de pragas e doenças diminuindo o stress hídrico, proporcionando maior produtividade. CULTURA DOSAGENS PARA 100LITROS CAFÉ, CACAU 300 a 600ml BANANA, GOIABA, PÊRA, MANGA, MAÇÃ 100 a 300ml ALGODÃO, FEIJÃO, SOJA, TRIGO, MILHO 100 a 300ml CITRUS 500 a 1L UVA, MARACUJÁ 250 a 500ml TOMATE, BATATA, CEBOLA, PIMENTÃO, 250 a 500ml ALHO, QUIABO HORTICULTURA H/F, GRAMADOS, PASTAGEM 300 a 600ml ARROZ, CANA DE AÇUCAR 300 a 600ml NÍVEIS DE GARANTIA Nitrogênio-20,0% Fósforo-10,0% Potássio-10,0% Magnésio0,5% Enxofre1,5% Zinco1,0% Boro0,3% Ferro0,5% Natureza Física - Liquido Embalagem - 5/25 LitrosColoque o máximo de informações de seu produto e aumente suas chances de venda. FERTISÍLICA É um produto proveniente de rochas fossílizadas de algas marinhas, que recebem Um tratamento térmico de purificação, sendo este constituído de silício e magnésio. o SILíCIO VIA FOLIAR PROPORCIONA GRANDES EFEITOS FISIOLÓGICOS NA PLANTA COMO: * Previne doenças. * Disponibiliza magnésio para as folhas do baixeiro, fazendo com que elas perma- Neçam ativas por um período maior nas plantas, proporcionando assim maior Reserva de nutrientes acumulados, melhorando a fotossíntese. * Diretamente provoca o desenvolvimento da parte aérea e do sistema radicular, * Participa na redução da perda de água, evitando o estresse hídrico. * Melhora a eficiência de outros nutrientes no metabolismo da planta, deixando as células mais resistentes, formando assim uma blindagem protetora que irá evitar a ação de fungos, bactérias e raspador sugador em geral. * Contribui com a arquitetura da planta, fazendo com que haja maior produtividade. Aplicação: CEREAIS I 300 a 500g/ha PÓS-EMERGÊNCIA - PRÉ-FLORADA e PÓS-FLORADA CAFÉ 1 kg /ha PRÉ-FLORADA - PÓS-FLORADA - E A CADA 60 DIAS HF- LEGUMES 100 a 200g / 100lt de água a cada 15 dias CITRICOS 2kg I 2000lt de água a cada 90 dias FRUTAS 1 kg /ha a cada 90 dias REFLORESTAMENTO 100G/ 100 LT DE ÁGUA VIVEIRO (3 APLICAÇÕES) 500G / HA PLANTIO (3 APLICAÇÕES) BIOGREEN NUTRIÇÃO NUTRIÇÃO VEGETAL A Linha de fertilizantes BIOGREEN, são produtos totalmente solúveis em água e indicado para todo tipo de cultura, trazendo melhores resultados para sua lavoura, melhor germinação, maior floração, aumentando assim a frutificação e a resistência da planta aos mais diversos tipos de pragas e doenças. Você da a planta somente o que ela necessita. Biogreen é uma injeção na veia da planta. SEGUE ABAIXO ALGUMAS FORMULAÇÕES N.P.K 30-10-10 + 01%Mg, 0,5%B, 0,03%Zn 20-30-05 19-19-19 35-06-08 20-05-20 08-10-40 10-00-45 05-25-30 + 0,3%Mo CaB 24 - 20%Ca + 4%B NITRATO DE CÁLCIO - 12%N, 19%Ca CALCIO 26 - 26%Ca MULT PeK - 05-30-30 30-00-10 + 3%Zn, 1%B MICRO NUTRIENTES MICRO N - 10%N, 2%Mg, 10%S, 10%Zn, 4%Mn, 2%B MICRO MS 5 - 5%Mg, 12%S, 12%Zn, 4%B, 3%Fe MICRO MS 8 - 10%S, 8%Zn, 2%Mn, 1,5%B, 0,2%Mo, 4%Mg MICROMAX - 2%Mg, 12%S, 12%Zn, 6%Mn, 3%B, 0,5%Fe
...

Preço: R$ 75,00

São Paulo/SP

BEAUVERIA BASSIANA - Elimina a BROCA DO CAFÉ, MOLEQUE DA BANANEIRA, MOSCA BRANCA, ÁCAROS E OUTROS

BEAUVERIA   BASSIANABeauveria  bassiana   é um fungo comum em solos de diversos locais no mundo, conhecido por atacar uma vasta gama de insetos e provocar-lhes uma doença fatal. Beauveria consiste num inseticida  microbiológico formulado a partir dos esporos deste fungo.Beauveria age como uma doença que se instala na praga, onde seusesporos atingem o inseto e penetram na sua cutícula,colonizando assim os órgãos internos do hospedeiro que párade se alimentar e morre. Este processo ocorre entre 2 a 12dias após a aplicação, dependendo das condições climáticas.PRAGAS QUE COMBATE:MOSCA BRANCAA Mosca Branca (Bemisia tabaci) é de difícil controle e está na lista do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA)como uma das pragas com maior potencial para gerar prejuízos nas lavouras. Uma das ferramentas cada vez mais adotada no campo é o controle biológico, uma tendência na agricultura mundial e que movimenta anualmente cerca de US$ 3 bilhões.A mosca branca é um inseto Polifago , possuindo  mais de 700 espécies de plantas hospedeiras, entre as principais, soja, algodão, feijão ,hortaliças e legumes, seus danos causam sucção da seiva das plantas e injeção de toxinas pelas ninfas e adultos, podendo levar a planta a morte, mais a  característica principal da Mosca Branca é ser vetor de diversas viroses para as culturas citadas acima.MOLEQUE DA BANANEIRA OU BROCA DO PÉ DE BANANEIRABroca da bananeira (Cosmopolites sordidus)Culturas Afetadas: Banana, Todas as culturas com ocorrência doalvo biológicoO adulto é um pequeno besouro decoloração preta, de élitros estriados longitudinalmente, com finas pontuaçõesno resto do corpo. Possui hábitos noturnos e movimentos lentos, permanecendoabrigado da luz durante o dia. As larvas abrem galerias nos rizomas,alimentando-se dos seus tecidos.Tem ocorrência em todas as regiões do Brasil,sendo considerada como uma das principais pragas para a cultura da banana, poisseus prejuízos podem ocorrer tanto no pseudocaule como nos tecidos da planta.Danos: São consideráveis, uma vez que o"moleque" prejudica a bananeira direta e indiretamente. Diretamente,por abrir galerias nos rizomas e parte inferior dos pseudocaules, além de danificar os tecidos internos. Desta forma, as bananeiras entram em declínio, apresentando morte das folhas centrais e, após, da planta toda. Os frutos apresentam diminuição de tamanho e peso. Em locais infestados, a diminuição na produção pode chegar a 100%. Indiretamente, os danos podem ocorrer em função da queda das bananeiras, por falta de resistência à ação dos ventos, e ao favorecimento da entrada de agentes patogênicos, como o do mal do panamá.BROCA  DO CAFÉ:(Hypothenemus hampei)Culturas Afetadas: Café, Todas as culturas com ocorrência doalvo biológicoSinônimos: Cryphalus coffeae, Cryphalushampei, Stephanoderes caffeicola, Stephanoderes hampei, Xyleboruscoffeae, Xyleborus coffeicola e XyleboruscoffeivorusÉ uma praga encontrada em todas as regiões produtoras de café do mundo. Essa praga é considerada importante porque ataca os frutos em qualquer estágio de maturação, inclusive grão já seco.Danos: Dependendo do nível de infestação, os prejuízos podem chegar a 30 a 50%, somente pela perda de peso. Além disso, a qualidade do café fica prejudicada, uma vez que as porcentagens de grãos brocados e quebrados aumentam proporcionalmente ao aumento da infestação da praga,resultando num produto de tipo e valor comercial inferiores, pois, para cada cinco grãos brocados e/ou quebrados encontrados na amostra, o lote de café correspondente é penalizado com um defeito .O fungo Beauveria bassiana faz o controle natural da broca, que fecha o furo feito pela roca em forma de um tufo branco. Nos cafezais onde ocorre o fungo, é comum encontrá-lo envolvendo broca morta no interior do fruto de má classificação.CIGARRINHA DO MILHO(Dalbulus maidis)Culturas Afetadas: Milho, Todas as culturas com ocorrência doalvo biológicoSinônimos: Baldutusmaidis e Cicadela maidisA praga é vetora dedoenças como o vírus do rayado fino e dois milicutesSpiroplasmakunkelli (enfezamento pálido)e fitoplasma (enfezamento vermelho). A incidência das doenças está associada àalta densidade populacional de insetos infectivos o que ocorre no final doverão (plantios tardios). Também causa danos diretos pela sucção de seiva dosadultos e ninfas.Danos: O exame do cartucho pode comprovar a presença doinseto. A contaminação das plantas com as doenças somente pode ser comprovadapelo aparecimento dos sintomas.Controle: Evitar o plantio de milho pipoca e milho doce em áreas com histórico recente de alta incidência dos enfezamentos dado à alta susceptibilidade da maioria dessas cultivares. Os métodos de controle mais eficientes são os culturais evitando-se a multiplicação do vetor em plantios sucessivos, erradicação de plantas voluntárias na área antes do plantio e uso de cultivares menos susceptíveis aos patógenos.ÁCARO RAJADO( Tetranychus Urticae) e  ÁCARO  VERMELHO EUROPEU( Panonychusulmi)As duas espécies podem ocorrer em várias culturas. As fêmeas do ácaro rajado medem cerca de 0,5 mm de comprimento, possuem coloração amarelo-esverdeada com duas manchas escuras no dorso do corpo. O ácaro vermelho europeu possui cor vermelho-escuro medindo cerca de 0,7 mm de comprimento. Nas duas espécies, os machos são menores do que as fêmeas. Vivem principalmente na página inferior das folhas e tecem teia. Altas temperaturas e ausência de chuvas favorecem o desenvolvimento destas pragas. Provocam a descoloração e queda num todo das folhas.MECANISMO DE AÇÃO :APLICAÇÃO:.Pulverização terrestre ou aérea para Broca do café , Mosca branca, Ácaro-rajado e Cigarrinha do milho;. A aplicação para Moleque da bananeira deve ser realizada da seguinte forma: 100 iscas do tipo “telha”/haDurante a aplicação, é necessário que produto tenha contato direto com a praga alvo;. A aplicação deve ser realizada com umidade relativa elevada, preferencialmente no final da tarde ou em dias nublados, com temperaturas amenas.MORTALIDADE DAS PRAGAS POR  PARASITISMO.Conídios do fungo germinam na superfície do inseto-praga,penetrando em seu tegumento e colonizando-o internamente.. A liberação de toxinas no interior do inseto reduz sua mobilidade até a morte.. Os insetos colonizados pelo fungo tornam-se duros e cobertos por uma camada pulverulenta de conídios, visível a olho nu em tons de branco. BEAUVERIA BASSIANA:Composição:Beauveria bassiana isolado IBCB 66 (mínimo de 1,0 x109 UFC do fungo/g  produto formulado) 50 g/kg (5% m/m)Outros ingredientes 950 g/kg (95% m/m)Concentração:1,0 x109 UFC do fungo/g produto formuladoFormulaçãoPó molhável(WP)ClasseInseticida microbiológico de contatoBeneficios Ecológicos:Age num alvo específico Não afeta os polinizadores Não deixa resíduos e Protege a biodiversidade.
...

Preço: R$ 2,00

Rio de Janeiro/RJ

COLAMAX RATO

Somos fabricantes e buscamos distribuidores, para portifólio de nossos produtos: COLAMAX RATO, COLAMAX MOSCA, Raticida semente de girassol, Gel mata-barata, Gel mata-formiga, Isca para formiga cortadeira.
...

Preço: R$ 78,00

São Paulo/SP

FUNGO METARHIZIUM ANISOPLIAE - Controle total de cigarrinhas da cana de açucar e das pastagens

O fungo Metarhizium anisopliae, é um dosmais eficazes controladores biológicos das diversas espécies de cigarrinhas queocorrem na agricultura, principalmente na cana de açúcar e em pastagens. o fungo produz estruturas chamadas conídios e quando essesconídios entram em contato com o tegumento da ninfa passam a se alimentar dela, penetram na suacutícula colonizando os órgãos internos do hospedeiro, que para de se alimentare morre. A cigarrinha-da-raiz suga a seiva e injeta toxinas nas plantas,causando desnutrição, desidratação e atrofia de colmos, ocasionando a seca dasfolhas e perda na produção,danos estes semelhantes aos causados pelas outrascigarrinhas. Aplicado no momento certo e em condiçõesambientais adequadas, a eficiência do controle chega a 95%. O melhor momento deaplicação é quando a infestação atinge nível mediano que, embora varie conformeo capim adotado, em geral, fica em torno de 15 ninfas por m²,  é indicado que se pulverize o produto nofinal do dia ou em dias nublados e com umidade relativa do ar superior a 65%.Os resultados começam a aparecer de quatro a dez dias depois, quando as ninfasda cigarrinha são completamente colonizadas pelo Metarhizium. O tempo varia conformeo micro clima no pé da touceira. “Sobre os adultos o produto acaba tendo algumaação, mas o objetivo principal é controlar a ninfa do inseto”Essefungo é produzido em arroz de ótima qualidade, sob condições excelentes deassepsia, obedecendo a um rigoroso controle de qualidade para garantir grandeeficiência de germinação e virulência no campo e a ausência de contaminantes. As cigarrinhas-das-pastagens podemdiminuir drasticamente a disponibilidade e a qualidade de gramíneasforrageiras, reduzindo sua capacidade de suporte das pastagens. É uma pragapresente na América tropical. Tais características criam a necessidade de seucontrole e manejo. Uma forma de controle é selecionar gramíneas maisresistentes às cigarrinhas, entre as alternativas disponíveis ao produtorestão: B. brizantha cv Marandu, B.brizantha cv Piatã, Andropogongayanus cv.Planaltina, Panicum maximum cv. Tanzânia, P.maximum cv. Mombaça, Panicumspp. cv. Massai, bemcomo o híbrido de Brachiaria denominado Mulato IITipos de danos - O maior estrago é provocado pelo insetoadulto, que, ao se alimentar nas folhas, injeta dois tipos de substânciastóxicas na planta: uma que se coagula no interior dos tecidos da folha,bloqueia seus vasos condutores, desorganizando o transporte da seiva, e outrasolúvel, que se transloca no sentido apical, determinando a morte dos tecidos.Os sinais característicos desse fenômeno são, inicialmente, listas cloróticasnas folhas, que secam a partir das pontas, tornando-se retorcidas.Em grandes infestações, pode ocorrer “queima” total da parte aéreado capim. Com exceção de plantas jovens, as cigarrinhas, em geral, não matam astouceiras, que rebrotam e se recuperam com o tempo. No entanto, o ataque reduzdrasticamente o crescimento das gramíneas e sua qualidade nutricional (elasficam fibrosas) e, por consequência, a capacidade de suporte das pastagens. Asninfas causam danos menores, geralmente o amarelecimento do capim, devido àsucção de sua seiva.Informações sobre a praga . A oviposição por fêmea de cigarrinhaé em média 300-350 ovos no solo, próximos às raízes das touceiras. Nos mesesmais secos e frios, esses ovos entram em diapausa. Sua ocorrência é de outubroa abril, surgindo com as primeiras fortes chuvas. A umidade do solo é fundamentalpara a sua proliferação. As ninfas sugam a seiva das raízes e das radicelas,protegidas por uma espuma branca. Ocorrem cinco mudas de pele (ecdises). Ociclo médio é de 65-80 dias (ovos: 15-20 dias; ninfas: 35-40 dias; adultos:15-20 dias). Ocorrem até quatro gerações no ano.
...

Preço: R$ 15,00

Atibaia/SP

SILICIO AGRICOLA DIRETO DA FABRICA , COBRIMOS QUALQUER OFERTA DA CONCORRÊNCIA

AUMENTA A PRODUÇÃO,MELHORA A QUALIDADE DO SOLO, PROTEGE AS PLANTAS CONTRA AS PRAGAS,CONTROLA AS DOENÇAS E FUNGOS,MATÉRIA DESSE MÊS DO GLOBO RURAL.SILICIO( PÓ DE ROCHA) PRODUTO USADO PELOS MESMOS PRODUTORES QUE PASSARAM NO GLOBO RURAL DESSE MÊS.COBRIMOS QUALQUER OFERTA DA CONCORRÊNCIA. O USO DO PÓ DE ROCHA AUMENTA A PRODUÇÃO,MELHORA A QUALIDADE DO SOLO, PROTEGE AS PLANTAS CONTRA AS PRAGAS,CONTROLA AS DOENÇAS E FUNGOS. INFORMAÇÕES IMPORTANTES DO PRODUTO:  O silício apresenta uma série de benefícios para as plantas. O silício, na superfície das folhas, polimeriza e forma um revestimento duro que dificulta a entrada de insetos e fungos. Esta polimerização é regulada pela quantidade de água, ou seja, quanto menos água for disponibilizada para as raízes mais polimerizado o silício. O contrário, quanto maior a quantidade de água menor a polimerização. Esta polimerização é importante para conferir uma resistência das plantas ao acamamento, pois os colmos ficam mais rígidos e eretos. Com isto, o silício é importante para as plantas, pois confere várias vantagens, além destas apontadas acima. O silício proporciona, também, uma resistência das plantas às geadas, e diversos trabalhos de pesquisa comprovaram a ação do elemento no desenvolvimento e produtividade dos vegetais. O silício é abundante na crosta terrestre, e no solo é encontrado na forma de H4SiO4, conhecido como ácido monossilício. As plantas podem ser acumuladoras e não acumuladoras de silício. Nas "acumuladoras de silício" as plantas apresentam uma taxa de 1% do nutriente nas folhas, enquanto nas "não acumuladoras" a taxa foliar é menor que 0,5%. Além das folhas, o silício concentra-se no caule e nos frutos. A acumulação de silício nas folhas dá origem à formação de uma dupla camada de sílica que ocasiona uma diminuição da abertura dos estômatos. Isto reduz a transpiração e confere uma resistência às pragas e doenças dos vegetais. Por este benefício consegue-se uma diminuição na aplicação de agrotóxicos e, portanto, uma redução dos custos de produção da lavoura. As fontes fornecedoras de silício (silicatos) são variadas. As escórias da siderurgia do ferro e do aço são um tipo e são mais baratas. Para sua obtenção faz-se o calcário (dolomítico, magnesiano ou calcítico) reagir com a sílica (SiO2) presente nos minerais de ferro, a uma temperatura de 1400 ºC. Os silicatos são considerados como neutralizadores da acidez do solo, desde que apresentem um PRNT alto e alto grau de finura que lhe confere uma maior solubilidade. Nestas condições, a reatividade no solo será processada de maneira mais rápida. INDICAÇÃO; ELIMINA AS DOENÇAS FUNGICAS DAS PLANTAS,COMO OIDIO,MIODIO,FUSÁRIUM,PINTA PRETA,ANTRACNOSE,PODRIDÃO,MUCHADEIRA E FUNGOS, E AGE COMO UM CURATIVO NAS FERIDAS DOS FRUTOS E GALHOS APÓS A COLHEITA. É UM EXCELENTE SUBSTITUTO DO COBRE,MAS TOTALMENTE ORGÂNICO,PODE SER MISTURADO COM PRODUTOS QUIMICOS AUMENTANDO A POTENCIALIZAÇÃO DA APLICAÇÃO. O silício e um composto natural ,extraído de rochas fossilizadas,algas marinhas e corais,que tem 94.58% de pureza. Aumenta a resistência da parede celular da planta e reduz a perca de água por transpiração,causada pelo stress hídrico e a geada,aumentando assim o processo metabólico da planta,deixando as folhas mais rígidas e eretas,ele forma uma blindagem na cutícula foliar da planta,deixando s folhas mais grossas,deixando a lavoura mais resistente a proliferação de fungos e ataque de pragas e insetos,aumentando a resistência a doenças fungicas e nematóides (oilde, míodio, fusárium, pinta preta,antracnose,podridão,muchadeira) ele também atua como curativo ou seja tem uma ação cicatrizante nas feridas dos frutos e dos galhos após colheita. Com a aplicação do silício é possível, aumentar a resistência ao acamento por causa do teor de lignina no colmo, aumentando assim a rigidez desse colmo e dos galhos,suportando cachos maiores e mais pesados. Na parte foliar, ele melhora a absorção dos nutrientes,devido a concentração de cálcio,magnésio,ferro e fósforo,desenvolvendo o crescimento vegetativo dessa planta e a floração. Composição Química Sio2 ..... 94,6 Al2o3 ... 3,38 Tio2 ..... 0,21 Fe2o ... 0,23 Cao ..... 0,42 Mgo ..... 0,44 Na2o ... 0,18 K2o ..... 0,11 ph ........ 6/8 Mno ..... 0,01 P2o6 ... 0,01 INDICAÇÕES DE CONTROLE DE DOENÇAS, AUMENTO DE PRODUÇÃO E CONTROLE DE FUNGOS EM ALGUMAS CULTURAS: ARROZ - Na cultura de Arroz, grande acumuladora de silício, em um solo com a presença deste elemento, temos excelentes resultados no aumento da produção, resistência ao estresse hídrico, maior resistência abiótica e neutralização do acamamento. CAFÉ - phoma do café, olho pardo, mancha do café, mancha vermelha, mela,ferrugem, mancha da alternária,oidio, e outra doenças. CITRUS - leprose,pinta preta, mancha marrom, ramo amarelo, ferrugem, verrugose,nelanose, gomose, amarelinha e outras, aumento tanto no peso das raízes, quanto no peso total das plantas. O silício ajuda a aliviar o estresse das plantas, causado pelas intempéries, gerando maior resistência abiótica. Sendo um excelente estimulante na recuperação de plantas adultas em curtíssimo prazo, além de acelerar o crescimento das mudas transplantadas e induzir a maturação e formação de novos frutos. GOIABA- ferrugem,atracnose,verrugose, seca bacteriana e outras. MORANGO- oidio,atracnose,podridão,mofo cinzento, mancha das folhas, crestamento das folhas, mancha angular, e outras. UVA- mildio, antracnose, oidio, ferrugem, podridão, requeima, das folhas e outras. SOJA - Proporciona aumento na produtividade, na altura da planta, no número de vagens e na matéria seca da parte aérea e das raízes com maior resistência abiótica. A deficiência de silício se caracteriza pela má formação da folhas novas e redução da fertilidade do grão de pólen, o silicio na soja ajuda a reduzir a aplicação de fungicidas no controle da ferrugem asiática. MILHO - Aumenta o diâmetro de colmo e a resistência ao acamamento, reduziu a evapotranspiração, aumentando a resistência a veranicos, aumento do comprimento das espigas, maior resistência abiótica e conseqüentemente aumento da produção. CANA DE AÇUCAR - colmos bem maiores, aumento radicular, maior produção de Açúcar, maior resistência da parede celular e ao acamamento , plantas mais eretas com maior taxa fotossintética facilitando a colheita mecanizada, maior resistência abiótica e conseqüentemente maior produtividade. PRINCIPIO ATIVO sílica neutra ph do produto: 6 a 8 umidade: 0,90%. Isento de metais pesados e tóxicos, tais como, chumbo, mercúrio e cádmio. Não tóxico, por isso, não tem prazo de carência quando pulverizado sobre plantas destinadas ao consumo. Modo de utilização: >>> Para aumentar a resistência das plantas às doenças e pragas: geral: 100 a 200 g/100l de água ou 100 a 200g/ha, pulverizado sob alta pressão. hortaliças e morangos: 1 a 2 gm por litro d agua(semanalmente). legumes: 2 gms p litro d agua(cada 15 dias) café: 4 aplicações_primeira pos colheita,no inicio da brotação e as demais ,no intervalo de 45 a 60 dias(200 gms por hectare até completar 2 kg/hectare.). Tipos de café conilon,arabico,e catuai(vermelho) frutas: 30 gms para cada 20 lts d agua ou seja 30 gms por bomba de 20 lts,aplicação de 45 a 60 dias(200 g/hectare até completar 2kg/hectare) soja ,milho ,feijão,tomate,berinjela,pimentão algodão,arroz e milho: 3 aplicações. Primeira: 300 gms por hectare,com 4 pares de folhas Segunda: 300 gms por hectare na pre florada Terceira: 300 gms por hectare pos florada. citrus: 4 aplicações anuais_1kg por bomba/2000 lts d agua. Da pra fazer de 250 a 300 pes de laranja com uma bomba. Momento de Pulverização Quando as plantas estão em estado vegetativo com brotações,flores e frutos verdes. A ideia é aplicar em folhas jovens para que as celulas formem camada de proteção a entrada de fungos e alimentação de insetos. O silicio é pouco móvel na planta,desta forma,mesmo a planta absorvendo pelas raizes,o silicio tem dificuldades em alcançar as folhas,brotos,e frutos,daí a necessidade de pulverizações frequentes. Pode ser misturado com outros micronutrientes foliares,inseticidas e outros produtos quimicos e biológicos. Observação Ideal se misturado ao pironeem,pois sempre estara controlando pragas e doenças ao mesmo tempo. Importante Fazer pré diluição e coar antes de colocar no tanque do pulverizador,pois pode haver alguns grânulos maiores que poderão entupir os bicos do pulverizador. Não altera o ph da calda ,e os outros produtos a ela adicionados. Promove a resistência fisica,por promover o espessamento das folhas e a casca de frutos,e sistêmico por estimular a produção de fenóis e fitoalexinas responsaveis na resposta da planta e ataques de doenças e pragas,aumentando a resistencia da planta e diminunuindo a expressão da doença. EMBALAGEM 10 KG 20 KG 50 KG 100 KG 
...

Preço: R$ 85,00

São Paulo/SP

ÓLEO DE NIM PURO - ÚNICO PRODUTO NO MERCADO COM CERTIFICAÇÃO ORGÂNICA PELA IMO

NOSSO PRODUTO TEM O SELO IMO QUE GARANTE AO CONSUMIDOR A MELHOR QUALIDADE E O MELHOR RESULTADO POSSIVEL, USANDO O NOSSO PRODUTO O PRODUTOR NÃO VAI MAIS PRECISAR DE INSETICIDAS QUIMICOS QUE ACABAM COM Á SAÚDE DA POPULAÇÃO, DO MEIO AMBIENTE , DOS ANIMAIS E DO PRÓPRIO PRODUTOR. TEMOS PREÇOS MELHORES DE ACORDO COM A QUANTIDADE, PREÇO DIFERENCIADOS PARA COOPERATIVAS, LOJISTAS, ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES ORGÂNICOS E SINDICATOS RURAIS. PRINCIPIOS ATIVOS . ÓLEO DE NEEM PURO- 2860 PPM- AZADIRACTINA O inseticida naturaL óleo de NIM , não deixam resíduos tóxicos nem contaminam o ambiente. Possue ação repelente, anti-alimentar, reguladora de crescimento e inseticida, além de acaricida, fungicida e nematicida. Por sua natureza, os extratos de nim são mundialmente aprovados para uso em cultivos orgânicos. A planta possui mais de 50 compostos terpenóides, a maioria com ação sobre os insetos. Todas as partes da planta possuem esses compostos tóxicos, porém é no fruto que se encontra a maior concentração. Esses compostos são solúveis em água e podem ser preparados de maneira simples e barata, por pequenos e médios produtores. Outras espécies de meliáceas têm propriedades semelhantes. Entretanto, seus extratos são mais tóxicos aos vertebrados e são menos eficazes contra os insetos. Os extratos de nim são praticamente inócuos aos vertebrados e ao homem. INDICAÇÕES: • Controle da metamorfose das diversas fases de vida dos insetos (Larvas, Pupa e adultos). • Repelente de larvas e insetos adultos. • Impede a comunicação sexual dos insetos • Esteriliza insetos adultos • Envenena larvas e ovos • Inibe a alimentação dos insetos • Bloqueio da muda de larvas para ninfas • Bloqueio da habilidade de deglutir, isso é redução da mobilidade intestinal dos insetos • Não contamina os inimigos naturais das pragas • Não polui o meio ambiente e nem traz riscos à saúde dos seres humanos UTILIZAÇÃO NIM é um produto orgânico que substitui os agrotóxicos. Ele é usado nos Estados Unidos, Austrália, América Central e no Brasil.Ele atinge mais de 418 tipos de pragas e insetos. No Brasil, existe 105 espécies de pragas.Como utilizar o NIM: O produtor deve usar como preventivo, curativo e também como repelente.Os insetos e larvas que foram banhados pelo NIM, ele não conseguirão, desenvolver-se e nem se reproduzir. Assim eles não se alimentarão das plantas, e os que se alimentarem vão se contaminar, vindo a secar. Pelo fato do produto ser orgânico, a planta absorve o NIM, tornando-se parte da planta. O produto vai eliminar todos os tipos de insetos e doenças, sem estar prejudicando o meio ambiente, e nem quem estiver aplicando o produto. SOJA: Ele controla percevejo verde, mosca branca, lagarta, grilo, besouro, gafanhotos e outras espécies e também a ferrugem asiática, mancha angular, mancha altenária, fungos, oidio. CAFÉ: Bicho mineiro, broca, cigarrilha, lagartos, ferrugem e outros. TOMATE: Muchadeira, lagarta de solo, lagarta rosca, vaquinha, pulgão, traça dos crucioferox, percevejo de tomate, percevejo verde – branca, mosca branca, mosca minadora, teça da barata, lagarta dos frutos, ácaros, tripse, fungos, fusário, bichomineiro. BATATA: Pulgão, vaquinha, lagartas, mosca branca, muchadeira, burrinho, traça, cochonilha, besouros, trips e requeima. UVA: Antracnose, míldio, mosca branca, cochinilha, pérola. MORANGO: Mosca branca, bactérias. Doenças: Ácaros, ferrugem (micosfarila), pinta, mancha folha, oidio, míldio, antracnose. AMENDOIM: Lagarto elasmo, lagarta rosca, percevejo castanho, cupim, larva do besouro, trips, cigarrinha. Doenças: Manca preta, pinta preta, macho castanho, verrugoso. BANANA: Mozaico, Nematóides , pragas em gerais. GOIABA : Psilidio, tripes, ácaros , fungos, doenças, fusarim, ferrugem. FUMO: Vira a cabeça, oidio, míldio, antracnose, mofo azul, bacteriana (1 l para 100). FLORES: Ácaros, trips, pinta preta, fungos (1 l para 300) MANDIOCA: Cochonilhas, mosca branca, ferrugem, atraquinose, bactérias (erinúcleos ou mandruvá). ORQUÍDEAS: Antracnose, ácaros, oidio, míldio, mozaico, bactérias. CITROS: Trips, ácaros, conchonilha, pulgões, fungos, antracnose, lagartas, ferrugem, citros, minadoras de citros, fusarium. PIMENTA: Fuzarium, pulgões. MILHO: Lagarta do cartucho, lagarta dos capinzais, lagarta dos espigais, percevejo castanho. MAMÃO: Trips, ácaros, pulgões. HORTALIÇAS: Pulgões, lagartas em geral, mosca branca, ácaros, oidio, fungos. FEIJÃO: Ferrugem do feijoeiro, lagartas, cigarrinhas, mosca branca, ácaros, pulgões, trips, percevejos, lagartas do cartucho, vaquinha. Doenças: Míldio, oidio, antracnose, podridão bacteriana. ALGODÃO: Broca, lagartas-rosada, bicudo, pulgão, ácaro.Doenças: Ramulose e amucha do fusarium, mematóide. TRIGO: Lagarta dos milharais ou cartucho, curuquerêdos, capinzais (lagarta de 4 cm), lagartas do trigo, broca das hastes (moléstias). Doenças: Ferrugem do colmo, ferrugem das folhas, leptoriose causados por dois fungos, oidio ou mofo-branco. ARROZ: Solo, culpim, percevejo castanho, elasmopolpus, bicho-bolo, pulgão, gorgulho, traça dos cereais, lagarta do solo. CEREAIS: Percevejo do arroz, lagarta dos capinzais, lagarta do cartucho, lagarta rosca, besouro, maripozinha, lagarta da folha, lagarta do cacho. ANIMAIS: Controla e acaba com o ciclo de Parasitas externos, como: carrapato, moscas, sarnas e piolhos (até 90 dias). ‘’UTILIZE OS PRODUTOS DE NEEM PARA CONTROLAR PRAGAS, DOENÇAS DOS CULTIVOS E PARASITAS DAS CRIAÇÕES E FUJA DOS ALTOS CUSTOS E RISCOS DO CONTROLE CONVENCIONAL. OUTRAS COMPOSIÇÕES: ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+ PRÓPOLIS usado nas lavouras de citrus,café,Hortaliças e quedas de rosas ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+ COENTRO E CRAVO DE DEFUNTO E SAMAMBAIA uso no controle do pisilidio, ácaros e pulgões ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+FUMO E PIMENTA DO REINO uso no controle de mosca branca,mariposa oriental e pulgão ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+LOSNA uso no controle de lesmas e caramujos ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+ZINCO uso no combate a lagarta do cartucho e outras ÓLEO DE NEEM COMPOSTO+ANGICO E MAMONA uso no combate a formigas e cupins ÓLEO DE NEEM+ TIMBÓ muito utilizado na pulverizações de animais,limpa todo o animal dos carrapatos e moscas é um verdadeiro pour-on. MODO DE APLICAÇÃO: PREVENTIVO: USAR 1 LITRO DO PRODUTO PARA CADA 350 LITROS DE ÁGUA. CURATIVO USAR 1 LITRO DO PRODUTO PARA CADA 200 LITROS DE ÁGUA. APLICAÇÃO/PULVERIZAÇÃO: Através de Bomba Costal, Jumbinho ou Tanque. Modo de ação dos produtos do Neem Benefícios:Propriedades Fungicidas O Neem provou ser eficaz contra certos fungos que infectam o corpo humano tais fungos são um problemas crescente e difíceis de serem controlados por fungicidas sintéticos. São exemplos de alguns fungos combatidos pelo Neem:Trichophyto: Pé-de-atleta que infecta tanto a pele quanto as unhas Epidermophyton : Micose que infecta o cabelo, a pele e as unhas do pé.Trichosporon : Um fungo do canal intestinal.Microsporum : Uma micose que infecta o cabelo a pele e as unhas .Geotrichum : Um fungo espumante que causa infeção nos brônquios, pulmões, e membranas da mucosa. Cândida : Um fungo que é parte da mucosa normal da flora, mas que pode ficar fora de controle e provocar lesões na boca, vagina e pulmões. Propriedades Anti- Bacterianas Óleo de Neem tem eliminado várias espécies de bactérias patogênicas, incluindo STAPHYLOCOCCUS AUREUS, que é uma fonte comum de intoxicação alimentar, e causadora de desarranjos. SALMONELLA TYPHOSA, esta bactéria muito temida que vive na comida e na água causa o tifo, envenenamento alimentar e uma variedade de infecções que incluem envenenamento sangüíneo e inflamação intestinal. Propriedades Anti-Viróticas A atividade anti-virótica do Neem tem alta eficácia, particularmente contra doenças caracterizadas por erupções. Varíola , catapora , e verrugas , têm sido tradicionalmente tratados com pasta de Neem, esfregando se a mesma na área afetada. O Neem é um preventivo muito eficiente contra vírus , mas não é a cura. Propriedade Inseticida Dermatológica Neem é um remédio comum e popular contra piolho e vermes. No Haiti , por exemplo, as folhas do nim são esmagadas e esfregadas nos ferimentos infectados por vermes, e na Índia e Bangladesh, moradores de vilas aplicam o nim no cabelo para matar piolho, fatos observados com grande sucesso. Neem no Controle de Insetos Os indianos tem tradicionalmente esmagado as folhas do Neem e esfregado as mesmas nos ferimentos expostos do gado para eliminar os vermes. Mosca de chifre. O azadirachta atravessa o canal digestivo do ruminante e lá permanece tempo suficiente para que as moscas de chifre não se desenvolvam no estrume. O Óleo e o extrato da semente do Neem impedem que a blow fly fêmea, Lucilia Sericata, de botar seus ovos em carneiros. No Sri Lanka, o óleo do Neem é esfregado no gado como um repelente de insetos como a mosca-de-chifre. O azadirachta também é capaz de exterminar os ovos da mosca stomoxys calcitrans.Neem no Controle de Bactérias A bactéria do staphylococcus aureus causa mastite, inflamação das glândulas mamarias em vacas. A aparente eficácia do Neem em controlar certos tipos dessa bactérias pode, portanto, ser de grande importância econômica para fabricas de laticínios nas nações que cultivam o Neem. A bactéria salmonella além de afetar a saúde humana, causa aborto em animais, gado, e carneiros, como também vários tipos de infeções em aves domésticas e gado, podendo, também, ser controlado pelo Neem. Não tem ação fitotóxica - Não tóxico às abelhas melíferas, formigas, minhocas e joaninhas NEEM NO CONTROLE DE CARRAPATOS DE CÃES E GATOS. DOSES E MANEIRA DE UTILIZAR CARRAPATOS: Os resultados de pesquisas apontam para a maior eficiência do óleo de neem quando comparado ao extrato alcoólico ou aquoso. Em estudo utilizando óleo emulsificado no controle de Rhipiceephalus sanguineous (Deore M.D.: Effects of emulsified neem oil on ticks & flies in dogs. National Conv. Vet. Pharm. India 1995) mostrou-se diferenças importantes na dose letal para carrapatos em fêmeas ingurgitadas (16%), machos (8%) e larvas(1%) e no número de dias requerido para a mortalidade de fêmeas ingurgitadas (9 dias), machos (3 dias) e larvas (24 horas). Utilize a dosagem indicada pelo fabricante e procure produtos de origem orgânica. SARNAS: utiliza-se sobre a forma de pasta em concentrações de 10 a 20%, cobrindo a área afetada. Os efeitos aparecem já à partir do 4º. dia de utilização. MOSCAS: aplicação do óleo a 0,6% (6 ml/litro de água) no solo. Nas dermatites por picadas de moscas, em cães, misture 1:5 óleo de neem em vaselina e passe nas orelhas PARTICULARIDADES DO NEEM A azadiractina apresenta efeito residual por 3-7 dias, deve-se aplicá-la 1 vez por semana, tanto no ambiente quanto no animal. As aplicações devem ser feitas no final da tarde, pois a atividade da azadiractina pode ser reduzida a aproximadamente 60% após a exposição à luz solar por 4 horas. No animal, ele permanece sobre a superfície matando os insetos por contato. Portanto, após o banho deve ser aplicado novamente. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- TEMOS TAMBÉM NO PREÇO DE DISTRIBUIÇÃO: TURFA LIQUIDA(Substitui a cama de franco e o esterco bovino) - R$13,00 o litro CALCIOMAXION ( Calcario liquido) -r$16,00 o litro. MASTER ORGANO (NPK liquido) _ R$17,00 o litro. MASTER CAFÉ(Fertilizante foliar com aminoácidos) -r$17,00 o lt. MASTER K (potássio liquido) - r$18,00 o lt. BORO 10 - (Boro liquido para eucalipto, café e outros) -r$17,00 o lt. FOSFITO 00 30 20 e 00 28 26 - r$16,00 o lt. MASTER MANGANÊS -(Foliar para soja e Pastagem) -r$15,00 o lt. MASTER CAB_ (calcio , boro e magnésio para segurar a florada e o pegamento dos frutos) - r$13,00 o lt. GEL PLANTIO - (Plantio de mudas , segura até 120 dias sem chuva as mudas, evitando a mortalidade) - r$18,00 o kg.
...

Preço: R$ 5,00

São Paulo/SP

EXTRATO PIROLENHOSO - POTENCIALIZA E REDUZ 40 % O USO DE HERBICIDA NA LAVOURA

REDUZ 40 % DO USO DE HERBICIDAS ,AUMENTA A EFICIÊNCIA DOS INSUMOS, REDUZ O PH, DIMINUI A QUANTIDADE DE PRAGAS NAS LAVOURASFINALIDADE DO PRODUTO: Utilizado como condicionador do solo, bioestimulante vegetal, indutor de enraizamento, repelente de insetos,"também usado como potencializador de herbicidas diminuindo o uso de produtos químico, já que tem ação dilatadora dos poros da planta com isso a dosagem do herbicida pode ser reduzida a metade porem o efeito vai ser dobrado, contribuindo com a diminuição do uso de agroquímicos na agricultura convencional. EXTRATO PIROLENHOSO DECANTADO - PRODUTO EM ALTA NO MERCADO PARA REDUÇÃO DE PRAGAS NAS LAVOURAS DE SOJA, TRIGO, MILHO, ARROZ , FEIJÃO , HORTALIÇAS , LEGUMES E FRUTAS E LEGUMES, QUANDO APLICADO AO SOLO , ESTIMULA O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO DA PLANTA ATUANDO COMO CONDICIONADOR DE SOLO E REDUTOR DE PH. INFORMAÇÕES ADICIONAIS: Líquido obtido naturalmente do carvão vegetal, decantado e filtrado, isento de contaminantes químicos tóxicos e alcatrão. Estimulador de plantas, sementes, repelente de insetos e ideal como redutor de pH e dosagem de produtos fitossanitários (herbicidas e inseticidas). Aumenta a eficiência dos tratamentos por estimular o metabolismo das substâncias pulverizadas nas plantas. Estimula a atividade biológica do solo. Recomendação Piro Lenhoso diluído em água na proporção de 0,1 a 0,5% poderá ser acrescentado a defensivos, reduzindo a dosagem recomendada, em até 50%, sem prejuízo da sua eficiência. Piro Lenhoso acrescentado no carvão em pó ao composto a ao bokashi, numa proporção de 1%, controla nematóides e doenças de solo PiroLenhoso puro poderá ser adicionado à ração animal, numa proporção de 0,3 a 1%. Essa adição proporciona uma melhoria na assimilação dos nutrientes devido ao incremento da flora intestinal do animal. PiroLenhoso a 2% aplicados sobre dejetos de animais elimina o mau cheiro. Redutor de pH de caldas agrícolas Características do PiroLenhoso Solução de ácidos orgânicos om pH próximo de 2,5 que baixa o pH da calda Extrato PiroLenhoso isento de alcatrão Potencializa a ação dos defensivos Facilita a absorção de nutrientes Desde que usado de forma contínua e preventiva, ativa os mecanismos de defesa das plantas Se observar depósitos do frasco, adicione água, agite e incorpore na calda. Preparo de Caldas Encha o tanque do pulverizador com água, com fita indicadora ou medidor, determine o pH inicial, adicione o Piro Lenhoso até atingir o valor de pH recomendado depois acrescente o defensivo. Misture e confira o pH final, corrija se necessário, adicionando pequenas quantidades de Piro Lenhoso. O quadro mostra exemplo de volume necessário de Piro Lenhoso. Compatibilidade Garantida para a maioria dos defensivos, não é compatível com calda bordalesa, solfocálcica, viçosa, viça café e produtos que necessitem de pH alcalino para uma melhor ação. Limite de Dosagem Recomenda-se não usar mais de 1 L para cada 100 Litros de calda. Composição 5% ácidos carboxílicos (acético, propiônico e fórmico) e 3% substâncias fenólicas (siringóis, guaiacóis). Embalagens:Container de 1000 litros, consultar preços para outras embalagens de 05 e 25 litros.
...
Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ... Última 

Produtos Agrícolas – Anuncie seus produtos rurais e agropecuários para milhões de clientes do setor. Seja visto por produtores rurais, pecuaristas, agricultores, criadores de gado, profissionais autônomos e empresários do ramo agropecuário.

Leilões de gado – Compre e venda gado nos leilões do site MF Rural. Leilão de gado bovino, ovino, caprino e equinos. Também leilão de máquinas agrícolas e tratores.

Serviços Agrícolas - Anuncie seus serviços rurais e agropecuários para milhões de clientes por apenas R$ 0,42 por dia.

Telefones Rurais - Consulte a Lista Telefônica Rural, relação com mais de 10 mil telefones agropecuários úteis pra você!

Informativos Agrícolas

Blog MF Rural
9/4/2019 16:22:31 - Animais -

JBS adquire Imperial Wagyu Beef nos EUA

14/2/2019 20:47:39 - Agronegócio -

AS VANTAGENS DO MARKETING DIGITAL PARA O AGRONEGÓCIO

31/1/2019 14:32:42 - Agricultura -

AGRONOMIA: PROFISSÃO EM ALTA NO PRESENTE E NO FUTURO

23/1/2019 15:02:44 - Agronegócio -

PRINCIPAIS EVENTOS DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO EM 2019

5/9/2018 23:31:03 - Agricultura -

COMO VENDER BEM ATRAVÉS DE ANÚNCIOS



Esta página contém Anúncios de Defensivos Agrícolas .

O MF Rural é um site de anúncios de compra e venda de produtos agrícolas para todo Brasil, com relação de ofertas de insumos ou produtos agropecuários de interesse do produtor rural. Podem ser encontrados(as) produtos rurais usados ou novos com preços, fotos, vídeos, disponibilidade, cidade, estado de localização, quantidade e outros.

O sistema MF Rural é diferente de sistemas de classificados onde os produtos simplesmente são apresentados com alguns dados e os interessados em comprar ou vender entram em contato para realizar negócio. No MF Rural o sistema é de Mercado Físico, logo, todos os anúncios devem estar com valor de venda e caso um comprador queira negociar a mercadoria, através de nosso portal, ele consegue os dados como nome, telefone, cidade e e-mail do vendedor anunciante. Assim o interessado comprador decide como irá fechar negócio, se vai pagar preço à vista, à prazo, em parcelas, financiado, como vai ser o transporte ou frete, quem vai pagar o valor do frete, se vai levar em transporte próprio, enfim, todos os detalhes de uma negociação normal com revenda, loja ou particular.

Os produtos são separados por categorias, mas também por marca, tamanho, modelo, localização, preço, região, novos ou usados, etc. Criamos também páginas onde as ofertas ficam separadas por estado, ou município do Brasil. Veja em anúncios de Defensivos Agrícolas

Muitas pessoas usam o MF Rural para pesquisar preços de Defensivos Agrícolas e conseguir fazer melhores negócios, adquirindo produtos mais baratos ao alcance de um clique. Essas pessoas procuram normalmente na internet pelos sites de busca onde encontrar, onde achar ofertas de algum produto, e fatalmente acabam caindo no site MF Rural, onde tem um grande número de anúncios bem diversificados. Muitas vezes encontram e conseguem adquirir produtos de qualidade, barato e com bom preço e condições que normalmente não encontrariam no comércio ou mercado local.

Portanto caso você pense algum dia, "quero vender" ou "quero comprar" produtos rurais, acesse sempre o site MF Rural, onde a comercialização ocorre entre os próprios negociantes e onde você pode encontrar muitas informações a respeito de mercado de anúncios de Defensivos Agrícolas , assim como algumas notícias da agricultura ou pecuária no Brasil. Com pouco trabalho você coloca toda sua produção à disposição de produtores rurais ou pessoas do Agronegócio de todo Brasil.

Na lavoura, no campo, na roça, na fazenda, no sítio, na chácara ou até mesmo em meio à sua plantação ou pastagem você consegue hoje acessar todas as ofertas rurais que estão no site MF Rural, através de um celular ou tablet conectado à Internet. Isso é cada vez mais tendência e o MF Rural coloca tudo isso disponível em seu próprio bolso. Também poderá encontrar Leilões de gado on-line, bovinos, equinos, ovinos, caprinos jumentos, e também Leilão de trator, máquinas e implementos agrícolas.

No MF Rural é muito fácil Comprar e Vender.