Produtos rurais Classificados rurais negócios rurais Compra venda de trator MF Rural Site de classificados de fazendas e intermediação de negócios rurais Agronegócio Compra e venda de trator e fazendas Site de anúncios de classificados rurais trator para compra e venda de produtos rurais Portal de negocios rurais

Veja mais detalhes de São Paulo do Potengi
Município de São Paulo do Potengi
[[Ficheiro:{{{foto}}}|270px|none|center|{{{leg_foto}}}]]
"{{{apelido}}}"
Brasão de São Paulo do Potengi
Bandeira desconhecida
Brasão Bandeira desconhecida
Hino
Aniversário
Fundação 1943
Gentílico potenjiense[1]
Lema
Prefeito(a) José Azevedo Lopes (PMDB)
(2009 – 2012)
Localização
Localização de São Paulo do Potengi
Localização de São Paulo do Potengi no Rio Grande do Norte
Localização de São Paulo do Potengi em Brasil
São Paulo do Potengi
Localização de São Paulo do Potengi no Brasil
05° 53' 42" S 35° 45' 46" O05° 53' 42" S 35° 45' 46" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Agreste Potiguar IBGE/2008 [2]
Microrregião Agreste Potiguar IBGE/2008 [2]
Região metropolitana
Municípios limítrofes São Pedro, Santa Maria, Barcelona, Lagoa de Velhos, Eloi de Souza ,Riachuelo
Distância até a capital 76 km
Características geográficas
Área 240,435 km²
População 15.017 hab. est. IBGE/2009 [3]
Densidade 63,9 hab./km²
Altitude m
Clima Semiárido
Fuso horário UTC-3
Indicadores
IDH 0,642 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 51.154 mil IBGE/2005 [5]
PIB per capita R$ 3.380,00 IBGE/2005 [5]

São Paulo do Potengi[nota 1] é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Norte, localizado a 76 quilômetros da capital potiguar na região do Agreste Potiguar. De acordo com o censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano 2000, sua população é de 13.822 habitantes. Área territorial de 221 km².

Índice

História

Na primeira metade do século passado, na margem esquerda do Rio Potenji, em território pertencente a São Gonçalo do Amarante, existia um povoado por nome “Juremal” que se destacava devido ao seu acentuado comércio, inclusive com feira dominical.

O pequeno lugarejo localizava-se bem próximo da margem do Rio Potenji, correndo sempre o risco de enchentes em épocas de inverno, como a que ocorreu em 1909, quando o povoado foi inundado. Temendo a ameaça das águas, Bento Urbano de Araújo, morador e comerciante daquela localidade, resolveu pedir ao chefe do Juremal o Sr. Avelino Pinheiro, para mudar-se para um local mais afastado do rio. Tendo seu pedido negado, o mesmo foi falar com o Cel. Manoel Maurício Freire, chefe político de Macaíba. Devido a problemas políticos e pessoais entre o chefe político macaibense e Estevam Moura, chefe político de São Gonçalo do Amarante, a resposta foi imediata: “Vamos formar um povoado do lado de Macaíba próximo ao Juremal”.

Apesar da empolgação do Cel. Maurício Freire, Bento Urbano de Araújo não quis tomar uma decisão precipitada, fez uma consulta através de carta ao padre “Cícero do Juazeiro”, de quem era devoto. A carta relatava o acontecimento e sugeria o nome “Liberdade” para o novo povoado. A resposta chegou dias depois aprovando o projeto e sugerindo outro nome. O nome sugerido pelo padre foi “São Paulo”, por ser um cidadão romano de grande bravura e virtudes, iria combinar muito bem com o povoado. Com o consentimento do padre Cícero, Bento Urbano de Araújo resolveu aceitar a decisão do Cel. Maurício Freire.

Decidido, em agosto do ano de 1911, deu início aos trabalhos de edificação do novo povoado de São Paulo, situado à margem direita do Rio Potenji, pertencente ao município de Macaíba.

Ao chegar ao novo povoamento, Bento Urbano de Araújo instalou residência, construiu vários armazéns e começou a participar efetivamente do desenvolvimento da localidade, trabalhando na implantação da feira e incentivando seus amigos e antigos vizinhos a também se mudarem para São Paulo.

Foi com a capacidade empreendedora e o estilo animador de Bento Urbano que a população se desenvolveu. Em janeiro de 1912, a tão sonhada e anunciada feira e missa foram realizadas, o sucesso foi tanto que os estoques no comércio local quase se acabaram. No mesmo ano de 1912, a intendência de Macaíba reconheceu o núcleo populacional como povoado de São Paulo. O Decreto 603 de 31 de dezembro de 1938 elevou o povoado à condição de distrito com o nome de São Paulo do Potengi, unindo a religiosidade do povo ao rio que banhava o território.

No dia 30 de dezembro de 1943, através da Lei N° 268; São Paulo do Potengi foi desmembrado de Macaíba, tendo incorporado aos seus domínios parte das terras do município de São Gonçalo do Amarante que, pela mesma Lei, foi extinto.

Juazeiro - árvore típica na área do município

Vegetação

A vegetação predominante no município de São Paulo do Potengi é a Caatinga Hiporxerófila – uma vegetação de clima semi-árido que apresenta arbustos e árvores com espinhos e de aspecto menos agressivo do que a caatinga Hiperxerófila. Entre outras espécies destacam-se a catingueira, angico, baraúna, juazeiro, marmeleiro, mandacaru, umbuzeiro e aroeira

Hidrografia

O município de São Paulo do Potengi está todo incluído na bacia hidrográfica do Rio Potengi, que banha o município. Os principais afluentes são os riachos: dos Macacos, dos Paus, Campos Novos,

sangria do açude Campo Grande

da Serra, Salgado e Pedra Branca. O principal corpo de acumulação é o açude público Campo Grande, alimentado pelo Rio Potengi (34.000.000m3).

Riacho Salgado - trecho na cumunidade de Pitombeira
Matriz de São Paulo do Potengi

Como chegar?

Para sair da Capital, rumo a BR 304, há três opções: Através da BR 101 (Natal Shopping - Emaús - Entrada de Parnamirim); Através da rodovia que cruza Felipe Camarão, Mangabeira e a Entrada de Macaíba ou saindo pela Zona Norte de Natal usando a RN 160 que dá acesso a São Gonçalo do Amarante rumo à Macaíba. Depois siga na BR 304 até o retorno após à reta Tabajara. Daí há duas opções: continuar na BR 304 e depois de Santa Maria entrar na RN 120 ou entrar BR 226 e na Altura das Marias entrar na RN 203 passando por São Pedro. Seja bem vindo a São Paulo do Potengi.

Pontos turísticos

Barragem

Visitar São Paulo do Potengi é visitar um pouco de sua história. Uma mistura do antigo com o moderno mostra a importância de cuidar bem daquilo que faz parte de nossa história. Uma das principais atrações turísticas da cidade é a Barragem Campo Grande, com suas águas calmas, tem às suas margens balneários com um ótimo cardápio regional, ponto de parada obrigatório para quem a visita

Museu

A Casa Paroquial de São Paulo do Potengi, RN, local de residência do Monsenhor Expedito de Medeiros, foi construída em 1953 e tombada pelo Governo do Estado em 19 de setembro de 2002.

O Memorial foi inaugurado dispondo de um acervo com documentação sobre a seca, correspondência particular, painéis ilustrativos sobre a vida e as ações do sacerdote, sua biblioteca particular com 200 títulos, mais de 100 fitas de vídeo com registro da vida religiosa, máquinas fotográficas antigas, fotografias e mobiliário antigo.

Notas

  1. ? Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Potenji. Prescreve-se o uso da letra "J" para palavras de origem tupi. O nome vem do tupi Rio dos Camarões (referindo-se ao Rio Potenji). Ao longo dos anos, a grafia foi alterada para Potengy, Potengi e finalmente para Potenji. Do mesmo vocábulo poti vem potiguar, o que come camarões.


Quem nasce em São Paulo do Potengi é potenjiense[1]


Fonte: Wikipedia

Produtos em São Paulo do Potengi





Aeronaves Colheitadeiras/Colhedoras Fazendas/Imóveis Rurais Medicamentos Sementes
Alimentos em Geral CPT Fertilizantes Agrícolas Mudas/Ramas Serviços
Alimentos para Nutrição Animal Defensivos Agrícolas Implementos Ônibus Shopping MF Rural
Animais Diversos Instalações Rurais Peças/Aditivos/Acessórios Tratores Agrícolas
Caminhões Embalagens Máquinas Pesadas Pneus Utensílios Agropecuários
Carrocerias/Furgões Exportação/Importação Máquinas/Equipamentos Procuro/Compro/Troco Veículos