Publicidade

 Animais por estado


Você está vendo Animais em Monte Sião

Veja Também:
Notícias Agrícolas

Foram encontrados 3 anúncios de Animais na cidade de Monte Sião em Minas Gerais.

Clique no menu ao lado para consultar Animais em outra região.
Minas Gerais
X
Monte Sião
X

Cordeiros Dorper/Santa Inês

Cordeiros Dorper/Santa Inês

Animais excelentes prontos para o abate ou até mesmo para reprodução. Ideal para quem quer iniciar ou complementar o plantel. Quantidade mínima para venda 10 cabeças.

Preço: R$ 250,00

Monte Sião/MG

Tilápias Vivas para Pesqueiro

Tilápias Vivas para Pesqueiro

São Tilápias tailandesas de excelente qualidade. A retirada dos peixes e o transporte devem ser por conta do comprador. São ótimas para pesqueiro, daquelas que brigam muito na vara...

Preço: R$ 5,50

Monte Sião/MG

galo musico

galo musico

OBSERVAÇÃO : Vendas a partir de Agosto/2018  Com muitas novidades em novos Galos , Galinhas e ovos a venda Estávamos em construção de novas baias e reforma do galinheiro , nesse pe...

Preço: R$ 60,00

Monte Sião/MG
Anterior
Página 1 de 1
Proxima

Relação de preços de anúncios de vendedores de Animais em Monte Sião/MG

Detalhes sobre a cidade de Monte Sião

Registros datados de 1790 narram o fim do ciclo do ouro na região denominada Arraial de Ouro Fino, distrito de São Pedro, o que gerou o êxodo de garimpeiros em busca de terras para a instalação de nova atividade, no caso a pecuária e a agricultura. Essa corrida pela posse de boas terras iniciava a colonização da área localizada ao pé do Morro Pelado e às margens do Rio das Pedras, local coberto por densa mata. Por volta de 1819, os primeiros moradores instalaram-se na região, construindo suas moradias quem comunicavam-se entre si por trilhas abertas na mata.

Esse primeiro núcleo populacional, o embrião que iria gerar Monte Sião, recebia sua primeira denominação em 1823, Bairro do Eleotério.

Com a formação da capela de Nossa Senhora do Socorro e a demarcação de suas divisas, grande parte das terras onde se localizava o Bairro do Eleotério passavam a essa jurisdição eclesiástica, o que desagradaria em muito as autoridades da vizinha Freguesia de São Francisco de Paula de Ouro Fino.

Com o desenvolvimento do Bairro do Eleotério, surgiam as primeiras lideranças responsáveis pela manutenção da ordem, administração e do próprio crescimento daquele povoado. Major Antônio Bernardes de Souza, tenente Joaquim Vaz de Lima, Francisco Rodrigues da Costa e Francisco Nogueira Bastos foram os primeiros responsáveis pela manutenção da ordem pública e administrativa. O fazendeiro Major Antônio Bernardes de Souza, de 35 anos, destacava-se como uma das principais lideranças da época.

O próprio Major encabeçou o movimento pela construção de uma capela no povoado, apresentando como justificativa as frequentes enchentes do Rio Mogi que impediam os fiéis de de se deslocarem a pé ou a cavalo, até a paróquia de Ouro Fino.

O começo de Monte Sião

No dia 29 de março de 1849 o Major Antônio atingia o seu objetivo. A comunidade recebia a autorização para a construção de uma capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição da Medalha Milagrosa. Nascia assim Monte Sião, que receberia esse nome por sugestão de missionários franciscanos, que repararam na semelhança do Morro Pelado com o Mont Sion em Jerusalém.

A imigração Italiana

A imigração italiana teve seu inicio a partir de 1887 e vinha dar um novo impulso às atividades rurais, especialmente à cultura do café. Aquela gente simples e alegre, carregava a esperança de uma vida melhor. Com a imigração, Monte Sião conhecia uma nova era de desenvolvimento na sua agricultura. Em 1889 caia o Império e o país ingressava numa nova era.

Com o novo regime, Estado e Igreja assumiam decisões próprias, nesse período, Monte Sião passou a pertencer a recém instalada comarca de Ouro Fino.

Século XX

Às vésperas do novo século, com a República, eram criados os Conselhos Distritais, entidades cujos membros eram eleitos pelo voto direto da comunidade para um mandato de 4 anos e com atribuições de uma sub-prefeitura. Em um cenário de desenvolvimento econômico e limitações político-administrativas. Monte Sião entrava para o século XX elegendo Francisco Avelino Toledo de Lima seu primeiro representante no legislativo.

Monte Sião se torna Município

Em 1932, um movimento liderado pelo jovem farmacêutico Mário Zucato, arrigimentou civis e religiosos a abraçaram a causa do grande sonho de transformar Monte Sião em um município. Depois de quatro anos de árduo trabalho, no dia 3 de novembro de 1936, Monte Sião torna-se um município por exigência de sua população.

Mais detalhes sobre Monte Sião

Consulte abaixo as categorias de produtos agrícolas divididas por estado