Veja mais detalhes de Eirunepé
Município de Eirunepé
Igreja Matriz
"Capital do Juruá"
"Terra da Fé"
"Cidade do Trabalho"
"Capital da Folia"
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido Bandeira desconhecida
Hino
Aniversário 7 de setembro
Fundação 7 de setembro de 1895 (116 anos)
Gentílico eirunepeense
Lema Crescendo com Você
Prefeito(a) Dissica Valério Tomaz (PMDB)
(2009 – 2012)
Localização
Localização de Eirunepé
Localização de Eirunepé no Amazonas
Localização de Eirunepé em Brasil
Eirunepé
Localização de Eirunepé no Brasil
06° 39' 36" S 69° 52' 26" O06° 39' 36" S 69° 52' 26" O
Unidade federativa  Amazonas
Mesorregião Sudoeste Amazonense IBGE/2008[1]
Microrregião Juruá IBGE/2008[1]
Região metropolitana
Municípios limítrofes Itamarati, Envira, Ipixuna, Benjamin Constant , Jutaí e Tarauacá (Acre).
Distância até a capital 1150 km
Características geográficas
Área 16.079 Km² km²
População 30.901 hab. est. IBGE/2009[2]
Densidade 1,9 hab./km²
Altitude 130 m
Clima Equatorial Am
Fuso horário UTC-3
Indicadores
IDH 0,562 (AM: 47º) – médio PNUD/2000[3]
PIB R$ 98.048 mil (AM: 24º) – IBGE/2007[4]
PIB per capita R$ 3.334 IBGE /2007.
Outras informações
Política de Eirunepé
Ficha técnica
CEP 69880-000[5]
Padroeiro São Francisco
Vínculo diocesano Diocese de Cruzeiro do Sul
Vereadores 11
Comarca Eirunepé
Eleitores 18.563[6]
Macrorregião Norte
Área urbana 6,3172 km²[7]
Índice Gini 0,48
Potencial de consumo -
Trabalhadores - 21.418
Unidades locais - empresas est. IBGE/2005[8]
Página governamental
Endereço http://www.eirunepe.am.gov.br


Eirunepé (pronuncia-se AFI[Ei'ruw'nepe] é um município brasileiro no interior do estado do Amazonas, situado no Sudoeste do estado e Microrregião do Juruá, localiza-se a cerca de distando desta cerca de 1.150 km por linha reta da capital Manaus.[9] e 2.417 km por via fluvial[9], sendo um dos municípios mais distantes da capital.[9].Seu potencial turístico, porém, ainda pode ser mais bem explorado, principalmente com relação ao ecoturismo.[10]. É a quarta maior cidade do Sudoeste do Estado,e também a mais importante de toda a Calha do Juruá.

Apesar de ser a 21° mais populosa do estado,a cidade possui a a sétima maior área urbana.

Índice

Etimologia

A cidade nasceu como São Felipe do Rio Juruá, no ano de 1894.No ano de 1930 a vila de São Felipe passou a demominar-se João Pessoa, dando em conseqüência o Ato nº 317, de 05 de março de 1931.Em 31 de dezembro de 1943 pelo Decreto-Lei Estadual nº 1.186, o município e o distrito sede passam a denominar-se Eirunepé.O nome Eiru ,vem do Tupi e significa Pai e Neppé significa Filho. Eiru-representa a cidade, e Nepé os moradores.


História

Nas primeiras décadas do século XIX, atraídos pela extração do látex, o auge da economia do Amazonas na época, e fugindo da seca do nordeste, cearenses, rio-grandenses do norte e paraibanos chegaram à região do Juruá e fixaram residência nos seringais, dando origem às primeiras vilas. Foi nesse contexto histórico que começou o povoamento do município hoje denominado Eirunepé.

Os primeiro habitantes foram homens nordestinos trazidos por Felipe Manoel da Cunha. Como existia uma carência muito grande de mulheres brancas, esses homens casavam-se com mulheres indígenas da tribo Kulinaã. Este fato gerou muitos conflitos com o homem branco que chegava, dividindo a opinião da tribo. Assim, aqueles que aceitavam o homem branco foram denominados Kulinas, enquanto aqueles que não aceitavam foram denominados Kanamari.

Nas primeiras décadas do século XX, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), muitos povos de vários países fugindo da guerra, procuravam outros lugares para começar uma nova vida. Ao chegarem ao Brasil, muitos eram atraídos pela borracha, principal riqueza da época, e procuravam o interior para se dedicarem ao cultivo agrícola e ao cultivo do látex.

Com o declínio da borracha, muitas famílias buscaram trabalhos em outras cidades, principalmente Manaus. Outros continuaram no campo vivendo da baixa valorização da borracha e da agricultura.

A população por ser composta de várias misturas, com fortes traços do branco nordestino com índios Kulinaã, teve também influência de povos vindos de outras regiões, como turcos, portugueses e outros. Daí, nasce uma cultura bastante diversificada, com hábitos e costumes próprios.

A cidade de Eirunepé, outrora São Felipe, está situada à margem esquerda do Rio Juruá, próximo a foz do Rio Tarauacá, que fica na margem oposta. O local em que foi erguida, foi anteriormente a sede do grande seringal Eiru, de propriedade de Felipe Manoel da Cunha, rico seringalista do Rio Juruá. A sede do Eiru desenvolveu-se consideravelmente na época em que o preço da borracha passou por uma grande valorização. Formação Administrativa Eiru assumiu aspecto de povoado, em uma bela terra firme, na margem envolvente de uma bela curva do rio.

O proprietário interessou-se por transformá-la em Vila, a fim de chamar autoridades para aquela região longínqua. Não tardou muito, Felipe Manuel da Cunha entrou em entendimento com o governo e conseguiu que fosse acrescentado no artigo nº 69, da Lei nº 33 de 04 de novembro de 1892, mais um município, que foi denominado de São Felipe do Rio Juruá. Esta lei, porém, não foi posta em execução.

A Lei nº 76, de 08 de setembro de 1894, criou no Rio Juruá um município com respectivo Termo Judiciário anexo à Comarca de Tefé, com sede em São Felipe. A Lei nº 114, de 17 de abril de 1895, transferiu a sede do Município, do lugar de São Felipe para Carauari. Feita a revisão dos limites dos Municípios do Estado, pelo Decreto nº 122, de 07 de agosto de 1896, a sede do Município de Carauari ficou incluída no território de Tefé, dando resultado ao Decreto nº 125, de 11 de agosto de 1896, transferindo a sede do Município de Carauari para o lugar de São Felipe.

Automaticamente, o Juiz de Direito, Dr. Jorge Augusto Studart julgou transferida a sede da Comarca e, se passando para a nova localidade, ali instalou a Comarca em 21 de setembro de 1896. É interessante notar que não existe nenhum Ato criando a Comarca de São Felipe.

Na mesma data o primeiro Superintendente Capitão Tenente Tomás Medeiros Pontes instalou a Vila, que também não fora criada. Após a Revolução Nacional (1930), foi nomeado para Prefeito o Capitão Moisés de Araújo Coriolando, este solicitou a mudança do nome da Vila de São Felipe para João Pessoa, dando em conseqüência o Ato nº 317, de 05 de março de 1931.

Pela Lei nº 14, de 06 de setembro de 1935, a Vila foi elevada à categoria de Cidade, tendo sido instalada pelo Prefeito Municipal João Pinto Conrado Gomes.

Em 31 de dezembro de 1943 pelo Decreto-Lei Estadual nº 1.186, o município e o distrito sede passam a denominar-se Eirunepé. Em 19 de dezembro de 1955, pela Lei Estadual n° 96, são desmembradas as partes de seu território que passam a constituir dois novos municípios, que atualmente são chamados de Envira e Ipixuna.

Situação Hoje

Hoje Eirunepé é um dos principais centros de zonas, não só do Amazonas mas também do Brasil. Isto ocorre por causa de sua distância de Manaus, que é cerca de 1.159,7 km[11]. Por isso ela se tornou a Capital do Juruá.A cidade é muito respeitada pelos municípios que refletem seu modelo de economia e desenvolvimento.

Geografia

Apesar de ser uma das maiores cidades do Amazonas e, possuir um território pequeno para os padrões Amazonenses,Eirunepé apresenta uma das mais altas taxas de densidades populacional do estados,porém de apenas 1,9 habitante por km² (Alto para os padrões Amazonense).A cidade está a cerca de 130 metros acima do nível do mar por está localizada na divisa do Acre.Ocupando uma área de 16.079 km², Eirunepé conta atualmente com 30.901 hab., é a vigésima primeira mais populosa do amazonas e a centésima da Amazônia. Limita-se aos municípios de Itamarati, Envira, Ipixuna, Benjamin Constant e Jutaí eo estado do acre.

Hidrografia

Rio Juruá

Os rios que passam por Eirunepé são o Rio juruá, Tarauacá e Eiru.

Clima

O clima de eirunepé é considerado tropical,com aumento de chuvas no verão e temperatura média anual de 22,5 °C, tendo uma umidade relativa média durante o ano. São frequentes os dias de frio no inverno,no periodo de abril a agosto, massas de ar polar,vindos do sul do país fazem que em alguns dias deste periodo faça frio que pode chegar a 10,6°C.

Relevo

Caracterizado por planícies, e altos planaltos e terras firmes, com uma altitude média de 130 metros. As planícies são constituídas por sedimentos recentes da Era Antropozóica; tornam-se bastante visíveis nas proximidades dos rios. Alguns desses sedimentos continuam a ser trazidos pelas correntezas, o que significa que a planície Amazônica ainda está em formação

Turismo

Praça Paroquia:O maior símbolo da Capital do juruá

]]

Dentre seu potencial se destacam o balneário do Aquariquaral, um dos cartões postais da cidade, e a praça Paroquial de São Francisco de Assis, padroeiro de Eirunepé. Nos tempos das cheias realizam-se festas nas diversas comunidades ribeirinhas, como a festa da cana (para comemorar o tempo de fartura da cana, já que o município é o maior exportador de açúcar mascavo do Amazonas). A festa do açaí atrai várias pessoas de municípios vizinhos como Envira, Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul.

Vegetação

Fauna e Flora

Vegetação da cidade é densa, e tipicamente coberta pela floresta amazônica. Com uma flora diversificada, abriga vários tipos de plantas, além das canaranas, uma espécie de planta aquática que tem a forma parecida com um capim. Fauna Toda a fauna da floresta tropical úmida presente na Amazônia também se encontra na cidade. No município, há inúmeras espécies de plantas e pássaros, inúmeros anfíbios e milhões de insetos. Desde os insetos até os grandes mamíferos da água como o Peixe-boi e o Boto.

Demografia

  • População total: 30.901 habitantes
  • Densidade demográfica: 1,9 habitantes por kMc
  • Taxa de fecundidade: 3,74 filhos por mulher
  • Índice de Desenvolvimento Humano em 2000 (IDH-M): 0,562
  • Renda per capita (dados de 2007 expressos em R$ no ano de 2007): R$ 3.334

A população de Eirunepé é de 30.901 habitantes, (conforme contagem realizada pelo IBGE em 2009), o que a coloca na posição de vigésima primeira cidade mais populosa amazonense, após Manaus, Parintins, Itacoatiara, Manacapuru,Coari,Tefé,Maués,Tabatinga,Manicoré,São Gabriel da Cachoeira,Humaitá,Lábrea,Iranduba,São Paulo de Olivença,Careiro,Borba,Autazes,Boca do Acre,Benjamin Constant,e Nova Olinda do Norte.

A maior parte da população encontra-se no bairro de Fátima maior e mais populoso bairro com cerca de 12.500 habitantes.A cidade apresenta médios índices, constituindo-se um razoável lugar para concentração de investimentos. A esperança de vida na cidade é superior a 62 anos. É possível notar um respeitável contingente de pessoas de outros estados, sobretudo nordestinos. Cearenses, rio grandenses do norte e acrianos, entre o século XIX e a década de 1960, passaram a migrar para a região Norte, chegando à região do Juruá e dando origem a cidades, dentre elas, São Felipe (hoje a cidade de Eirunepé).

Religião

Estátua de São Francisco no centro da cidade.

A religião predominante é o Cristianismo, sendo que 75% da população se declara adepta da Igreja Católica. Porém, o protestantismo vem crescendo gradativamente na cidade. A Paróquia São Francisco de Assis no município de Eirunepé, na época São Felipe, data de 1910, e passa a fazer parte inicialmente da Prefeitura Apostólica de Tefé. A paróquia foi fundada e atendida pelos padres espiritanos.

Índice de Desenvolvimento Humano

No período 1991-2000, o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal(IDH-M) de Eirunepé cresceu de 0,488 para 0,562. Segundo a classificação do PNUD, o município está entre as regiões consideradas de médio desenvolvimento humano (IDH entre 0,5 e 0,8).

A dimensão que mais contribuiu para este crescimento foi a Educação, seguida pela Renda e pela Longevidade.

Em relação aos outros municípios do Estado, Eirunepé ocupa a 47° posição.

  • Idh Renda:0,482
  • Idh Educação:0,528
  • Idh Longevidade:0,621
  • Idh Médio:0,562

Política

O poder executivo da cidade de Eirunepé é representado pelo prefeito e seu gabinete de secretários municipais, seguindo o modelo proposto pela Constituição Federal. O poder legislativo é representado pela câmara municipal, composta por 8 vereadores eleitos para cargos de quatro anos (em observância ao disposto no artigo 29 da Constituição.Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao Executivo, especialmente o Orçamento municipal (conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias). Na câmara atual de Eirunepé é administrada pelo prefeito Dissica Valério Tomaz. O presidente da câmara municipal é o vereador Zezinho Cavalcante. Eirunepé possui atualmente, 8 vereadores na Câmara Municipal de Eirunepé.

Festas Populares

Festas religiosas

  • Novenário de São José: 10-19 de março:Este novenário ainda é pequeno,más atrai diversos romeiros para devotar o pai de Jesus.
  • Novenário de Nossa Senhora de Fátima: 04-13 de maio:Este novenário é o segundo maior da cidade que já atrai turistas para devotar a mãe de Jesus.
  • Novenário de Santo Antonio: 04-13 de junho: Este novenário é um dos mais tradicionais da cidade,se destaca por se um dos mais populares, porque se localiza no bairro mais famoso de Eirunepé,o bairro de santo Antonio ou para quem acha melhor Vila Cacau.
  • Novenário Nossa Perpétuo Socorro: 29 de junho à 08 de julho:Padroeira da comunidade mais carente de Eirunepé a Morada do sol.
  • Tríduo de Nossa Senhora da Glória (Aquariquaral): 13-15 de agosto
  • Novenário de São Francisco: 24 de setembro à 04 de outubro:Este é o maior evento religioso da região,para se ter uma idéia da dimensão da popularidade, o novenário é maior que o de Nossa Senhora da Glória, em Cruzeiro do Sul. Este arraial atrai pessoas de toda a Região Norte do Brasil.
  • Festejos de Nossa senhora Aparecida: 07-12 de outubro: A padroeira do Brasil também teu seu lugar nos festejos religiosos
  • FEMUCRI: no mês de outubro, sempre no último domingo.

Economia

Eirunepé é um dos maiores centros agropecuários do Amazonas. As mais importantes indústrias da cidade são a fabricação na área de Materiais de construção e produções agropecuárias. A cidade apresentou estabilidade econômica e industrial nos últimos anos. A cidade é responsável por uma parcela considerável da economia do Sudoeste

Eirunepé é o maior centro financeiro da microrregião de Juruá.

Apesar de agricultura e serviços ainda responderem por grande parte da economia da cidade, no entanto, a importância da agricultura nos últimos anos, diminuiu significativamente. Responsável por isso é o crescimento de áreas econômicas, como a construção civil, turismo, desporto e serviços.

Áreas comerciais

Além das zonas comerciais, a cidade possui dois centros comerciais,. A cidade possui um comércio bem diversificado, bastante influenciado pelo os municípios vizinhos acrianos. Também é notável o artesanato indígena, com influência direta dos nativos indígenas. A comercialização dos produtos artesanais é feita na FUNAI ou na casa do índio da cidade. A maior área de comércio popular localiza-se entre os bairros de Fátima Centro e Santo Antonio, especificamente na Avenida Getulio Vargas,Avenida João Cavalcante e na rua intendente José Pedro. A cidade também possui áreas de comércio mais luxuosas, situadas principalmente na rua Quintino Bocaiúva, no centro da cidade. Shoppings Centers na cidade também são uma das opções de compras, com destaque para o Shopping do construtor e o Shopping Cruzeiro do sul.

Saúde

Para garantir a prestação de serviços de promoção, proteção e recuperação da saúde da população,com uma rede composta por 1 hospital regional,e 8 postos de saúde (2 ambulâncias de suporte básico, e uma ambulanchas de suporte avançado).

Segurança pública

Por força da Constituição Federal do Brasil, a Guarda Municipal de Eirunepé, possui a função de proteger os bens, serviços e instalações públicas. Ainda, atendendo o interesse público e no exercício do seu poder de polícia, atua na prevenção e repressão de alguns crimes, especialmente contra bens e serviços públicos, podendo inclusive prender em flagrante delito os infratores e conduzi-los até a presença de um delegado de polícia, de acordo com o disposto na lei processual penal.

Criminalidade

Em cinco anos Eirunepé conseguiu reduzir a taxa de homicídios em 300%, a área mais violenta da cidade localiza-se no sul da cidade (bairro de santo Antonio), comunidades palafitas (morada do sol) e as áreas mais afastadas do centro (são José).

Transporte

A utilização de bicicletas como meio de transporte na cidade foi bastante reduzida nos últimos anos, hoje a maioria da frota de Eirunepé é composta de motocicletas. O transporte fluvial na cidade é muito comum. A cidade conta com um médio e movimentado porto, que atende a quase toda a região Norte. O Porto de Eirunepé localiza-se na margem direita do rio Juruá, mesmo em frente a cede da cidade. Em junho de 2010 o porto será construído definitivamente, pois a má estrutura do porto está fazendo que o barranco caísse e deixando que a orla da cidade fique parecendo um grande lixão.

Aéreo

O Aeroporto de Eirunepé, que serve Eirunepé, Envira e Itamarati, tem características que o equiparam em qualidade aos melhores do amazonas, sendo capaz de comportar qualquer tipo de avião comercial ou militar em operação ou em projeto, hoje e nos próximos anos. O aeroporto está em fase de reforma desde 2002 e será entregue em 2011, a estrutura do aeroporto que vai ser entregue, vai servir toda a região próxima a cidade, desde Itamarati ao norte até Guajará no sul.

Fluvial

A agência Fluvial de Eirunepé,criada pelo Decreto nº 6.530, de 20 de Novembro de 1940, esta Agência possui 60 anos de existência. Teve em 09 de Setembro de 1997, a sua denominação alterada de Agência da Capitania dos estados do Amazonas, Acre, Rondônia e e Roraima em Eirunepé, para Agência Fluvial de Eirunepé, pela Portaria Ministerial nº 275.

A Agência tem jurisdição sobre os seguintes municípios: Cruzeiro do Sul, Envira, Guajará, Itamarati, Marechal Taumaturgo, Rodrigues Alves, Feijó, Ipixuna, Mâncio Lima, Porto Walter, Tarauacá e Jordão. [12]

Será construído na cidade um grande porto.Isto vai lhe capacitar a ajudar na economia do município.[13]

Cultura e Sociedade

Carnaval de Eirunepé

A cultura do município, assim como a cultura do Amazonas, foi largamente influenciada pelos povos nativos da região e pelos diversos grupos de imigrantes e migrantes que ali se estabeleceram, principalmente nordestinos. Os nordestinos que migraram para a Amazônia no fim do Século XIX e início do Século XX, atraídos pelo Ciclo da Borracha, também contribuíram para a formação da cultura municipal. Tudo isso, gerou em Eirunepé uma cultura mestiça, e com grande contribuição e permanência da cultura indígena. Para promover à diversidade cultural a prefeitura municipal realiza entre os meses de junho a setembro o festival de danças, chamado também de festival folclórico. Alguns grupos de danças ganharam destaque no cenário cultural do amazonas, entre eles podemos citar: A Tradicional dança portuguesa é realizada todos os anos desde 1985. As quadrilhas Os Encantados na Roça, Nós é Jeca mais é Jóia, Ferro com Ferro, as danças sertanejas Anjos do Country, Estrelas do Country, Feras do Country, os bois Garanhão do Juruá e Estrela do Juruá e as danças orientais Deusas do árabe. Esta dança provém na maioria das escolas, podemos citar: Escola estadual Conrado pinto Gomes: ANJOS DO COUNTRY, DEUSAS DO ÁRABE, E OS ENCOPADOS NA ROÇA. Escola nossa senhora das dores: ESTRELAS DO CONTRY, ENCANTADOS NA ROÇA E FERAS DO COUNTRY.


Educação

Eirunepé está entre as 4 cidade com maior Indice de desenvolvimento da educação do amazonas.Isto mostra a grande diferança,eirunepé-ontem,eirunepé-hoje.Já que a cidade já chegou a ser a pior cidade do brasil. Em termos de desenvolvimento humano, Eirunepé tem um desenvolvimento educacional muito elevado,com mais 0,900 pontos.

Universidades públicas
  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM): instituição de referência de ensino superior, conta com 645 grupos de pesquisa em 65 cursos de graduação. A Universidade Federal do Amazonas é considerada a primeira universidade brasileira, pois originou-se da Escola Universitária Livre de Manáos, criada em 17 de janeiro de 1909[14]. Mesmo com a extinção da Escola, permaneceu a Faculdade de Direito, que deu continuidade ao modelo da atual UFAM. O fato foi registrado em 1995 no Guinness Book, o livro dos recordes.[14]
  • Universidade do Estado do Amazonas (UEA): é uma instituição pública estadual de ensino superior, que oferece mais de vinte cursos distribuídos em dezessete cidades amazonenses (Manaus, Parintins, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Carauari, Tabatinga, Tefé, Lábrea, Boca do Acre, Coari, Eirunepé, Humaitá, Manicoré, Manacapuru, Novo Aripuanã, Maués e São Gabriel da Cachoeira). Foi criada pela lei estadual n.º 2.637 de 12 de janeiro de 2001,.que proporcionou às fundações educacionais de ensino superior instituídas pelo est

Influência na microrregião

Eirunepé é o principal pólo da microrregião do Juruá e também sua maior cidade. Sua influência entre os demais municípios da microrregião como: * Carauari *Envira *Guajará *Ipixuna *Itamarati *Juruá é muito grande, o que lhe rendeu o apelido de capital do Juruá.

Subdivisões

A cidade de Eirunepé é dividida em 13 bairros , 2 distritos e 1 centro econômico.

  • Bairro de Fátima :O maior bairro de Eirunepé possui cerca de 15.000 habitantes e se localiza no norte do município.
  • Bairro de Nossa Senhora de Aparecida:O bairro de aparecida,como é conhecido popularmente é um bairro médio que abriga cerca de 6.000 pessoas.
  • 'Bairro de São José:'O bairro de São José é o bairro mais longínquo do centro.
  • Bairro de Santo Antonio ou vila cacau:Este é o bairro mais tradicional da cidade e o que mais se desenvolve.A vila cacau já chegou a ser o mais violento da cidade e hoje é o principal centro de lazer dos jovens eirunepeenses.
  • Bairro de Nossa Senhora Do Perpetuo socorro ou morada do sol:O bairro da morada do sol como é mais conhecido, é o menos desenvolvido e o que apresenta a maior taxa de homicídios.Porém o governo municipal está tomando atitudes que estão levando este bairro a uma melhor qualidade de vida,e por se localizar em casas flutuantes ou palafitas está se tornando um novo ponto turístico.
  • Bairro de São Francisco - centro:O centro da cidade é também o principal centro financeiro da cidade,pois lá estão localizados as mais importantes lojas da cidade,a Avenida Getúlio Vargas,se consolidou como o principal centro de compra e vendas da região.

Feriados locais

  • 5 de setembro:Elevação do Amazonas à categoria de província;[15]
  • 8 de setembro: fundação do município
  • 4 de setembro: Dia do padroeiro da cidade são Francisco.
  • 8 de dezembro - Dia de Nossa Senhora da Conceição (padroeira do estado do Amazonas)[16]


Quem nasce em Eirunepé é eirunepeense


Fonte: Wikipedia

Produtos em Eirunepé

Whatsapp Facebook Twitter E-mail Fechar